» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
1.234

Samsung Galaxy M22

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

Temos em mãos o Galaxy M22, mais uma opção de celular intermediário da Samsung. O aparelho tem muito em comum com o A22 e poderíamos até dizer que os dois são irmãos gêmeos. Mas o que muda de um para o outro? O que o Galaxy M22 tem de bom e ruim? Ele vale os R$ 1.800 do lançamento? É isso que vamos descobrir nesta análise do TudoCelular.

Acessórios

O Galaxy M22 vem em embalagem tradicional na cor branca com a imagem do aparelho estampada na parte frontal. Além do celular, você recebe os seguinte acessórios:

  • Carregador de 15W de potência
  • Cabo USB no padrão C
  • Guia do usuário
  • Chavinha da gaveta do SIM card
Design e conectividade

O design do Galaxy M22 lembra bastante o de outros mais avançados da linha M. Ele também se parece com seu irmão A22, mas enquanto o outro modelo tem acabamento em plástico liso, esse traz material fosco com textura que torna o aparelho menos escorregadio.

O Galaxy M22 está disponível em menos opções de cores e pode ser encontrado nos tons azul, preto ou branco. A frontal lembra bastante outros intermediários acessíveis com entalhe em formato de gota e queixo largo.

O leitor biométrico fica na lateral direita integrado ao botão de energia, logo abaixo da tecla de volume. Ele funciona bem e reconhece rapidamente a digital cadastrada. Do lado oposto há a gaveta para dois chips e cartão micro SD. No topo há apenas um microfone, enquanto na parte inferior há outro microfone, a entrada para fones de ouvido, a porta USB-C e o alto-falante.

Na parte de conectividade, temos Wi-Fi padrão AC para dual band com redes 5 GHz, Bluetooth de quinta geração e NFC. Aqui é onde temos uma diferença para o A22 que possui uma versão com conectividade 5G.

Tela e som

A tela do M22 tem 6,4 polegadas, resolução HD+ com painel Super AMOLED e taxa de 90 Hz. O nível de brilho é bom, superando até mesmo celulares bem mais caros da Motorola. Com o M22 terá boa visibilidade mesmo em locais mais claros e com cores vibrantes com saturação elevada que agrada a maioria. Há opções para customizar a saturação e temperatura do branco ao seu gosto.

O M22 não é o primeiro da categoria com tela de 90 Hz e a Samsung já tem até celulares mais baratos como o M12, mas é importante ver que a empresa não decidiu capar esse modelo com painel inferior para valorizar o A22. Só ficou faltando suporte a HDR10 para tirar melhor proveito dos serviços de streaming.

E assim como no A22, o M22 também fica limitado a áudio mono por ter apenas uma saída de som. A potência é decente, mas a qualidade sonora poderia ser melhor. Os agudos se destacam mais que as demais frequências e passam a impressão de um som estridente quando no máximo. Os médios e graves ficam apagados, mas não estão completamente ausentes.

A rival Motorola ainda vem mandando fone de ouvido com seus celulares, enquanto a Samsung abandonou o acessório já tem algum tempo. Pelo menos há entrada padrão para fones neste modelo.

Desempenho

O Galaxy M22 vem com a plataforma Helio G80 da MediaTek e curiosamente foi mais rápido do que o A22 que traz o mesmo hardware e quantidade de RAM. Parece que a Samsung otimizou melhor o software deste e acabou se destacando mais no multitarefas. Ele consegue segurar uma maior quantidade de apps abertos, o que é muito bom e fica acima de muitos da categoria.


Em benchmarks temos o inverso com o A22 se destacando em alguns testes. No AnTuTu vimos uma diferença de mais de 20 mil pontos, mas é sempre bom reforçar que os resultados variam neste benchmark a depender da temperatura do aparelho.

E em jogos? CoD Mobile rodou bem na qualidade média com taxa de quadros em Alta, mas com todos os extras desativados. No PUBG rodou liso com gráficos em HD e molduras no Alto e antialising em 2x.

Bateria

O M22 vem com bateria de 5.000 mAh e mostrou ótimo rendimento em nosso teste padronizado chegando a passar das 30 horas de uso e ficando acima do A22 com mesmo tamanho de bateria. Mesmo que você faça uso mais pesado ainda terá bateria para o dia todo tranquilamente.


O carregador que vem na caixa é o clássico de 15W presente na maioria dos intermediários da Samsung. Ele demora mais de duas horas para fazer a bateria do M22 ir de 0 a 100%. Com uma carga rápida de 15 minutos temos 13% recuperados e chegamos a 25% com meia hora.

Câmeras

O conjunto fotográfico do Galaxy M22 é formado por câmera de 48 MP, ultra-wide, uma para macros e outra para desfoque de cenário. Na parte frontal temos câmera de 13 MP para selfies, e como já deve ter percebido, é um conjunto bastante comum entre os intermediários da Samsung.

Principal | Ultra-wide




O M22 registra boas fotos em locais bem iluminados. A principal apresenta cores mais quentes, porém com contraste mais controlado. Isso faz com que às vezes tenhamos a sensação de imagem sem vivacidade. Isso acaba sendo resolvido pela ultra-wide. Esta tende para cores mais frias e exagera no contraste, matando os detalhes das sobras, além disso há distorção de lente em troca de maior campo de visão.

Noturno


Fotografar à noite não chega a ser um desafio, mas também não é o forte do M22. Evite locais muito longe de uma fonte de luz se não quiser ter suas fotos muito granuladas. A câmera macro tem uma distância focal longa e não possui foco automático, o que acaba limitando bastante seu uso. A de desfoque funciona bem e não tende a apresentar erros mesmo em cenários mais complexos.

Macro


Desfoque



A frontal registra boas selfies com pós-processamento menos agressivo que evita exagerar no efeito de suavidade da pele. Claro que à noite perde nitidez e há um pouco de granulado, mas ainda terá boas selfies para compartilhar nas redes sociais. O modo retrato funciona bem independentemente do nível de iluminação do cenário.

Selfies



O Galaxy M22 filma na resolução Full HD com a câmera traseira principal, ultra-wide e frontal. A qualidade dos vídeos é inferior à das fotos, mas não a ponto de sacrificar as filmagens noturnas como é comum em celulares mais baratos. Os vídeos não saem muito tremidos, o foco é ágil e a captura de som é estéreo com boa qualidade.

Software

O M22 vem com a One UI 3.1 Core, a versão mais enxuta da interface da Samsung que deixa de lado alguns recursos mais avançados como o Pasta Secura. Porém temos a maioria dos recursos como o Tela Edge, a possibilidade de abrir aplicativos em janela e todos os extras do Always-on display.

Apesar da interface teoricamente ser mais simples que aquela presente na linha Galaxy A, notamos que há um pequeno atraso na resposta do sistema. Isso não chega a impactar na fluidez, mas a impressão que temos é que o software demora um pouco para processar os comandos do usuário.

Com relação a atualizações, ele receberá a versão 12 do Android nos próximos meses e no momento que testamos estava com pacote recente de segurança.

Rivais

Depois desta análise ficou em dúvida entre o Galaxy M22 e o A22? O M22 foi mais ágil em nosso teste multitarefas e sua bateria rendeu mais, o que mostra que o software da Samsung evoluiu desde que o A22 foi lançado. Sendo assim, compre o M22 se ambos estiverem na mesma faixa de preço.

O seu maior rival da Motorola é o Moto G20, que também tem tela de 90 Hz, mas vem com painel LCD com brilho mais fraco. Ambos entregam mesmo nível de desempenho, com o Galaxy se destacando em bateria. Apesar do conjunto fotográfico ser muito parecido entre ambos, o M22 registra melhores fotos e vídeos.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes:

  • Tela Super AMOLED de 90 Hz
  • Ótima autonomia de bateria
  • Boas câmeras
  • Software com bom suporte

Pontos fracos:

  • Som distorce no máximo
  • Tempo de recarga
  • Não grava em 4K
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Seu custo-benefício atual é ok, mas compre o Galaxy A22 se estiver mais barato

Embalagem e características

Embalagem traz apenas o essencial, sem fone de ouvido ou capinha

Comodidade

Plástico fosco o torna menos escorregadio que o Galaxy A22

Facilidade de uso

Ele vem com a One Ui Core, uma versão mais capada do Android da Samsung

Multimídia

Tela tem bom brilho e cores, além de ser 90 Hz; apenas a parte sonora poderia ser melhor

Votação Geral

O Galaxy M22 é um bom intermediário simples para quem não é muito exigente

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Samsung Galaxy M22