LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

E agora, Elon Musk? Cientistas brasileiros enviam bitcoin à Lua através de radiofrequências

10 de junho de 2021 5

Além de ter um impacto considerável no mercado de criptomoedas, é de conhecimento geral que os projetos de Elon Musk, CEO da Tesla e SpaceX, são inimagináveis até certo ponto — desde planejar uma missão tripulada ao planeta Marte até criar uma rede inteira através de satélites da Starlink.

Para sua decepção, um de seus planos mais audaciosos foi ultrapassado no último mês. Cientistas brasileiros enviaram uma quantia em bitcoins à Lua usando um sistema de rádio amador. De acordo com Márcio Gandra, líder da equipe, uma quantia equivalente a R$ 50 foi transmitida utilizando o satélite natural da Terra como "dispositivo intermediador".


O experimento foi realizado no mês de abril, próximo ao fenômeno da Lua Rosa ocorrido no dia 29 pelo quinteto composto por Gandra, desenvolvedor de blockchain; Rafael Batschauer, desenvolvedor SAP; Narcélio Filho, desenvolvedor de software; André Alvarenga, P2P de Bitcoin; e Paulo Bezerra, desenvolvedor de sistemas de segurança.

Os especialistas utilizaram uma tecnologia chamada moon-bounce ou E.M.E (sigla do inglês, Terra-Lua-Terra), criada por militares ingleses na década de 40. Essa técnica permite a propagação de radiofrequências para o satélite natural que, por sua vez, reflete as ondas de volta ao planeta, podendo ser recebidas por qualquer pessoa.

O método foi usado para transmitir o código hexadecimal de um arquivo PSBT (partially signed bitcoin transactions), que permite as transações da criptomoeda, para ser assinado em outra localidade do país — o receptor estava em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, e o transmissor estava na cidade de Macacos, do mesmo estado, a uma distância de 800 km.

Meu envolvimento com o radioamadorismo já dura 20 anos, e, como no período do lockdown diversas preocupações quanto à preservação das liberdades individuais foram levantadas, o rádio seria uma das maiores e melhores alternativas em caso de privação de comunicação num possível cenário apocalíptico ou ditatorial.

Márcio Gandra
Desenvolvedor de blockchain e líder do experimento

Granda e Alvarenga, em Belo Horizonte, enviaram a informação para Batschauer e Bezerra, localizados em Macacos (MG) e Marília (SP) respectivamente, para validarem a assinatura do bitcoin, possibilitando o envio de volta à capital mineira.

De acordo com os especialistas, o processo de transmissão de uma cidade à outra durou cerca de 25 minutos. Os dados estavam sendo transmitidos em código morse, pois, segundo Gandra, foi o método de comunicação ideal por ser simples, de fácil compreensão, tendo conversores ou tabelas ao lado, e analógico.

Foi um procedimento rápido, levando em consideração o equipamento básico que emitia frequências de rádio em uma potência abaixo do recomendado para esse tipo de comunicação. “Ao recebermos a primeira confirmação em áudio do envio, a alegria foi enorme.” diz Gandra.

Com o sucesso da transmissão, a equipe deixou um “recado” para Elon Musk, destacando o fato de serem os primeiros do mundo a levarem uma criptomoeda à Lua “sem nenhum foguete multi-bilionário”. O experimento leva ao destaque para a onipresença da tecnologia de rádio no cotidiano, que está presente em smartphones, televisões, internet e muito mais.


5

Comentários

E agora, Elon Musk? Cientistas brasileiros enviam bitcoin à Lua através de radiofrequências
  • Fake news!
    A comunicação pode ter ocorrido mas não via reflexão lunar! Provavelmente foi utilizado um satélite militar americano que é proibido o uso por civis.

      • Alerto aos autores do artigo que RADIOAMADORES de todo o Brasil que têm experiência neste tipo de comunicação (EME) sustentam que o contato alegado é IMPOSSIVEL. Às parte disso, ainda que tenha ocorrido, é ILEGAL pois a norma que rege o radioamadorismo brasileiro PROIBE TERMINANTEMENTE o uso pecuniário (que envolve dinheiro, ainda que sem visar lucro). Mais informações a respeito:

        https://qtc.ecra.club/2021/06/editorial-bitcoin-na-lua-fato-ou-fake.html

        • Bitcoin e o futuro

            Android

            Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

            Android

            Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

            Android

            Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

            Android

            Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020