» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
1.699

Poco M6 Pro

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

Temos em mãos o Poco M6 Pro em sua versão 4G. Ele é praticamente um Redmi Note 13 Pro com sensor mais simples de câmera. Será que vale a pena economizar e pegar este modelo ou há opções melhores da Xiaomi? Vamos descobrir.

Acessórios

O Poco M6 Pro 4G vem em embalagem amarela tradicional da Xiaomi. Além do celular, você recebe os seguintes acessórios:

  • Carregador com 67W de potência
  • Cabo USB no padrão C
  • Guia do usuário
  • Capa de silicone
  • Chavinha da gaveta do SIM Card
Design e conectividade

O design do Poco M6 Pro já é conhecido e segue o padrão de outros modelos da marca. Começando pela traseira, temos duas das três câmeras em destaque com aros gigantes que saltam bastante do restante do corpo. A terceira câmera é menor e fica alinhada com o flash em LED que também vem envolto por aro metálico.

Como é padrão da marca, há o clássico logo da Poco grafado ao lado direito do conjunto fotográfico, mas vem com fonte menor neste modelo. Também há menção à resolução do sensor principal, assim como a presença de estabilização via hardware.

Ele é encontrado em três opções de cores com pintura em dois tons. Isso fica mais evidente nos modelos claros em azul e roxo, enquanto neste modelo em preto que testamos só conseguimos notar o bloco superior diferente do restante do corpo quando olhamos contra a luz.

O corpo é feito em plástico com acabamento fosco. Na parte frontal temos vidro com proteção Gorilla Glass 5 para boa resistência contra quedas e riscos, enquanto a traseira tem acabamento liso que mancha com facilidade. A Xiaomi adotou certificação IP54, o que garante uma proteção razoável contra água e poeira.

A parte frontal exibe bom aproveitamento para tela com bordas finas e pequeno furo para a câmera de selfies centralizado no topo. O display traz leitor biométrico do tipo óptico incorporado que responde bem, o que é raro de ver em celulares da linha Poco M.

Há entrada padrão para fones de ouvido no topo, ao lado de uma das saídas de som e também do emissor infravermelho. Do lado esquerdo temos a gaveta híbrida que permite abrir mão de um segundo chip para expandir o armazenamento.

Em conectividade há Wi-Fi no padrão AC com suporte a redes de 5 GHz, Bluetooth 5.2 e NFC. Se faz questão de ter conectividade 5G, então terá que comprar a outra versão do Poco M6 Pro.

Tela e som

Na parte multimídia temos uma grande tela com 6,67 polegadas com resolução Full HD+, taxa de atualização de 120 Hz e tecnologia AMOLED que entrega bom nível de brilho. O Poco M6 Pro fica devendo suporte a HDR, mas temos amplo contraste e ângulo de visão para uma ótima experiência.

A tela regula a taxa de atualização de forma automática por padrão e chega a reduzir até 60 Hz em determinados momentos, o que ajuda a economizar bateria. Ela também possui um modo intermediário a 90 Hz, mas passa a maior parte do tempo na velocidade máxima de 120 Hz para melhor fluidez.

Você pode até travar o painel em 60 Hz se quiser economizar o máximo de bateria. A tela possui um modo boost que aumenta rapidamente a velocidade do sensor de toque, o que melhora o tempo de resposta em jogos. Também há uma menor oscilação de brilho comparado a celulares de outras marcas para um menor cansaço visual.

O Poco M6 Pro possui dois alto-falantes, mas vem com três saídas de som. O que fica no topo do aparelho compartilha o canal esquerdo com o alto-falante de chamadas. Sua potência máxima é inferior à saída de som próxima à porta USB, mas isso não chega a comprometer a imersão sonora.

Temos um som potente que não distorce no máximo e que garante bom equilíbrio entre graves, médios e agudos. Você terá uma boa experiência com músicas, filmes e jogos. Ainda há equalizador completo com Dolby Atmos que ajuda a aprimorar a imersão com vários perfis para escolher.

Desempenho

O Poco M6 Pro vem equipado com o chipset Helio G99 Ultra, uma versão mais atual do clássico G99 presente em vários intermediários de baixo custo. No modelo que testamos temos 8 GB de RAM para lidar com o multitarefas e mesmo assim ainda é comum ver o intermediário da Xiaomi recarregar alguns apps abertos em segundo plano.


Em benchmarks temos números similares ao Redmi Note 13 Pro, como esperado, já que ambos vêm com mesmo chipset e quantidade de memória. No AnTuTu ficamos na média dos 400 mil pontos.

Testamos alguns jogos e tivemos desempenho razoável no Call of Duty na qualidade média com apenas o anti-aliasing ativado. No PUBG é possível jogar na qualidade HD no alto com tudo ativado.

Bateria

O Poco M6 Pro vem com bateria de 5.000 mAh e rendeu mais de 27 horas de uso moderado em nosso teste. É curioso ver que o Redmi Note 13 Pro vem com o mesmo tamanho de bateria e mesmo com hardware parecido rendeu 3 horas a menos.


Para quem se preocupa mais com bateria, esse é o melhor modelo dos dois para comprar. Temos um carregador de 67W na caixa que leva 50 minutos para encher a bateria e se destaca para o segmento.


O carregamento rápido recupera um terço em 15 minutos na tomada e chega a quase 70% com meia hora de carga, o que já é suficiente para garantir um dia inteiro de uso mais leve.

