LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Cometa se aproxima da Terra após mais de 80 mil anos e pode fazer rara aparição no céu em 2024

08 de março de 2023 0

Astrônomos do Purple Mountain Observatory, na China, descobriram um cometa extremamente brilhante que está se aproximando do sistema solar após milhares de anos desde sua última aparição em nossa “vizinhança”. Batizado de C/2023 A3, o astro completa uma volta ao redor do Sistema Solar a cada 80.660 anos.

Dado seu longo período orbital, fica claro que sua aparição seria um momento único para se presenciar na Terra — e isso pode acontecer muito em breve. Os astrônomos estimam que o C/2023 A3 pode aparecer em nosso céu noturno em 13 de outubro de 2024, caso não seja prejudicado por uma série de obstáculos que pode enfrentar em sua rota para cá.

(Imagem: Reprodução)

O C/2023 A3 pode ser ainda mais brilhante que o cometa C/2022 E3 (ZTF), que iluminou o céu noturno em várias regiões do globo terrestre no último mês de fevereiro. Isso significa que alguns poderiam ver o espetáculo a olho nu com mais facilidade, especialmente se observarem o rastro luminoso do astro no hemisfério norte.

Por outro lado, é necessário que o cometa não se desintegre pela exposição à temperatura extrema do Sol. Alguns cometas não sobrevivem ao processo de desgaseificação — que gera seu brilho chamativo — por longos períodos devido a uma variedade de fatores. Como o C/2023 A3 ainda está muito distante, poucas características são conhecidas.

Caso o astro permaneça intacto até chegar às proximidades da Terra, astrônomos preveem que seu brilho pode chegar à magnitude de -5. Para comparar, a estrela mais brilhante do céu noturno, Sirius, tem magnitude de -1,33. O Sol e a Lua, que são os objetos mais brilhantes, têm magnitudes de -26,7 e -11, respectivamente.

Ao passo que o cometa se aproxima da Terra, os astrônomos poderão fazer análises mais detalhadas sobre sua composição e estado do núcleo, permitindo estimativas mais precisas quanto seu periélio — isto é, a aproximação máxima com o Sol. Enquanto isso, não deixe de conferir outros espetáculos astronômicos que já ocorreram em 2023.


0

Comentários

Cometa se aproxima da Terra após mais de 80 mil anos e pode fazer rara aparição no céu em 2024
Economia e mercado

Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos