» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
5.399

Motorola Edge 50 Ultra

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

Temos em mãos o celular mais avançado da Motorola para 2024, o Edge 50 Ultra. Será que ele é capaz de competir com os melhores da Samsung e Apple? Vamos analisar os seus pontos fortes e fracos para saber se a novidade é uma boa compra.

Acessórios

O Moto Edge 50 Ultra vem em caixa escura feita de papel reciclado. Você encontra os seguintes acessórios:

  • Carregador com 125W de potência
  • Cabo USB no padrão C
  • Guia do usuário
  • Chavinha da gaveta do cartão SIM
Design e conectividade

A Motorola está mais empenhada em conquistar o público com design diferenciado e recursos focados na usabilidade do que brigar com as outras marcas em especificações parrudas na luta pelo celular mais potente.

O Edge 50 Ultra tem como atrativo seu acabamento. Além do modelo em couro vegano, também há uma versão com traseira em madeira. Não estamos falando de textura amadeirada, mas sim em madeira de verdade usada no acabamento.

Não há um bloco saltado na traseira para as câmeras, isso virou passado nos celulares da Motorola. Agora temos apenas uma pequena área um pouco elevada que reúne os sensores e flash em LED. O Edge 50 Ultra mantém suas bordas curvas na traseira e frontal para um visual premium e agradável de segurar.

A Motorola adotou certificação IP68 para proteção contra água e poeira. O vidro frontal possui proteção Gorilla Glass Victus para garantir boa resistência contra riscos e impactos. A estrutura de metal é feita de alumínio fosco. A moldura é mais fina nas laterais e mais larga no topo e na parte inferior do aparelho.

Recebemos o modelo na cor preta para testes, mas também a outra chamada de Peach Fuzz, sendo essa a cor Pantone inédita da nova linha de celulares da Motorola. Em ambas as cores temos acabamento em vidro na parte das câmeras, enquanto o de madeira usa a mesma textura em toda a sua traseira.

O leitor biométrico vem incorporado à tela e responde muito bem no reconhecimento da digital. Não espere por entrada para fones de ouvido ou slot para cartões microSD. Pelo menos há 512 GB de armazenamento para suprir a falta de expansão de memória.

Em conectividade temos Wi-Fi de sétima geração, Bluetooth 5.4, NFC e 5G. O Edge 50 Ultra traz carregamento sem fio de 50W com a possibilidade de carregamento reverso de 10W.

Tela e som

A Motorola adotou uma tela de 6,7 polegadas com painel P-OLED com resolução de 1220p e taxa de atualização de 144 Hz. O brilho é bastante alto para garantir boa visibilidade em qualquer lugar. Ainda há suporte a HDR10+ para curtir filmes e séries compatíveis nos serviços de streaming. Só ficou devendo Dolby Vision.

Como temos um painel OLED do tipo 10-bit, há a possibilidade de reproduzir mais de 1 bilhão de cores diferentes. Ele é um dos primeiros celulares do mundo com certificação Pantone, o que garante que as cores que você verá na tela do Edge 50 Ultra são as mais fiéis possíveis.

Há vários modos para escolher o comportamento da taxa de atualização. No Auto, que vem por padrão, terá a tela alternando entre 60, 90 e 120 Hz. Para usar a velocidade máxima de 144 Hz será preciso escolher esta opção no menu. Também há um modo 120 Hz que muda apenas entre essa velocidade e 60 Hz.

O Edge 50 Ultra conta com três saídas de som. Há uma no topo que é simétrica com a inferior e entrega a mesma potência sonora. O alto-falante de chamadas também é usado para reproduzir som multimídia e assim gerar uma maior imersão para curtir filmes, jogos e músicas.

A potência é muito boa com som alto e limpo sem distorção no máximo. Também há um ótimo equilíbrio entre graves, médios e agudos. A Motorola incorporou equalizador completo que vem com suporte a Dolby Atmos.

Desempenho

O Edge 50 Ultra traz o recém-lançado Snapdragon 8s Gen 3, uma versão menos potente do Snapdragon mais avançado que equipa os principais modelos topo de linha de 2024. Os dois chips trazem o mesmo processador octa-core, mas no Motorola a velocidade de operação é inferior. Além disso, neste temos a GPU Adreno 735, sendo menos potente que a Adreno 750.

Temos 12 GB de RAM para lidar com o multitarefas e ainda mais 4 GB do armazenamento para o RAM Boost, podendo chegar a no máximo 24 GB. Ele foi muito bem em nosso teste multitarefas e conseguiu segurar todos os apps abertos em segundo plano, mas não chega a ser tão ágil quanto os melhores do segmento.


Em benchmarks temos números abaixo de outros com Snapdragon 8 Gen 3, como já esperado. No caso do AnTuTu conseguimos ficar próximo de 1 milhão e 500 mil pontos.

E não se preocupe, a GPU menos potente desse chip ainda é capaz de rodar qualquer jogo para Android na qualidade máxima sem dificuldades.

Bateria

O Edge 50 Ultra traz uma bateria de 4.500 mAh, o que pode parecer pouco para o padrão atual, ainda mais quando temos um celular com chip potente que demanda muita energia.


A boa notícia é que o topo de linha da Motorola entrega boa autonomia e rendeu 27 horas em nosso teste padronizado que simula uso moderado. A melhor parte está no carregador de 125W que vem na caixa que leva apenas 20 minutos para encher a bateria.


Mesmo que você precise fazer uma segunda carga no mesmo dia, deixá-lo apenas 10 minutos na tomada já é suficiente para recuperar 50% de sua bateria, o que garante mais de 10 horas de uso moderado.

