LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Cerco apertando: serviços de download para o YouTube saem do ar após pressão judicial

14 de junho de 2018 7

Seja por causa das suas atualizações polêmicas - que recentemente acabaram com o feed cronológico na plataforma - seja por razões externas, o YouTube sempre está sempre sendo protagonista de alguma polêmica. E mais recente delas envolve o download de vídeos do serviço.

Prática não muito utilizada hoje em dia na era do streaming, certamente o YouTube-MP3 foi o amigo muitos dos atuais jovens adultos. O serviço permitia não só o download, mas também a conversão dos vídeos em arquivos de música, que então só precisavam ser transferidos para o dispositivo do usuário.

Acontece que, além da prática ser vetada pela Google, ter um arquivo offline significa que a plataforma de vídeos não deverá mais ser utilizada pelo usuário para a reprodução daquele conteúdo. E com isso perde a companhia, perdem os anunciantes, e perdem as gravadoras que arrecadam com a publicidade.


Em virtude disso, após muita pressão judicial o famoso portal de downloads mencionado foi desativado no final de 2017. Porém, àquela altura do campeonato, já eram milhares os sites com serviço similar. Mas a partir de hoje deverão ser só algumas centenas, talvez apenas dezenas.

Isso porque diversos sites com essa proposta estão saindo do ar para evitarem consequências legais solicitadas por gravadoras e organizações que visam os direitos da indústria fonográfica à justiça. O PickVideo recebeu um aviso jurídico chamado "cesse e desista", que caso não seja cumprido deixa o destinatário sujeito à sanções legais. E por isso, acabou preferindo encerrar suas atividades.


Muitos outros portais, então, resolveram se despedir também, quando viram que o cerco estava começando a apertar. Foram os casos do EasyLoad e do Video-download.

Com isso, a indústria fonográfica consegue uma grande vitória que serve também à Google, que já deve estar bem ocupada com outras questões internas. Porém, ainda é bastante fácil achar outras soluções no momento, utilizando o próprio site de buscas para isso...

Uma questão levantada por esse episódio diz respeito a vídeos livres de direitos autorais, que podem ser modificados e reproduzidos. Uma solução para isso seria uma ferramenta de download oficial do próprio YouTube, que poderia permitir ao criador de conteúdo que ele opte por deixar o arquivo disponível ou não para ser baixado. Porém a companhia não tem interesse em desenvolver algo do tipo atualmente.

E você, ainda baixa vídeos para uso offline? Conte para a gente nos comentários!


7

Comentários

Cerco apertando: serviços de download para o YouTube saem do ar após pressão judicial
Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones intermediários com melhor desempenho | Guia do TudoCelular