LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Asteroide Bennu tem chance “extremamente pequena” de atingir a Terra, diz NASA

17 de agosto de 2021 9

A NASA apresentou, na última semana, os dados reunidos ao longo de cinco anos de estudos da sonda espacial OSIRIS-REx, abreviação adaptada do nome “Origins, Spectral Interpretation, Resource Identification, Security-Regolith Explorer” na superfície do asteroide Bennu, que carrega certa probabilidade de atingir o nosso planeta por volta do ano de 2182.

De acordo com os estudos da agência espacial americana, o asteroide de 500 metros de largura tem uma probabilidade “extremamente pequena” de impacto com a Terra. Usando modelos de computador de última geração, os astrofísicos foram capazes de fornecer números que reduzem as prévias incertezas sobre a colisão.

Asteroide Bennu em imagem capturada pela sonda OSIRIS-REx. (Imagem: Reprodução/NASA)

Segundo os dados, as chances de impacto ao longo do ano 2300 é de apenas 0,057%. Em outro ápice de probabilidade mais próximo, no dia 24 de setembro de 2182, as chances são de apenas 0,037%.

O risco, embora seja mínimo, ainda existe em função de diversos fatores que podem alterar a órbita de Bennu. Os especialistas citam o próprio calor do nosso Sol — enquanto viaja a 28 km/s (cerca de 101 mil km/h) em torno do astro, sua superfície é aquecida e, à medida que resfria ao girar em torno de si mesmo, libera energia infravermelha.

Essa energia é capaz de gerar um pequeno impulso no asteroide que pode não ser tão significativo em um curto período. Por outro lado, em tempos mais longos — como ao viajar em torno da nossa estrela — sua trajetória pode ser mais afetada.

"Os dados do OSIRIS-REx nos dão informações muito mais precisas”, diz o líder do estudo Davide Farnocchia, do Centro de Estudos de Objetos Próximos à Terra (CNEOS). “Podemos testar os limites de nossos modelos e calcular a trajetória futura de Bennu em um grau muito alto de certeza até 2135" comenta.

Em 2135, o asteroide estará muito próximo ao planeta — dentro da órbita da Lua — e, embora não deva representar um perigo nesse futuro distante, os cientistas finalmente compreenderão a trajetória exata de Bennu.


9

Comentários

Asteroide Bennu tem chance “extremamente pequena” de atingir a Terra, diz NASA
Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Asus

ASUS lança novo celular gamer ROG Phone 5s e 5s Pro no Brasil; confira os preços

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas