» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
930

Motorola Moto G34

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

O Moto G34 chegou ao mercado brasileiro no comecinho de 2024 e vem com a proposta de ser a melhor opção de entrada da Motorola para quem busca conectividade 5G. Ele foi lançado em duas versões e temos em mãos o mais barato que deve ser o mais buscado pelos consumidores. Curioso para saber se a novidade da Motorola é uma boa compra? Então confira a análise completa do TudoCelular.

Acessórios

O Moto G34 vem em embalagem feita de papel reciclado e além do celular, você recebe os seguintes acessórios:

  • Carregador de 20W de potência
  • Cabo USB no padrão C
  • Chavinha da gaveta do SIM card
  • Guia do usuário
Design e conectividade

O Moto G34 vem em duas versões que se diferenciam não apenas pela quantidade de memória, mas também pelo design. Pelo menos no acabamento traseiro que pode ser encontrado em plástico que imita vidro e outro mais requintado com textura que passa a aparência de couro.

As cores também mudam de acordo com a versão. O mais básico pode ser encontrado na cor preta ou azul, enquanto o mais caro está disponível nas opções verde ou creme, que a Motorola chama de Vanilla.

O aparelho tem visual plano e traz um pouco de curvatura apenas no módulo da câmera. Ele parece uma peça solta que foi sobreposta à tampa traseira, diferente de outros modelos da linha que apresenta um design mais contínuo. Ele não fica tão saltado do restante do corpo e abriga duas câmeras e um flash em LED.

A parte frontal traz entalhe em formato de furo para a câmera de selfies e borda inferior bastante larga, o que ainda é comum no segmento. Há entrada padrão para fones de ouvido próximo da porta USB, enquanto no topo do aparelho temos apenas um segundo microfone para captura de som estéreo.

A gaveta é do tipo híbrida e permite abrir mão do segundo chip para expandir o armazenamento com cartões microSD de até 1 TB. O leitor biométrico vem incorporado ao botão de energia e funciona muito bem para um aparelho básico.

Em conectividade temos Wi-Fi padrão AC para suporte a redes mais velozes de 5 GHz, Bluetooth 5.1, NFC e 5G.

Tela e som

O conjunto multimídia é formado por tela de 6,5 polegadas com resolução HD+ e painel IPS LCD de 120 Hz. O nível máximo de brilho não é dos melhores e está a par de outros do segmento com o mesmo tipo de tela. Você terá boa visibilidade em locais fechados, mas pode sofrer fora de casa em dias ensolarados.

O nível de contraste e ângulo de visão são agradáveis. Por padrão, ele vem na opção de perfil para cores mais saturadas, porém é possível mudar para o perfil Natural e ter cores mais neutras, além de permitir configurar a temperatura.

A taxa de atualização vem em modo automático por padrão e vai regular a velocidade a depender do uso. Em conteúdo estático temos o painel limitado a 60 Hz para economizar e sobe para 120 Hz no restante do tempo. Você pode escolher travar manualmente em uma das duas velocidades, caso prefira.

É bom ver que a Motorola continua dando atenção à parte sonora nos modelos de entrada, pelo menos quando o assunto é quantidade de alto-falantes. Como aqui temos duas saídas de som, há áudio estéreo para uma boa imersão. A potência máxima agrada, enquanto a qualidade sonora peca em graves metalizados que distorcem os médios, especialmente com o volume no máximo.

O Moto G34 vem com equalizador completo com suporte a Dolby Atmos.

Desempenho

A Motorola decidiu usar o chipset Snapdragon 695 no Moto G34, o mesmo hardware presente em modelos mais avançados da marca, como o Moto G84. Porém, aqui temos uma tela com resolução inferior, o que acaba favorecendo o desempenho.


Ele foi ágil na abertura de apps e jogos, mas como testamos o mais simples com 4 GB de RAM, acabou recarregando alguns aplicativos abertos em segundo plano. Se você usa muitos apps ao mesmo tempo, então recomendamos pegar o modelo com 8 GB de RAM.

Em benchmarks temos boa pontuação com mais de 400 mil pontos no AnTuTu. O bom de ter chip de intermediário em tela HD é que ele vai muito bem em jogos. Conseguimos jogar Call of Duty na qualidade Muito Alta com todos os recursos ativos. No PUBG dá para jogar na opção HD no Alto com tudo habilitado.

Bateria

O Moto G34 vem com bateria de 5.000 mAh. Esse é um tamanho suficiente para render o dia todo? Em nosso teste padronizado que simula uso moderado chegamos perto de 30 horas de autonomia.


Isso garante que você terá bateria para o dia todo mesmo que use bastante a câmera ou assista muitos vídeos no Moto G34. Ele traz um carregador na caixa com potência máxima de 20W que leva pouco mais de 2 horas para a bateria ir de 0 a 100%.


Se estiver com pressa e realizar uma carga rápida de 15 minutos, terá apenas 17% da bateria recuperada. Uma carga de meia hora chega a encher 31% da bateria.

Câmeras

O conjunto fotográfico é simples com câmera de 50 MP e uma secundária de apenas 2 MP para macros. Na parte frontal do Moto G34 temos um sensor de 16 MP para o registro de selfies.

