LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Desempenho do Moto G5 Plus | Teste de velocidade oficial do TudoCelular

21 de março de 2017 13

O Moto G5 Plus chegou ao mercado com um processador Snapdragon 625 e 2GB de memória RAM. Será essa especificação suficiente para um intermediário em pleno ano de 2017?

A grande dúvida fica por conta da RAM. Conhecemos o potencial do Snapdragon 625, e já vimos, pelo teste de bateria, que o dispositivo tem boa otimização, que vai desde o consumo energético e passa pelo desempenho. Então, vamos tirar a limpo a questão com um teste prático padronizado do TudoCelular.

Teste prático de velocidade

Nosso teste consiste em abrir 12 aplicativos em sequência, realizando duas voltas para verificar se esses apps precisam recarregar, o que indica que não há memória suficiente para que eles rodem em segundo plano.

Começamos sempre pelo cronômetro, passando então para Câmera, galeria de fotos, Configurações, Facebook, WhatsApp, Chrome, Netflix, Spotify, Photoshop Mix, Pokémon GO e Modern Combat 5.

O Moto G5 Plus concluiu a primeira volta em 1 minuto e 22 segundos, um tempo bem razoável. Porém, a segunda volta levou quase o mesmo tempo, com 1 minuto e 16 segundos, o que indica que os 2GB de RAM são insuficientes para manter todos esses apps abertos em segundo plano.

O resultado foi inferior ao Moto Z Play, especialmente por conta da segunda volta, mas melhor do que seu antecessor, o G4 Plus, e do que seu irmão menor, o G5.

AnTuTu

Depois do teste de velocidade, passamos para testes teóricos de benchmark, iniciando com um dos mais populares, o AnTuTu. Aqui, o G5 Plus somou 62.793 pontos, um pouco menos que Z Play, mas bem mais que seu antecessor, o G4 Plus, e que o seu irmão menor, o G5.

Geekbench

Seguindo para o Geekbench, que analisa o desempenho individual de cada núcleo e também faz uma avaliação deles em grupo. Com 806 pontos no single-core e 3.825 pontos no multi-core, o G5 Plus apresentou resultado próximo ao apresentado pelo Moto Z Play, o que mostra que o aparelho está dentro do esperado.

Também fizemos o teste de GPU do Geekbench, no qual o novo intermediário da Motorola somou 2.051 pontos, ficando um pouco abaixo tanto do Z Play como do Galaxy A5 2017.

3D Mark

No 3D Mark, fizemos o teste padrão recomendado pela ferramenta, o Sling Shot Extreme, que renderiza uma animação 3D pesada para avaliar o rendimento da placa gráfica. E o G5 Plus fez 360 pontos, bastante abaixo do Moto Z Play, por exemplo e também do Galaxy A5 2017, dois aparelhos com especificações próximas.

GFXBench

O quarto app de benchmarks que utilizamos é o GFXBench. Realizamos os testes com o Manhattan 3.1 e com o T-Rex, tanto com a tela ligada como desligada, e obtivemos resultados levemente diferentes nos dois casos.

No Manhattan, o G5 Plus conseguiu 6,3 fps com a tela ligada, número que subiu para 6,5 fps com a tela desligada. Já no T-Rex, a diferença foi um pouco maior: de 18 quadros por segundo para 23 com a tela desligada.

Lembrando que o intermediário da Motorola tem tela em Full HD, resolução em que são realizados os testes com a tela desligada. No fim, a diferença não foi mesmo tão grande assim.

Gamebench

O Gamebench é uma ferramenta de testes práticos. Ela avalia o desempenho do aparelho enquanto você executa um jogo. E nossos testes utilizam sempre três: Asphalt 8, Modern Combat 5 e Subway Surfers.

No jogo de corrida, o G5 Plus atingiu 30 fps, resultado bem satisfatório – e dentro do esperado – para um intermediário. Já no Modern Combat, essa taxa baixo em um quadro por segundo, ficando em 29 fps, o que também é aceitável.

Já o Subway Surfers, que entra em nossos testes para avaliar o potencial em jogos mais leves e casuais (mas mantendo os gráficos em 3D), o aparelho conseguiu uma média de 59 fps em mais de cinco minutos de avaliação. O máximo seria 60 fps, mas o resultado está dentro da margem de erro.

Conclusão

O Moto G5 Plus é um ótimo intermediário, e pelo preço de lançamento, R$ 1.500 está dentro do padrão atual do mercado brasileiro – o que, infelizmente, ainda é alto. Ao menos no quesito desempenho e bateria.

No entanto, é bom atentar para os 2GB de memória RAM, que podem atrapalhar aqueles que gostam de jogar enquanto usam outros apps. Claro que nosso teste é uma situação mais extrema, mas dependendo do seu uso, os 2GB podem não ser suficientes.

O Motorola Moto G5 Plus está disponível na Extra por R$ 967. O custo-benefício é ótimo e esse é um dos melhores modelos nessa faixa de preço. Para ver as outras 40 ofertas clique aqui.
(atualizado em 24 de fevereiro de 2018, às 06:08)

13

Comentários

Desempenho do Moto G5 Plus | Teste de velocidade oficial do TudoCelular

Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia

10 melhores smartphones top de linha para fotos e vídeos | Guia do TudoCelular

10 melhores smartphones de entrada para fotos e vídeos | Guia do TudoCelular