» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
3.499

Samsung Galaxy S20 FE

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

A Samsung decidiu abandonar o nome Lite em seus flagships mais econômicos e o sucessor do Galaxy S10 Lite chega ao mercado como S20 Fan Edition, ou apenas S20 FE. De acordo com a coreana, ele recebe esse nome porque foi feito pensado em tudo o que os fãs da linha Galaxy querem em um bom celular: hardware top de linha, bateria grande, tela avançada e boas câmeras. Será que ele entrega tudo isso?

Antes de mais nada é bom informar que o modelo testado pelo TudoCelular é a versão internacional com Snapdragon que foi concedida pela Samsung Brasil. Porém, o modelo que você encontrará nas lojas vem com o mesmo Exynos dos demais da linha S20. Com isso em mente, podemos ter pequenas diferenças no desempenho e duração da bateria. De resto ambos são iguais, então vamos conferir o que o Galaxy S20 FE tem a oferecer.

Acessórios

O Galaxy S20 FE vem em embalagem clara, diferente dos demais da linha S20 com caixa em tom escuro. O modelo que testamos não veio com fone de ouvido, mas o que é encontrado nas lojas vem com o acessório.

  • Carregador de 15W com suporte a carregamento acelerado
  • Cabo no padrão USB-C nas duas pontas
  • Fone de ouvido
  • Ponteiras para o fone em tamanhos diferentes
  • Manuais do usuário
  • Chavinha para abrir gaveta do cartão SIM
  • Capinha de silicone transparente
Design e construção

O S20 FE fica situado entre o S20 e o S20 Plus em tamanho. O seu design não tem o mesmo apelo premium dos demais flagships da linha. A sua tela é plana e tem bordas mais largas. O acabamento em vidro na traseira foi trocado pelo mesmo plástico que encontramos no Note 20. Aliás, o layout das câmeras lembra bastante o phablet coreano.

O acabamento foge do plástico espelhado da linha Galaxy A e aqui temos um toque mais acetinado para dar a impressão de modelo mais premium, porém escorrega com a mesma facilidade. Pelo menos acumula menos marcas de dedo e pode ser um alívio para quem é fissurado em manter o celular sempre limpo.

Apesar do retrocesso no acabamento, o S20 FE herda a certificação IP68 para resistência contra água e poeira, além do suporte a carregamento sem fio que fazem falta no S10 Lite. O Wi-Fi agora é de sexta geração, porém o Bluetooth continua na mesma versão de antes.

Um dos maiores destaques do S20 FE é ter muito mais opções de cores. Há seis disponíveis no mercado nacional: branco, vermelho, azul, laranja, verde e lavanda. São cores chamativas para conquistar o público mais jovem.

Tela e som

A tela de 6,5 polegadas não faz parte da grife Dynamic AMOLED, mas pelo menos mantém os 120 Hz dos modelos superiores. Sua resolução é apenas Full HD+, mas suficiente para entregar uma imagem nítida. O brilho máximo é similar ao do S20 tradicional e garante boa visibilidade mesmo nos dias mais ensolarados. Há suporte a HDR que funciona com YouTube e Amazon Prime Video.

A tela pode ser usada nos modos 60 ou 120 Hz. Não há um modo automático que permute entre os dois como acontece em celulares de outras marcas. Então saiba que ao optar por 120 Hz você terá fluidez superior o tempo todo em troca de menor autonomia da bateria.

As cores exibidas são saturadas iguais às de outros com tela Super AMOLED, mas você pode melhorar a calibração ao mudar para o perfil Natural nas configurações. No geral, a tela do S20 FE não fica devendo para seus irmãos mais caros.

A parte sonora evoluiu e agora há som estéreo devido ao alto-falante de chamadas que serve como canal secundário. O S20 FE entrega som mais potente do que seu antecessor, mas não a ponto de se igualar com os demais da linha S20. Isso também se aplica à qualidade sonora. Ele entrega bom áudio, mas falta graves. Pelo menos não distorce quando no máximo e reproduz vozes com boa clareza.

Desempenho

O S10 Lite conquistou os brasileiros por vir com Snapdragon e entregar bom desempenho. O novo chega ao Brasil com hardware da própria Samsung, o que pode ser decepcionante para alguns.

Bem, a unidade que testamos é equipada com o Snapdragon 865 e para nossa surpresa não conseguiu superar o S10 Lite em nosso teste de velocidade focado no multitarefas. Problema de otimização de software? Provavelmente.


Isso fica claro nos benchmarks onde temos pontuações superiores em todos os testes. No AnTuTu chegamos a alcançar uma diferença de 20% na pontuação, ficando bem acima do Exynos 990 presente na linha S20.

A GPU Adreno 650 roda todos os jogos para Android com fluidez máxima mesmo na configuração mais alta, coisa que a Mali-G setenta e sete do Exynos 990 também consegue. A diferença é que o chip gráfico da Qualcomm esquenta menos e você sentirá uma menor queda na fluidez ao jogar por muitas horas. Com relação à tela de 120 Hz, são poucos os jogos que tiram proveito disso no Galaxy S20 FE.

Câmeras

A câmera principal do S20 FE é a mesma do S20 e S20 Plus. A Samsung reduziu a resolução da teleobjetiva e trocou o sensor da ultra-wide para um mais simples. Como isso afeta a qualidade? Bem, o S20 FE no geral é capaz de registrar ótimas fotos de dia e à noite e não mostra uma qualidade significativamente inferior aos irmãos mais caros.