O Moto G34 segue o mesmo princípio de outros celulares com câmera de 50 MP: ele comprime quatro pixels em um para resultar em imagens de 12,5 MP. Isso faz com que você economize armazenamento sem grande perda de qualidade.

Padrão | 50 MP



A qualidade fotográfica agrada em locais bem iluminados com cores vibrantes e boa nitidez. Fotografar com o sol de fundo não chega a ser um desafio para o básico da Motorola que apresenta uma faixa dinâmica ampla e HDR eficiente que ajuda a evitar que a pessoa fotografada saia ofuscada pela sombra.

Usar o modo de 50 MP não traz um ganho notável de cara, especialmente se você pretende usar as fotos para compartilhar nas redes sociais. É melhor usar o modo padrão e economizar espaço do armazenamento.

Zoom


O zoom é digital e vai até 8x. Na distância máxima terá uma perda notável de nitidez, mas já vimos piores nesta categoria. A macro é bastante básica e vai exigir paciência para ter fotos nítidas por conta do sensor de baixa resolução e a falta de foco automático.

Desfoque



O desfoque feito via software é eficiente em locais bem iluminados e fica mais artificial à noite. Fotografar em locais com pouca luz chega a ser um desafio para o Moto G34 e o HDR não ajuda, deixando as bordas das imagens ainda mais escuras. Pelo menos o modo noturno ajuda a contornar parte das limitações.

Noturno


A frontal faz selfies decentes quando há luz favorável. Temos imagens um pouco granuladas e com contraste excessivo, mas ainda gera resultados agradáveis. Selfies noturnas apresentam mais ruídos e perda na qualidade das texturas. A nitidez fica ainda mais comprometida com o uso do modo retrato e o flash de tela pode até ajudar a ter melhores fotos.

Selfies



A filmadora grava em Full HD com a traseira e a frontal. A qualidade está dentro do esperado e temos boa estabilização para limitar os tremidos, enquanto o foco poderia ser um pouco mais ágil. As filmagens noturnas apresentam muitos ruídos, mas ainda ficam acima de muitos básicos, enquanto a captura de som é estéreo e tem qualidade decente.

Software

O G34 é o primeiro da Motorola lançado no Brasil com Android 14 e deve receber pelo menos uma atualização para o Android 15. No momento em que testamos, ele estava com pacote de segurança ainda de 2023, quando foi lançado em outros países.

O sistema flui bem para um aparelho da sua categoria. Apesar da interface limpa My UX, ainda temos o app Moto que traz os recursos extras da Motorola para customização da interface e suporte a gestos para acessar rapidamente a câmera ou ligar a lanterna ao sacudir o celular.

O Moto Secure também marca presença e funciona como uma pasta segura protegida por senha para você adicionar uma camada extra de segurança nos seus apps mais importantes, como os bancários.

Há o Moto Connect que espelha a tela do celular para uma TV e ativa uma interface estilo desktop que você pode até controlar com uso de teclado e mouse. Esse tipo de recurso era visto apenas nos celulares mais caros da Motorola com a suíte Ready For.

Rivais

O Moto G34 é o melhor celular 5G acessível ou temos opções melhores?

O Poco M6 Pro traz tela maior com resolução superior, mas seu painel fica limitado a 90 Hz e não há som estéreo. O hardware do básico da Xiaomi é mais simples, mas como temos mais RAM, ele acabou sendo mais ágil em nosso teste multitarefas. Ambos vão bem em autonomia de bateria e levam quase o mesmo tempo para recarregar. O conjunto fotográfico é parecido, com o da Motorola focando em macros e o da Xiaomi em desfoque.

O Moto G54 pode ser encontrado mais barato e com isso pode surgir a dúvida: qual comprar? Ambos têm o mesmo tamanho de tela, com a vantagem na resolução para o G54, assim como a melhor qualidade sonora. Em desempenho eles ficam próximos no multitarefas e nos jogos temos vantagem para o G34 por ter GPU mais potente que lida com resolução inferior. Apesar do conjunto de câmeras idêntico, o modelo superior é melhor em selfies.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes

  • Tela de 120 Hz
  • Som estéreo imersivo
  • Bateria dura bastante

Pontos fracos

  • Desempenho multitarefas abaixo da média
  • Tempo de recarga poderia ser melhor
  • Poderia vir com ultra-wide no lugar da macro
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Seu custo-benefício é até interessante, mas tem o Moto G54 como um forte rival com preço menor

Embalagem e características

Motorola abandona acessórios e manda apenas carregador de 20W na caixa

Comodidade

Ele apresenta boa ergonomia e escorrega menos na versão com textura na traseira que imita couro

Facilidade de uso

É o mesmo Android simples de outros aparelhos da Motorola e traz extras bacanas

Multimídia

Tela poderia ter brilho mais forte, mas som estéreo agrada em potência

Votação Geral

O Moto G34 é um bom celular básico com conectividade 5G; mas é bom ficar de olho na versão com 8 GB de RAM para melhor desempenho multitarefas

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Motorola Moto G34