LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Ampere publica guia para configurar sua CPU de 192 núcleos para games no Linux

29 de agosto de 2023 3

A Ampere Computing publicou um guia para viabilizar o uso das suas CPUs de servidor AArch64, com 192 núcleos para jogar no Linux. A ideia é ajudar os usuários a configurar as plataformas, juntamente com o Steam Play (Proton), dentro do sistema operacional de código aberto, para aproveitar o máximo potencial, naturalmente ao lado de uma boa GPU.

Em vez de um simples PDF, a Ampere está alimentando uma página no GitHub com indicações para configurar o sistema baseado nas CPUs Ampere Altra, Altra Max e Ampere One da empresa. Isso também deve ser aplicável a outras plataformas Arm de 64 bits oferecidas por concorrentes.

O guia pode ser conferido aqui, na página AmpereComputing/Steam-on-Ampere via GitHub.


Quanto às GPUs, a documentação da Ampere utiliza uma NVIDIA RTX A6000 voltada para servidores para lidar com as funções da GPU. Vale notar que o desempenho em si não deve ser fenomenal —a placa A6000 custa US$ 6.800 (mais de R$ 33 mil) e tem 48 GB de VRAM, e oferece cerca de 5-26% a menos de desempenho do que a principal placa de vídeo da Nvidia, a RTX 4090, tanto em jogos quanto em cargas de trabalho profissionais.

Com 192 núcleos para processar tanto os requisitos de computação dos jogos quanto a sobrecarga adicional da camada de tradução, é difícil ver como a ideia da Ampere pode falhar —deve haver potência suficiente para superar qualquer problema no código de emulação (no caso, por meio do Box86 e Box64).

Talvez haja demanda por uma solução de jogos baseada na Ampere, mas o fato é que a empresa se deu ao trabalho de fazer um guia completo na área, mostrando que é possível se divertir sem o Windows ou x86 nativo.


3

Comentários

Ampere publica guia para configurar sua CPU de 192 núcleos para games no Linux
  • Interessante, pra quem gosta de brincar com hardware diferente do habitual, isso é um prato cheio

      • Arm no desktop ainda é um futuro um tanto distante, no caso da apple é uma realidade alternativa.

          • Acho q nem tão distante, o Nintendo Switch 2 já deve receber bastante jogos AAA msm sendo um ARM. Celulares já dao conta de jogos pesados usando configurações mais modestas, a exemplo de Genshin Impact. Então somando o Switch 2 + Celulares, já da uma base suficiente pra devs portarem seus jogos pra ARM.
            Se a Valve e/ou Microsoft conseguirem fazer uma tradução tão boa quanto Rosetta 2, pra q jogos já lançados possam rodar em ARM, seria só uma questão de tempo pra adoção do ARM no desktop
            E para os devs é o ideal ter a msm aplicação rodando em desktop e mobile

            Android

            Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

            Android

            Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

            Windows

            Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos

            Economia e mercado

            Vídeo gravado por passageiro mostra interior de aeronave após acidente no Japão; assista