LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Rumor: “Apple Intelligence”, a suíte de IA da Apple, será revelada no WWDC

07 de junho de 2024 4

O evento WWDC da Apple está bem perto – dia 10 de junho, próxima segunda-feira – e os rumores já começaram a aparecer pela internet: de acordo com Mark Gruman, da Bloomberg, a empresa de Cupertino deve apresentar (finalmente!) a sua saída para o emergente mercado da inteligência artificial (IA).

Segundo o repórter, a Apple deve apresentar a “Apple Intelligence”, uma suíte de capacidades de IA que chegará ao iOS 18, macOS 18 e iPadOS 18 e, talvez mais impressionante, todos os recursos serão opt-in – você só vai usá-los se quiser, dando a entender que nada disso será forçado ao usuário de forma sistêmica.

Veja também

Imagem: Apple/Divulgação

Segundo as informações da agência, as funções serão relativamente básicas:

  • geração automática de playlists no Apple Music
  • transições mais inteligentes entre a navegação de um app para o outro
  • resumos de notícias feitos pela IA
  • geração automática de slides para apresentações via Keynote e escrita mais rápida no Pages
  • sugestões de resposta para mensagens
  • gravação e transcrição nativa de áudio via Notes
  • Melhoramentos na Siri (uma atualização para 2025 deve deixar a assistente virtual mais parecida com o ChatGPT)
  • categorização inteligente, sugestão de resposta e resumos em tópicos para e-mails
  • assistente de navegação (via Safari)
  • Resultados mais inteligentes no Spotlight

A parte da Siri é particularmente interessante, já que rumores sobre a Apple estar em conversas com a OpenAI – para uma possível adoção do ChatGPT em seus aparelhos – já vinham circulando. A dúvida é: como fica o Gemini, do Google, nisso? Ele também era parte das mesmas deliberações

De acordo com a Bloomberg, todas essas funções serão executadas pelo próprio dispositivo (sistema “on device”), e nada deve ser enviado aos servidores da Apple. Esse é um ponto importante, já que a dona do iPhone adora usar slogans sobre proteção de dados e privacidade de usuário. No entanto, outras funções mais complexas – e que não foram mencionadas pela agência – terão que usar os servidores da empresa devido à sua complexidade ser maior do que o processamento local consegue aguentar.

Falando nos dispositivos, as funções de IA da Apple Intelligence devem ser restritas aos aparelhos mais recentes que a empresa lançou – o iPhone 15, o suposto iPhone 16 que vem este ano, macbooks com chip M1 e assim por diante – por eles terem componentes mais avançados que gerações anteriores. Isso não é muito diferente da separação de funções do Galaxy IA em smartphones da Samsung, por exemplo: o ecossistema de IA da sul-coreana é diferente se você tem um S24 Ultra ou um A34, por exemplo.

Gruman disse que a parte de IA deve tomar mais ou menos a metade da duração do evento. No Brasil, a apresentação começará às 14h (horário de Brasília). Interessados em acompanhar a transmissão poderão fazê-lo pelo app Developers (disponível nos dispositivos da Apple) ou pelo canal da empresa no YouTube.

(atualizado em 17 de julho de 2024, às 17:58)

4

Comentários

Rumor: “Apple Intelligence”, a suíte de IA da Apple, será revelada no WWDC
Economia e mercado

Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos