LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

ZenFone 3 Max, M2 Note, X Power e Muv Pro | Comparativo de telas do TudoCelular

31 de dezembro de 2016 9

Continuamos nossa bateria de testes com o Asus ZenFone 3 Max, desta vez vendo como ele se sai em um comparativo de telas contra Meizu M2 Note, LG X Power e Quantum Muv Pro, todos tidos como rivais no mercado de dispositivos intermediários.

O objetivo do nosso comparativo é identificar qual tela oferece o melhor equilíbrio em termos de nível de brilho alcançado, índice de reflexos no vidro que cobre a tela, saturação, contraste e fadiga visual (brilho excessivo em ambientes escuros).

O teste consiste em exibir o mesmo grupo de cinco imagens usadas em outros comparativos de tela feitos pelo Tudo Celular. O teste é divido em três etapas:

  • Ambiente externo ensolarado
  • Ambiente interno com luz artificial
  • Ambiente interno noturno

No caso do ambiente externo ensolarado, deixamos os aparelhos com o brilho máximo de tela permitido, possibilitando assim termos uma ideia de como os dispositivos se saem ao terem que enfrentar iluminação excessiva.

O teste em ambiente interno com luz artificial foi realizado com as telas de todos os aparelhos niveladas manualmente em 50% de seu brilho máximo. Desta forma, neste teste comparamos basicamente a fidelidade de cores e o contraste de cada uma delas.

Por fim, o teste no escuro mostra qual atinge o maior brilho, assim como qual aparelho oferece o brilho mais baixo, o que ajuda a reduzir fadiga visual.

73.7 x 149.5 x 8.55 mm
5.2 polegadas - 1280x720 px
75.2 x 150.9 x 8.7 mm
5.5 polegadas - 1920x1080 px
74.9 x 148.9 x 7.9 mm
5.3 polegadas - 1280x720 px
76.8 x 152.9 x 8.2 mm
5.5 polegadas - 1280x720 px
Ir para página de comparação

Os aparelhos testados possuem tela entre 5,2 e 5,5 polegadas, sendo o M2 Note o único a contar com resolução Full HD (1080 x 1920 pixels) enquanto os demais possuem um display apenas HD (720 x 1280 pixels). Com relação à tecnologia utilizada, LG e Asus incluíram um display IPS LCD tradicional enquanto a Quantum adotou o chamado TrueView em seu modelo.

A Meizu preferiu escolher um display IGZO LCD feito pela Sharp, que de acordo com a empresa é capaz de auxiliar em termos de contraste e brilho, além de contar com um consumo energético menor.

Ambiente externo

Começando pelo ambiente onde geralmente os aparelhos não se saem muito bem, tivemos algo bastante similar em todos os dispositivos com o brilho configurado manualmente para o máximo, sendo possível enxergar os elementos presentes sob luz solar direta sem grandes dificuldades, desde que o ângulo de visão fosse próximo dos 90°.

No geral, pode-se dizer que o ZenFone 3 Max foi o que se saiu melhor neste ambiente ao lado do Muv Pro em termos de visibilidade, porém conseguindo entregar uma fidelidade maior de cores e um maior ângulo de visão, além de contar com uma resistência maior a marcas de dedo.

Ambiente interno iluminado

Com o brilho configurado manualmente para 50% todos os aparelhos conseguiram entregar imagens semelhantes em ambiente interno com iluminação artificial, permitindo que tanto os tons claros quanto os escuros pudessem ser visualizados sem grandes problemas.

Vale notar que ZenFone 3 Max e X Power tenderam para cores mais naturais, enquanto Muv Pro e M2 Note puxaram para algo mais saturado, dependendo então de sua preferência para definir qual modelo de saiu melhor neste ponto. O "ponto fora da curva" foi o brilho acima do desejado encontrado no aparelho da Quantum, fazendo com que áreas mais claras acabassem se perdendo um pouco.

Ambiente interno escuro (brilho mínimo)

Neste ambiente tivemos dois modelos com extremos, sendo o X Power responsável por entregar um brilho baixo demais enquanto o Muv Pro acabou "cegando" mesmo com sua tela regulada para a menor iluminação possível.