Câmeras

O conjunto fotográfico é formado por câmera de 64 MP com sensor da OmniVision e traz estabilização do tipo óptica. A ultra-wide também traz sensor da mesma marca, mas aqui temos uma resolução máxima de 8 MP e sem foco automático. Por fim, há um sensor simples de apenas 2 MP dedicado para macros.

A qualidade fotográfica é decente no modo padrão que comprime quatro pixels em um para arquivos de 16 MP. Apesar do nível de detalhes ser satisfatório para um celular desta categoria, temos saturação exagerada com contraste além do ideal e pós-processamento agressivo.

Padrão | 64 MP



O alcance dinâmico é bom e ajuda a evitar fotos escuras com o sol de fundo, apesar do contraste ficar abaixo do ideal. Ao mudar para o modo 64 MP, terá fotos mais nítidas e com melhor contraste, mas perde no HDR menos eficiente que deixa a luz mais estourada.

A ultra-wide poderia ser melhor. Ela tende a prolongar a captura de luz e registra fotos mais claras do que deveria, perdendo detalhes nas sombras e deixando partes borradas. Como não há uma câmera dedicada para zoom, você terá que usar a principal para isso, que até faz boas fotos se não passar do zoom de 2x.

Principal | Ultra-wide



O desfoque é feito via software e entrega efeito decente, apesar de também limitar o desempenho do HDR, o que resulta em fundo mais claro com luz estourada. Não espere muito da câmera macro que por conta do sensor de baixa resolução sofrer para fazer fotos nítidas e o foco fixo também não ajuda a capturar pequenos detalhes.

Macros


O desempenho fotográfico surpreende à noite por registrar fotos com boa nitidez, poucos ruídos e cores próximas da realidade. Mesmo a ultra-wide apresenta boas imagens com balanço de brilho e contraste próximo do sensor principal. O zoom fica mais limitado em locais com pouca luz e o modo noturno entra em ação quando necessário e ajuda a ter fotos melhores.

Noturno



A câmera frontal de 16 MP faz boas selfies com iluminação adequada e sofre um pouco em nitidez em locais mais escuros, mas ainda está dentro do esperado para o segmento. Temos boas cores e tom de pele próximo do ideal, além de efeito retrato que faz bom desfoque, apesar de apresentar pequenos erros.

Selfies



A filmadora grava em Full HD com a traseira e frontal. A qualidade das filmagens é decente em termos de nitidez e cores, mas saem mais escuras do que deveriam em locais com pouca luz. O foco é ágil e a estabilização óptica lida bem com boa parte dos tremidos. A captura de som é estéreo e tem boa qualidade.

Software

O Poco M6 Pro estava com Android 13 modificado pela MIUI 14 no momento em que testamos. Seu pacote de segurança também estava alguns meses atrasado, mas o modelo faz parte da lista de celulares da Xiaomi que receberão a interface HyperOS baseada no Android 14.

O software usa por padrão 4 GB do armazenamento para expandir a RAM, sendo possível escolher 6 GB ou mesmo 8 GB. Só não espere que isso resolva a falha do gerenciamento em manter todos os aplicativos abertos em segundo plano.

Os recursos são os mesmos encontrados em outros com MIUI 14, como o suporte completo a temas, o sensor de batimentos cardíacos integrado ao leitor de digitais, além da Barra Lateral para acessar rapidamente seus apps mais usados ou ter ferramentas dedicadas para aplicativos específicos.

Rivais

O Poco M6 Pro é o melhor celular 4G da categoria ou há melhores?

O realme C67 vem forte para conquistar os que buscam um intermediário de baixo custo. Ele traz tela ainda maior, porém com painel IPS LCD de 90 Hz, mas até entrega bom nível de brilho. Ele também tem som estéreo com boa potência, apesar de ficar abaixo na qualidade sonora. O realme ganha em desempenho e bateria. Ele também faz boas fotos, mas o Poco se destaca mais à noite.

O Redmi Note 13 4G seria uma boa alternativa? Ele vem com o mesmo tamanho de tela e painel AMOLED de 120 Hz com bom nível de brilho. Temos som estéreo, porém com potência e qualidade um pouco abaixo do Poco. Ele perde em desempenho para o Poco e fica acima em autonomia. No Redmi temos um sensor mais avançado que captura mais detalhes e melhor câmera ultra-wide, mas o modo noturno é menos eficiente.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes

  • Boa experiência multimídia
  • Bateria dura bem
  • Bom zoom digital
  • Faz boas fotos noturnas

Pontos fracos

  • Câmera ultra-wide decepciona em fotos diurnas
  • Poderia ter melhor desempenho multitarefas
  • Falta filmadora 4K
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

O custo-benefício é mais interessante que o Redmi Note 13 Pro 4G com preço mais justo pelo conjunto

Embalagem e características

Embalagem vem com capinha de silicone e carregador com boa potência

Comodidade

É um celular grande e escorregadio, mas pelo menos vem capinha na caixa

Facilidade de uso

MIUI 14 flui bem apesar do gerenciamento de RAM decepcionante; recursos são os mesmos de outros lançamentos recentes da Xiaomi

Multimídia

A tela AMOLED tem boa qualidade e brilho alto, além de som estéreo potente

Votação Geral

O Poco M6 Pro 4G traz um conjunto bem equilibrado entre experiência multimídia, desempenho, bateria e câmeras

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Poco M6 Pro