» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
959

Samsung Galaxy M13

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

O Galaxy M13 é um celular básico da Samsung que chegou ao mercado nacional no início do segundo semestre exclusivamente para o site da marca e de algumas lojas do e-commerce. Seu preço de estreia pareceu bem salgado na época, mas agora encontra-se com valor bem mais atrativo. Será o Galaxy M13 uma boa opção de celular básico? Vamos conferir.

Acessórios

O Galaxy M13 vem em embalagem tradicional na cor branca com a imagem do aparelho estampada na parte frontal. Além do celular, você recebe os seguinte acessórios:

  • Carregador de 15W de potência
  • Cabo USB no padrão C
  • Guia do usuário
  • Chavinha da gaveta do SIM card
Design e conectividade

A Samsung ama lançar celulares parecidos em linhas diferentes e este é o caso do Galaxy M13 que tem muito em comum com o seu irmão Galaxy A13. Porém, para tentar diferenciar os dois aparelhos, a coreana apostou em design único para cada um.

O A13 traz traseira lisa com as câmeras organizadas individualmente, algo visto em modelos mais caros da marca. O M13, por outro lado, tem acabamento fosco com textura formada por pequenas linhas que evitam o acúmulo de marcas de dedo e torna o celular menos escorregadio.

Há bloco em destaque para as câmeras e neste temos apenas um trio, diferente do A13 que traz quatro câmeras. O Galaxy M13 pode ser encontrado no varejo nacional nas opções de cores cobre, verde e azul. A parte frontal exibe o clássico entalhe em formato de gota e borda inferior mais larga que as demais.

O Galaxy M13 é feito de peça única de plástico que parte da traseira e cobre as laterais, mas sem a textura. Ainda assim é um aparelho com boa construção que não aparenta fragilidade e possui boa ergonomia para o uso com apenas uma mão.

O leitor biométrico fica na lateral direita em boa posição para uma experiência precisa e confortável. Ele não é dos mais ágeis no desbloqueio, mas está dentro do esperado para o segmento. Há um pequeno atraso no funcionamento após a tela ser bloqueada, mas não deve incomodar a maioria.

Na parte inferior temos a entrada padrão para fones de ouvido, a conexão USB do tipo do C, o microfone de chamadas e a única saída de som do aparelho. No topo há mais um microfone para a captura de som estéreo com a filmadora, enquanto do lado esquerdo temos a gaveta tripla que permite o uso de dois chips e um cartão de memória ao mesmo tempo; a Samsung alega que é possível usar microSD de até 1TB com o Galaxy M13.

Em conectividade temos apenas o básico com Wi-Fi AC para suporte a redes 5 GHz e Bluetooth 5.0. Se busca um aparelho com conectividade 5G, então precisará partir para o Galaxy M23.

Tela e som

Se busca um celular com tela com alta taxa de atualização, ficará decepcionado com o Galaxy M13. Aqui temos um painel LCD simples limitado a 60 Hz, mas que até entrega um bom nível de brilho para a categoria. Ele não sofre tanto sob luz solar, mas peca em visibilidade comparado a outros básicos com tela OLED.

A resolução Full HD+ do display vai agradar quem curte alta nitidez, apesar do contraste e ângulo de visão não surpreenderem. Ainda assim, a tela do Galaxy M13 é capaz de oferecer uma boa experiência para o dia a dia e não fica distante do que é visto em outros do segmento com o mesmo tipo de painel.

A parte sonora é que decepciona no M13. Além de termos apenas um alto-falante, o que é até comum para a categoria, ele não empolga na potência e está abaixo do segmento. Não apenas isso, mas os agudos e graves se embaralham, enquanto os médios são praticamente inexistentes.

Essa falta de harmonia entre as frequências sonoras limita bastante a experiência multimídia do aparelho, seja para o consumo de filmes ou músicas. Pelo menos há entrada padrão para fones de ouvido, o que permite que você use qualquer fone que possua para ter uma melhor experiência.

Desempenho

O M13 traz o mesmo chipset visto no A13 e em outros básicos da Samsung, o Exynos 850. Ele é formado por processador octa-core de alta velocidade e vem aliado com 4 GB de RAM. Além disso, a Samsung trouxe uma versão mais enxuta da sua interface modificada do Android, mas ainda assim vemos que o desempenho decepciona.

Ele acaba recarregando apps com frequência e demora para alternar entre os aplicativos abertos. Ainda assim, foi capaz de superar o seu antecessor em nosso teste de velocidade focado no multitarefas, mas acabou ficando abaixo do Galaxy A13 com o mesmo hardware.


Em benchmarks temos a mesma pontuação vista no Galaxy A13 e também no M12, outro da Samsung com Exynos 850. Comparado aos rivais na mesma faixa de preço, vemos o M13 conseguir pontuações maiores comparado ao Helio G37 do Moto G22, mas a diferença não é tão grande no AnTuTu.

Ele até que vai bem em jogos e consegue rodar PUBG na qualidade HD com taxa de quadro em Alta e recursos extras ativados. No Call of Duty terá que deixar na opção média com tudo desativado para ter uma boa experiência.

Bateria

O Galaxy M13 é mais um da Samsung com bateria de 5.000 mAh, mesmo tamanho encontrado no seu antecessor e também no A13. Curiosamente, a autonomia não chega a igualar o modelo do ano anterior, o que mostra que a Samsung pecou em otimização nesta geração.


