LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Covid-19: Ministério da Saúde indica reforço de vacina bivalente após novas sublinhagens do vírus

10 de dezembro de 2023 0

Logo após alertar sobre as novas sublinhagens que apareceram no Ceará e agora estão em investigação pelo Brasil, o Ministério da Saúde indicou uma nova dose da vacina bivalente – desenvolvida pela Pfizer – contra a Covid-19 a grupos prioritários.

Podem receber uma segunda aplicação do imunizante que protege também contra a variante Ômicron as pessoas com 60 anos ou mais e os imunocomprometidos acima de 12 anos de idade, desde que tenham tomado a dose anterior há seis meses ou mais.

Imagem: Reprodução

As novas sublinhagens descobertas do coronavírus consistem na JN.1 e na JG.3, ambas detectadas no estado cearense. A primeira tem crescido no mundo e já corresponde a aproximadamente 3% dos diagnósticos a nível global. Ela deriva da Pirola, a subvariante BA.2.86 da Ômicron.

Por sua vez, a cepa JG.3 descende da variante EG.5, considerada a responsável pela onda de casos na Itália que vem ocorrendo desde o mês passado. No país europeu, houve um aumento de mais de 94% nas infecções e mais de 58% nas hospitalizações, da primeira para a última semana de novembro de 2023.

“Seguimos atentos ao cenário epidemiológico da Covid-19. Com a identificação de duas novas sublinhagens no país, a JN.1 e JG.3, decidimos antecipar para grupos prioritários uma nova dose da vacina bivalente. A vacinação é essencial para nossa proteção.”


Nísia Trindade Lima

Ministra da Saúde

Apesar de o Brasil possuir altos índices de vacinação, o imunizante bivalente tem uma cobertura de apenas 17% da população. Para 2024, o Ministério da Saúde irá incorporar a vacinação contra a Covid-19 no Calendário Nacional de Vacinação, voltado a grupos prioritários e a crianças – com foco entre seis meses e 5 anos de idade.

Você gostou da antecipação de mais uma dose da vacina bivalente a grupos prioritários neste final de ano? Diga para a gente!


0

Comentários

Covid-19: Ministério da Saúde indica reforço de vacina bivalente após novas sublinhagens do vírus
Economia e mercado

Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos