LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Supercomputadores da Atos terão processadores AMD EPYC Rome de 200.000 núcleos

19 de dezembro de 2018 6

Antes mesmo de seu lançamento, os processadores AMD EPYC Rome - que serão os primeiros a utilizar o novo processo de 7 nanômetros - já estão recebendo ofertas de empresas de supercomputação.

A Atos, líder global em transformação digital, anunciou que sua nova linha de supercomputadores BullSeqyuana X utilizará o processador EPYC Rome de até 200.000 núcleos.

De acordo com notícias anteriores, a Atos terá dois supercomputadores feitos com diferentes propósitos.

Sua primeira fase envolveria um CPU Intel Cascade Lake, e uma instalação alimentada por GPU NVIDIA Tesla conhecida como BullSequana X400, e que deve ser concluída em 2019. Em 2020, a empresa finalizará a produção de seu BullSequana XH2000 AMD EPYC Rome, com total processamento de saída de 11 Petaflops.


A Atos celebrou a parceria com a fabricante de processadores:

A Atos está animada em reforçar a parceria com a AMD com o lançamento planejado de uma lâmina EPYC Rome para o novo BullSequana X2410 no próximo ano. O mercado de HPC estava esperando por um novo mecanismo de computação, oferecendo maior largura de banda de memória para aumentar a eficiência do desempenho do aplicativo. A família EPYC complementará muito o portfólio da nossa solução.

Agnès Boudot, vice-presidente HPC & Quantum da Atos

O novo supercomputador teria um total de 3125 processadores AMD EPYC Rome. Estes seriam organizados no BullSequana X2410 Blade, que consiste em três núcleos de computação em que cada núcleo é equipado com dois processadores AMD EPYC Rome e 16 slots DIMM para memória DDR4.

Ou seja, no total teríamos 200.000 núcleos e 400.000 threads no supercomputador, considerando que os novos processadores AMD EPYC Rome possuem até 64 núcleos e 128 threads.

A sinergia entre as empresas foi celebrada também pela AMD:

A AMD saúda o anúncio feito pela Atos de seu próximo sistema de supercomputação BullSequana X com processadores AMD EPYC. Como líder global em computação de alto desempenho, a Atos é perfeitamente adequada para cumprir a promessa da linha de produtos EPYC e do primeiro CPU de datacenter de 7nm da indústria que chegará ao mercado da AMD no próximo ano.

Scott Aylor, vice-presidente corporativo e gerente geral de produtos de datacenter da AMD


Isso gera um desempenho de computação cinco vez maior do que o de um supercomputador atual, com 6,4 Petaflops. O sistema terá como objetivo as tarefas de largura de banda e HPC com uso intensivo de computação, o que faz sentido para a grande quantidade de memória e núcleos disponíveis no supercomputador.

Com previsão de ser concluído em 2020, o supercomputador custaria US$ 44,2 milhões (ou R$ 172,3 milhões, em conversão direta).

Além disso, a AMD também fez um acordo com o Departamento de Energia dos EUA para o desenvolvimento de seu supercomputador Perimutter, que vai abrigar a próxima geração da AMD. CPUs baseadas no Zen 3 em Milão, juntamente com as GPUs Tesla de próxima geração da NVIDIA.


6

Comentários

Supercomputadores da Atos terão processadores AMD EPYC Rome de 200.000 núcleos
Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones intermediários com melhor desempenho | Guia do TudoCelular