A boa notícia é que a bateria ainda dura o dia todo e consegue até render dois dias em uso mais leve e sem jogos. O carregador que vem na caixa é o mesmo de 15W presente em outros modelos baratos da Samsung. Ele leva mais de duas horas para encher totalmente a bateria do M13.


Com uma carga de 15 minutos temos 13% recuperados e chega a 26% com meia na tomada, o que deixa claro que não há qualquer tipo de carregamento acelerado com este aparelho que favoreça recargas curtas.

Câmeras

No conjunto fotográfico do Galaxy M13 temos um sensor de 50 MP, uma câmera ultra-wide de 5 MP e uma para desfoque de cenário com 2 MP. A Samsung decidiu remover a câmera macro presente no Galaxy M12, enquanto a frontal é a mesma de 8 MP de antes.

Apesar do sensor de alta resolução, não espere fotos tão nítidas quanto celulares avançados com câmera de 50 MP. O hardware mais simples do M13 acaba limitando a nitidez e riqueza de detalhes capturados dos cenários.

Principal | Ultra-wide



Ainda assim é possível ter boas fotos com o M13 para publicar nas redes sociais. As cores saem saturadas como é padrão da Samsung e tende a agradar os fãs da marca. O alcance dinâmico é bom o suficiente para que fotos no fim de tarde não saiam escuras demais, desde que você evite o desfoque de cenário nestas situações.

Por falar em desfoque, a câmera dedicada faz bem o seu trabalho ao separar a pessoa do cenário com efeito que apresenta poucos erros. Na falta de uma câmera macro, terá que usar a principal para registrar fotos de pequenos detalhes, mas a distância focal não é a ideal e normalmente terá imagens desfocadas.

Desfoque



Macro


A ultra-wide perde nitidez e contraste comparada à câmera principal. Ainda assim não chega a fazer feio em fotos diurnas. Já em locais escuros verá que os cantos das fotos ficam bastante borrados por conta da queda brusca na nitidez, mas não temos excesso de ruídos como é comum em celulares básicos.

Noturno



O Galaxy M13 não chega a ser ruim para fotos noturnas, mas a Samsung poderia ter incluído um modo dedicado para cenários com pouca luz. É bom ficar próximo de alguma fonte de luz, já que o flash é limitado e não ajuda a iluminar tanto o local.

Selfies



Se você pretende tirar selfies durante o dia, o Galaxy M13 vai te atender bem. Seu modo retrato é eficiente e não erra com o contorno de cabelos como é comum em celulares baratos. À noite é que a câmera frontal mostra suas limitações e registra selfies com baixa nitidez e contraste. Pelo menos o modo retrato ainda funciona bem.

A filmadora grava em Full HD com a principal, ultra-wide e frontal. A lente mais ampla apresenta contraste inferior e cores menos saturadas, enquanto sofre bastante para filmar à noite. O Galaxy M13 não possui sistema de estabilização para lidar com os tremidos, mas até que o foco é ágil para a categoria. A captura de som estéreo tem qualidade condizente com o segmento.

Software

O Galaxy M13 vem com Android 12 modificado pela One UI Core 4.1. Esta é uma versão mais enxuta do sistema que deixa alguns recursos de fora como a Tela Edge que adiciona atalhos para ter acesso rápido de qualquer tela.

Por padrão, o sistema acaba roubando 4 GB dos 128 GB do armazenamento para expandir a RAM, mas isso não ajudou no multitarefas e o M13 ainda recarrega apps em segundo plano. A interface também peca um pouco em fluidez e é normal ver alguns engasgos ocasionais.

Em termos de customização há a loja padrão de temas da Samsung, assim como a possibilidade de alterar a paleta de cores da interface e mudar os ícones dos apps nativos da Samsung. Em atalhos é possível usar o botão de energia para acesso rápido à câmera quando pressionado duas vezes.

Rivais

O Galaxy M13 é a melhor opção do segmento ou temos opções mais interessantes no mercado?

Comparado ao Moto G22, o novo básico da Samsung entrega melhor desempenho e autonomia de bateria, mas não tem painel de 90 Hz como o rival para fluidez superior. O da Motorola também possui câmera de 50 MP e entrega qualidade similar, mas ganha na ultra-wide e cenários mais escuros. O da Samsung vence no desfoque de cenários e na filmadora.

O Galaxy M13 tem muito em comum com o A13 e com isso pode surgir a dúvida na hora de escolher qual básico da Samsung comprar. O A13 é mais rápido e entrega autonomia de bateria similar, mas demora um pouco a mais para recarregar. Os dois possuem o mesmo conjunto fotográfico e entregam qualidade similar em fotos, com o A13 se destacando por ter uma câmera a mais para macros, apesar de ser a mais fraca do conjunto.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes

  • Desempenho na média
  • Roda bem jogos
  • Ótima autonomia de bateria
  • Câmeras competentes

Pontos fracos

  • Falta tela de 90 Hz do antecessor
  • Som mono estridente
  • RAM Plus não ajuda no multitarefas
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

O Galaxy M13 entrega bom custo-benefício para o que propõe

Embalagem e características

Embalagem traz apenas o básico, incluindo um carregador de 15W

Comodidade

Apesar de grande, possui textura na traseira que o torna menos escorregadio

Facilidade de uso

O Galaxy M13 vem com uma versão enxuta da One UI para garantir bom desempenho

Multimídia

A tela LCD tem bom brilho, enquanto o alto-falante mono poderia entrega melhor som

Votação Geral

O Galaxy M13 é um bom celular de entrada que peca em pequenos detalhes

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Samsung Galaxy M13