LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Criador de The Last of Us quer produzir jogo com uma narrativa no estilo de Elden Ring

10 de janeiro de 2023 0

The Last of Us foi um marco na indústria dos videogames, sendo reconhecido não só pela crítica especializada e inúmeros fãs ao redor do mundo, como até mesmo pela própria Xbox.

Quase uma década desde o lançamento do primeiro jogo, muitos se perguntam qual será o próximo capítulo dessa franquia e embora o Naughty Dog ainda não tenha confirmado que pretende lançar o suposto The Last of Us Part 3, Neil Druckmann, criador da saga, parece ter uma ideia bem clara de como ele quer que seu próximo projeto seja.

A PlayStation ficou conhecida por entregar jogos com visuais cinematográficos e com narrativas emocionantes, permeados por personagens cativantes e memoráveis. Grande parte disso se deve ao uso de muitas cutscenes que ajudam a compor a história de cada jogo, mas Neil Druckmann, criador da franquia The Last of Us e do emocionante Uncharted 4: A Thief's End, parece estar cansado de jogos cuja narrativa é contada através de cutscenes.

Em uma entrevista com o The Washington Post, Druckmann foi questionado sobre sua visão sobre a narrativa nos videogames e como ela evoluiu ao longo dos anos. O criativo nota que, embora se possa argumentar que as narrativas tradicionais dos videogames remontam aos dias do jogo Adventure, de 1980, ele atualmente está mais interessado nas maneiras como alguns jogos mais recentes contam sua história de maneira menos direta.

Recentemente, fiquei intrigado com coisas como Elden Ring e Inside, que não dependem tanto da narrativa tradicional para contar uma história.



Acho que algumas das melhores narrativas de The Last of Us – sim, muito disso está nos vídeos cinemáticos – mas muito disso está na jogabilidade, movendo-se por um espaço e compreendendo a história de um espaço apenas olhando ele e examinando-o.

Para mim, isso é uma das melhores alegrias que recebo dos jogos — [aqueles] que confiam em seu público para descobrir as coisas, que não seguram sua mão. Isso é o que realmente me intriga daqui para frente.

Refletindo sobre como isso pode afetar os futuros jogos da Naughty Dog, Druckmann ressalta que o diálogo e cutscenes ainda são ferramentas dentro do arsenal dos desenvolvedores e que cabe a eles decidir como usá-las, incluindo através de outras mídias, em documentos encontrados pelo jogo, através da exploração dos cenários e assim por diante.

Apesar de estar animado com as possibilidades de mudanças e com os projetos em que o Naughty Dog está trabalhando atualmente, ele tem ciência de que nem todos podem gostar das novidades, mas está em paz com isso.

Você acha que narrativas no estilo da de Elden Ring são melhores ou prefere jogos mais cinematográficos?

Veja também!


0

Comentários

Criador de The Last of Us quer produzir jogo com uma narrativa no estilo de Elden Ring
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Economia e mercado

Motorola lança primeira conta digital do mundo integrada a um smartphone

Asus

ASUS lança novo celular gamer ROG Phone 5s e 5s Pro no Brasil; confira os preços