» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
633

Motorola Moto E6i

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

A Motorola lançou no começo de 2021 o Moto E6i no Brasil, o seu novo celular básico com Android Go. Se você busca um telefone por menos de R$ 1 mil já deve ter passado os olhos nele. Mas você deve estar se perguntando: será que vale a pena? O seu preço não era dos melhores no lançamento, porém já aparece por volta dos R$ 600. E agora o TudoCelular vai analisar tudo o que o Moto E6i tem a oferecer para saber se o basicão da Motorola vale seu preço.

Acessórios

O Moto E6i vem em caixa preta com o logo branco da Motorola e nome do aparelho estampado na cor laranja. Além do celular, você receberá:

  • Carregador de 10W de potência
  • Cabo USB no padrão micro
  • Capinha de silicone transparente
  • Chavinha para gaveta SIM/MicroSD
  • Fone de ouvido
  • Manual do usuário
Design e conectividade

O design do Moto E6i é simples com corpo feito em uma única peça de plástico. A sua carcaça é quase a mesma do E6s e fica claro que a Motorola reaproveitou o projeto para reduzir o custo de produção. O que muda é o padrão de cores; enquanto o modelo mais antigo traz efeito degradê nos tons azul ou vermelho, o E6i é vendido em cor sólida nas opções cinza ou rosa.

É um aparelho compacto devido à tela menor, o que é algo raro já que até celulares de entrada chegam com tela grande atualmente. As bordas curvas na traseira ajudam na pegada e o acabamento fosco faz o E6i ser menos escorregadio, além de manchar menos. O leitor biométrico fica em posição confortável na traseira e responde bem no reconhecimento da digital.

O alto-falante fica localizado atrás e tende a abafar facilmente quando o E6i está sobre uma superfície plana. Na parte superior do aparelho encontramos a entrada para fones de ouvido; na parte inferior a entrada micro-USB e um microfone; na lateral direita há a tecla de controle do volume e botão de energia; enquanto do lado esquerdo há a gaveta híbrida para dois chips ou expandir o armazenamento com cartão microSD.

Não espere muito da parte de conectividade do Moto E6i. Seu Wi-Fi não é dual-band para conexão com redes 5 GHz e seu Bluetooth ainda é o 4.2. Não há giroscópio e muito menos NFC. Na verdade, isso ainda é comum em celulares muito básicos.

Tela e som

Não espere muito da experiência multimídia do Moto E6i. A começar pela sua tela de 6,1 polegadas com resolução HD+. É um painel simples de 60 Hz com brilho máximo fraco. É o tipo de aparelho que é mais voltado para uso interno, já que usá-lo fora de casa em dias ensolarados será complicado.

As cores são decentes com bom nível de contraste. O ângulo de visão não é muito amplo, mas está acima de alguns básicos. Como é esperado de um celular de entrada, não há suporte a HDR10 para tirar proveito de vídeos deste tipo no YouTube. As cores apresentam coloração muito fria com branco puxado para o azul, porém é possível ajustar as cores nas configurações.

O alto-falante na traseira tem potência decente e fica limitado a som mono. O equilíbrio sonoro é razoável entre graves e agudos, com médios praticamente inexistentes. Ele vem com fone de ouvido na caixa, o mesmo acessório simples que acompanha outros basicões da Motorola.

O fone tem corpo de plástico rígido que não entrega muito conforto, mas serve para ouvir músicas com melhor qualidade que o alto-falante do aparelho.

Desempenho

O E6i vem equipado com a plataforma SC9863A da Unisoc. É um hardware bem popular e que está presente em modelos básicos da Samsung, realme, Alcatel, Nokia e várias outras. Aqui temos um processador octa-core formado por oito núcleos Cortex-A55. Por ser um hardware já meio antigo, o desempenho não surpreende para os dias atuais. Em nosso teste de velocidade ele foi bastante lento na abertura de apps e jogos.


Em benchmarks também não vai empolgar com as pontuações obtidas. No caso do AnTuTu fica pouco acima dos 70 mil pontos, sendo uma pontuação inferior ao realme C11 com mesma plataforma e o Galaxy A03s com Helio P35 da MediaTek.

O básico da Motorola consegue rodar bem alguns jogos, enquanto sofre para lidar com games mais exigentes como Call of Duty e PUBG. É até possível rodar esses jogos na qualidade gráfica baixa e com todos os filtros desativados, mas não espere ótima fluidez. O Asphalt 9 apresentou incompatibilidade com o Moto E6i e isso pode acontecer com outros jogos.

Bateria

O que esperar de um celular Android com apenas 3.000 mAh de bateria? Em nosso teste padronizado tivemos autonomia razoável, o que pode ser suficiente para um dia inteiro de uso se você pretende apenas usar o celular para WhatsApp. Para consumo de mídia ou tirar muitas fotos para compartilhar no Instagram, será preciso realizar uma segunda carga no dia.