Como a câmera principal é a mesma, temos praticamente a mesma qualidade. As fotos apresentam muitos detalhes, cores bem equilibradas sem excesso de saturação e poucos ruídos. À noite até conseguirá boas fotos, mas é aqui que começamos a ver as limitações do S20 FE com um modo noturno menos eficiente.

Principal | Ultra-wide




Por mais que a Samsung tenha trocado o sensor da ultra-wide para um mais simples, o S20 FE não decepciona com esta câmera e registra boas fotos. O software de correção de distorção faz bem o seu trabalho. Já em locais escuros notamos menos ruídos do que vimos no S20, porém há menos detalhes distantes. Você pode ativar o modo noturno para recuperar a nitidez perdida.

A teleobjetiva traz zoom óptico de 3x e entrega zoom digital máximo de 30x. Não vale muito à pena ir além dos 10x já que a nitidez cai bastante. Se você não abusar tanto do zoom no FE conseguirá boas fotos, sendo até possível usar essa câmera para chegar muito perto de algo – o que pode quebrar o galho na falta de uma câmera dedicada para macros.

Normal | Noturno



Zoom 3X | 10X | 30X


Apesar de não ter um sensor dedicado para desfoque de fundo ainda é possível usar o modo retrato de forma eficiente com objetos. A separação é boa e luz e texturas não são penalizadas.

A câmera frontal possui resolução superior ao S20 e S20 Plus, porém a qualidade é inferior. Isso acontece porque o sensor de 32 MP comprime quatro pixels em um para gerar fotos de 8 MP e depois faz upscale para 10 MP para nivelar com os modelos mais caros, e nisso as selfies perdem nitidez.

Selfies



Retrato


Isso não quer dizer que o S20 FE vá sofrer para tirar selfies, mas é bom sempre ter uma fonte de luz por perto se não quiser ter fotos cheias de ruídos.

A filmadora também foi limitada e perde a possibilidade de gravar vídeos em 8K como os demais da linha S20. Até mesmo quando filma em 4K temos vídeos com nitidez inferior e menos detalhes registrados. Pelo menos as cores e o alcance dinâmico não foram sacrificados. Também é possível filmar em 4K com a ultra-wide, mas apenas a 30 fps.

Há estabilização eletrônica em todos os modos e câmeras, e o software reduz bastante os tremidos, apesar de não conseguir eliminá-los por completo. A frontal faz filmagens decentes e tem foco dinâmico que apresenta poucas falhas no desfoque de fundo. A captura de áudio tem boa clareza e pouco ruído de fundo.

Bateria

A Samsung manteve a bateria de 4.500 mAh da geração anterior, porém a autonomia caiu. É bom lembrar que o modelo que testamos é equipado com Snapdragon e ficou abaixo do S20 com Exynos que possui bateria menor. Talvez essa tela Super AMOLED adotada pela Samsung não seja tão econômica quanto a Dynamic AMOLED dos modelos mais caros.


Se você usar o S20 FE com a tela no modo 60 Hz, até será possível ter autonomia para o dia todo, mas se mantiver os 120 Hz o tempo inteiro, talvez precise fazer uma segunda carga no início da noite.


Outro ponto decepcionante é o tempo de recarga. Apesar do S20 FE ter suporte a 25W, A Samsung decidiu enviar um carregador de apenas 15W na caixa. O resultado dessa economia é que o novo passa mais tempo na tomada que seu antecessor e agora demora 1 hora e meia para ir de 0 a 100%. Com uma carga de 15 minutos você terá 20% recuperados.

Software

Parte de software não há novidade para quem já experimentou a One UI 2.5 rodando sobre o Android 10. Aqui terá os mesmos recursos dos demais flagships da marca, incluindo o DeX sem fio para ser usado com TVs.

O sensor de digitais está integrado à tela e fica mais próximo da borda inferior que os demais da linha S20, o que torna mais agradável desbloquear o aparelho enquanto o segura com apenas uma mão.

O software da Samsung vem evoluindo a cada atualização e mostra boa fluidez e rapidez no multitarefas. E não podemos esquecer que o S20 FE receberá três atualizações do Android e logo mais deve ganhar a versão 11 do robozinho que já está em estágio beta para vários aparelhos da coreana.

Rivais

O Galaxy S20 FE é um celular bacana, mas atualmente ele custa o mesmo do S20 Plus, que no geral é um melhor celular. Sem falar do S20 tradicional que já aparece em promoções por bem menos e tem desempenho superior no multitarefas, bateria dura um pouco mais e traz câmeras melhores.

Já contra modelos de outras marcas na mesma faixa de preço, ele acaba se saindo melhor. O LG Velvet e Motorola Edge perdem em desempenho e possuem câmeras mais limitadas. O rival coreano apenas se destaca em bateria.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes

  • Tela de 120 Hz
  • Som estéreo potente
  • Bom desempenho em apps e jogos
  • Boas câmeras traseiras

Pontos fracos

  • Autonomia de bateria mediana
  • Tempo de recarga inferior ao antecessor
  • Câmera de selfies mediana
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Atualmente está mais caro do que o Galaxy S20 tradicional, o que não faz muito sentido

Embalagem e características

Embalagem traz o essencial para o smartphone

Comodidade

Apesar do acabamento fosco, escorrega tão fácil quanto as versões mais caras em vidro

Facilidade de uso

Mesma One UI presente nos demais com três anos de updates

Multimídia

Tela de qualidade com brilho alto e som estéreo potente

Votação Geral

O Galaxy S20 FE é uma versão levemente capada do S20, mas entrega bom conjunto

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Samsung Galaxy S20 FE