No meio-termo tivemos o M2 Note com algo mais escuro e o ZenFone 3 Max um pouco mais claro, dependendo do quão sensível é sua visão em ambientes escuros para definir o modelo mais adequado.

Ambiente interno escuro (brilho máximo)

Por último, temos o ambiente noturno com brilho máximo, para ver como os dispositivos se saem em termos de fadiga visual. Vale notar que esta não é uma configuração que será adotada por muita gente, servindo apenas como parâmetro para vermos qual dos aparelho causa maior desconforto.

Como esperado, M2 Note e X Power foram os que apresentaram algo mais confortável por contarem com brilho mais baixo, sendo o Muv Pro de longe o mais "ofuscante" dos quatro. O ZenFone 3 Max também apresentou um brilho acima da média, porém em termos de fidelidade acabou se saindo melhor que o modelo da Meizu em determinados momentos.

Imagens utilizadas nos testes

Para tornar tudo o mais justo possível, foram disponibilizadas acima as imagens utilizadas no teste, permitindo assim que você as visualize em seu próprio display e compare ao resultado demonstrado pelos smartphones.

Vale lembrar ainda que algumas variações correspondem também à própria câmera utilizada para registrar as cenas, já que ela tende a balancear o máximo possível a diferença de brilho entre as telas, dependendo então do ponto que pegou como referência.

Conclusão

O ZenFone 3 Max foi o que se saiu melhor em praticamente todos os testes, entregando algo balanceado em termos de fidelidade de cores e um nível de brilho satisfatório tanto para ambientes escuros quanto externos. Devido a isto, o modelo da Asus é o mais indicado para quem está preocupado principalmente com a qualidade do display.

O Muv Pro também conta com uma tela bastante razoável, porém seu brilho excessivo acaba por ser um ponto negativo em ambientes internos, principalmente com iluminação mais baixa. O X Power pecou principalmente por seu brilho baixo demais em todos os cenários, o que pode ser um desagradável em ambientes externos.

Por último, temos o M2 Note, que sofreu com uma pressão maior por ser o único com tela Full HD e acabou não correspondendo. O dispositivo da Meizu até apresenta um bom nível de brilho de uma maneira geral, porém peca nos ângulos de visão e na fidelidade de cores.

Medição de brilho

Utilizamos um luxímetro digital para tirar alguns parâmetros concretos de comparação, sendo escolhida uma imagem completamente preta e outra completamente branca para ver o nível máximo e mínimo de brilho dos aparelhos ao reproduzir ambas.

Os dados abaixo são medições feitas na unidade lux, que mede a intensidade de luz que é emitida da tela de cada aparelho:

Brilho máximo com imagem preta

  • ZenFone 3 Max - 7
  • M2 Note - 5
  • Muv Pro - 9
  • X Power - 2

Brilho mínimo com imagem preta

  • ZenFone 3 Max - 0
  • M2 Note - 0
  • Muv Pro - 0
  • X Power - 0

Brilho máximo com imagem branca

  • ZenFone 3 Max - 596
  • M2 Note - 484
  • Muv Pro - 620
  • X Power - 287

Brilho mínimo com imagem branca

  • ZenFone 3 Max - 12
  • M2 Note - 3
  • Muv Pro - 26
  • X Power - 2

Assim como demonstrado em nossos testes, o Muv Pro foi responsável por entregar o maior brilho, sendo seguido pelo ZenFone 3 Max. A decepção fica por conta do X Power, que conta com um brilho máximo bastante inferior ao que é encontrado nos modelos rivais, algo que pode ser visto claramente em praticamente todos os cenários do vídeo.

O que você achou do nosso comparativo de telas? Qual dos aparelhos testados oferece o melhor resultado? Deixe-nos seu comentário abaixo.

(atualizado em 14 de março de 2017, às 17:38)

9

Comentários

ZenFone 3 Max, M2 Note, X Power e Muv Pro | Comparativo de telas do TudoCelular

Melhores smartphones dual-SIM | Guia do TudoCelular

Samsung Galaxy A5 2017: quase um flagship, inclusive no preço | Review do TudoCelular

Melhores baterias externas para seu smartphone | Guia do TudoCelular

Melhores smartphones para jogar Pokémon GO | Guia do TudoCelular