Câmeras

O conjunto fotográfico é formado por câmera de 50 MP com estabilização do tipo óptica, ultra-wide de 50 MP com foco automático que também supre o papel da câmera macro, além de uma teleobjetiva com lente periscópica com sensor de 64 MP e zoom óptico de 3x.

Boa parte dos recursos IA introduzidos pela Motorola em sua nova interface estão presentes na câmera. O software cuida para reduzir ao máximo os tremidos de capturas em movimentos, faz fotos nítidas de objetos em alta velocidade, além de sempre manter o foco onde deve ficar. Mas como tudo isso se traduz no uso real?

Principal | Ultra-wide



Com ou sem IA, a câmera principal do Edge 50 Ultra faz ótimas fotos ao dia. Ela captura muitos detalhes, apresenta cores vibrantes sem saturação exagerada e o contraste está quase no ponto certo.

Fotos no fim de tarde poderiam ser um pouco melhores. A faixa dinâmica não é tão ampla a ponto de deixar o primeiro plano mais escuro e o HDR não nivela bem o brilho e sombra como outros celulares avançados.

Zoom


A teleobjetiva também agrada com fotos nítidas e com poucos ruídos. Usar o zoom de 3x gera fotos sem perda de qualidade e mesmo ao mesclar com o zoom digital ainda terá fotos com boa qualidade para usar nas redes sociais.

A ultra-wide captura muito mais dos cenários com pouca perda de nitidez comparada com a principal. É bom ver que desta vez, a Motorola acertou nas três câmeras que apresentam resultados sólidos e bem equilibrados. E o mesmo se aplica quando usamos a ultra-wide como macro para fazer capturas próximas.

Noturno



As fotos noturnas agradam, até mesmo com a ultra-wide. Não há muitos ruídos aparentes, a faixa dinâmica é ampla e o contraste bem regulado. Apenas algumas cores saem mais saturadas do que deveriam, mas muitos preferem assim. O zoom também faz fotos nítidas em locais com iluminação limitada.

Selfies



A frontal de 50 MP captura selfies nítidas com ótimo tom de pele. Aliás, o software do Edge 50 Ultra foi otimizado pela Pantone para que capture pessoas com cores reais e ele realmente acerta neste ponto. Mesmo à noite ainda temos selfies claras e nítidas com boas cores e efeito retrato convincente.

A filmadora grava em 4K a 60 fps com a traseira e a frontal. A qualidade dos vídeos é boa e há estabilização que fica sempre ativa e lida bem com tremidos. O foco poderia ser mais ágil, assim como a captura de som, que apesar de ser estéreo, não é das mais nítidas do segmento.

Software

O Edge 50 Ultra vem com Android 14 modificado pela nova interface Hello UI da Motorola. A empresa promete três atualizações do robozinho e quatro anos de patches de segurança trimestrais.

Um pouco de Inteligência Artificial foi incorporada ao novo software da Motorola. Entre as novidades está a possibilidade de gerar papéis de parede personalizados que combinam com seu estilo ou até mesmo com a sua roupa do dia.

Há o Painel de Criação que reúne vários filtros e efeitos que você pode aplicar em suas fotos e vídeos ao compartilhar nas redes sociais. Um menu lateral aparece com os atalhos em apps compatíveis, bem no estilo Tela Edge.

O aplicativo Moto foi repaginado e agora traz categorias mais organizadas para que você encontre mais facilmente o que busca. Os gestos ficam todos em uma única página e ganharam animações que facilitam o entendimento de suas funções.

Os recursos Ready For e Moto Connect agora residem em um novo app chamado Smart Connect que reúne as mesmas funcionalidades de transformar seu celular num desktop e conectá-lo a uma TV ou monitor, como também toda a parte de compartilhamento de tela, arquivos e outros tipos de conectividade.

Rivais

O Edge 50 Ultra é um melhor celular topo de linha que o iPhone 15 Pro Max? O modelo da Maçã traz tela com brilho mais forte e melhor som, enquanto o da Motorola ganha em fluidez com seus 144 Hz. O iPhone é mais rápido no multitarefas, tem melhor bateria e filmadora mais profissional.

O Galaxy S24 Ultra é um celular Android mais completo? Além de ter a S Pen como extra e sete anos de atualizações garantidas, ele entrega desempenho mais ágil, bateria que dura mais e conjunto fotográfico mais avançado. O modelo coreano também se destaca na filmadora por ser capaz de filmar em 8K.

Pontos fortes e fracos

Pontos Fortes

  • Tela de 144 Hz com brilho forte
  • Som estéreo de qualidade
  • Rápido tempo de recarga
  • Câmeras fazem boas fotos e vídeos

Pontos Fracos

  • Desempenho abaixo dos rivais
  • Bateria dura menos que outros da categoria
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Ele não chega a ser tão completo quanto os melhores de outras marcas, mas terá bom custo-benefício com o tempo

Embalagem e características

O Edge 50 Ultra vem em embalagem ecológica com papel reciclado e traz carregador potente de 125W

Comodidade

Apesar de grande, não deixa de ser um celular agradável de segurar por causa de textura que imita couro

Facilidade de uso

Vem com nova interface com foco em IA e recursos conhecidos aprimorados

Multimídia

Tela tem ótimo brilho e cores; som estéreo entrega boa potência e equilíbrio entre graves, médios e agudos

Votação Geral

O Edge 50 Ultra é um bom topo de linha, apesar de não ser o mais potente

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Motorola Edge 50 Ultra