O carregador que vem na caixa entrega no máximo 10W de potência, o que é comum para um aparelho de entrada. O lado ruim de ter uma porta ainda do tipo micro USB é que esta carga fica limitada e faz a bateria demorar mais de três horas para recarregar, por mais que seja pequena.


Também não há carregamento acelerado e recuperamos apenas 10% com uma carga rápida de 15 minutos e apenas 17% com meia hora na tomada. Com esta pequena carga seria possível ter apenas três horas de uso.

Câmeras

Enquanto já temos celulares básicos com conjunto quádruplo de câmeras, o Moto E6i ainda economiza na parte de sensores e vem com apenas duas câmeras na traseira. A principal tem resolução de 13 MP e a secundária com 2 MP é voltada para desfoque de cenários. A câmera selfie possui sensor simples de 5 MP. Esse é o mesmo conjunto visto anteriormente no Moto E6s.

A câmera do E6i faz o básico e registra boas fotos em dias ensolarados, mas isso não chega a ser um desafio para celulares de entrada. Ao pôr do sol é que já começamos a ver as limitações do aparelho com fotos mais escuras com baixa nitidez e perda de detalhes nas sombras.

Desfoque



As fotos noturnas são ainda piores, mas também não ficam abaixo da concorrência que peca neste ponto. A Motorola até incluiu um modo noturno que prolonga a exposição para deixar as fotos mais claras, mas sem nenhum tratamento para evitar o excesso de ruídos. De qualquer forma, ainda estão acima da categoria.

Noturno


A distância focal da câmera principal é muito grande e complica na hora de registrar macros. A secundária também não faz bem o seu trabalho na hora do desfoque e às vezes acaba borrando até a pessoa fotografada.

A frontal é capaz de registrar boas selfies diurnas, mas sofre com excesso de luz de fundo deixando a foto estourada. O modo retrato só piora a situação, já que acaba limitando ainda mais o alcance dinâmico. Pelo menos o efeito de desfoque funciona bem e apresenta poucos erros. Selfies noturnas são bem decentes e servem para serem publicadas no Instagram.

Selfies



A filmadora grava em Full HD com a câmera traseira e frontal. Não há estabilização para lidar com tremidos, porém o foco é ágil. O que realmente decepciona é o som que é mono e meio abafado.

Software

O Moto E6i roda o Android 10 Go Edition, uma versão já bem defasada, mas até que está com pacote recente de segurança. Por ser uma interface mais enxuta do que estamos acostumados a ver nos celulares da linha Moto, ele acaba entregando boa fluidez no dia a dia.

O modelo de 32 GB vem com pouco mais de 20 GB livres para uso, o que será pouco para muita gente, mas você pode expandir o armazenamento usando um cartão microSD. Os 2 GB de RAM não conseguem segurar muitos apps abertos ao mesmo tempo, mas também não é o perfil de usuário que busca um aparelho deste porte.

Tenha em mente que o Moto E6i é voltado para quem está em busca de um celular secundário ou para aqueles que querem algo para troca de mensagens e leitura de notícias. Neste ponto, ele consegue atender muito bem.

Rivais

Como deu para perceber, o Moto E6i não chega a ser um celular ruim; ele só realmente decepciona na bateria. Se quer uma alternativa com hardware parecido há o realme C11 que entrega o dobro da autonomia, é um pouco mais rápido na abertura de aplicativos, tem câmera com qualidade similar e vem com Android mais atual.

Da Samsung há o Galaxy A03s que também entrega o dobro de autonomia e tem desempenho muito melhor. Ele vem com conjunto mais completo de câmeras com uma dedicada para macros, o que dá maior flexibilidade.

Da própria Motorola há o Moto E7 Power com muito mais bateria e desempenho melhor, porém com câmera mais fraca. Pelo menos, ele já vem com entrada USB-C, caso isso seja importante para você.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes

  • Leitor biométrico eficiente
  • Tela IPS LCD de boa qualidade
  • Câmera capaz de tirar fotos decentes
  • Boa fluidez na interface

Pontos fracos

  • Fraco para jogos
  • Autonomia de bateria decepcionante
  • Tempo de recarga remorado
  • Android desatualizado
  • Falta extras da Motorola
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Há opções mais interessantes com preço próximo, até mesmo da própria Motorola

Embalagem e características

Embalagem traz fone de ouvido e capinha de silicone

Comodidade

É um celular pequeno para os padrões atuais e não escorrega com facilidade

Facilidade de uso

Android Go mais limpo que o tradicional da Motorola

Multimídia

Tela tem brilho baixo e som mono não é dos melhores

Votação Geral

O Moto E6i é um celular que faz bem o básico

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Motorola Moto E6i