LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Microsoft diz ter prejuízo com produção do Xbox, mas o console ainda assim gera lucro

06 de maio de 2021 10

A disputa acirrada entre a Epic e Apple sobre os lucros do popular Fortnite está dando o que falar. E indo mais além, está envolvendo outras empresas gigantes de tecnologia.

Como parte do julgamento, a chefe de desenvolvimento de negócios do Xbox, Lori Wright, admitiu em corte que a Microsoft — que, aliás, apresentou um crescimento de 44% em ganhos no primeiro trimestre de 2021 — não tem lucros em cima das vendas dos consoles Xbox sozinhos, muito pelo contrário: a produção do hardware do console significa prejuízo para a empresa.

Mas isso não quer dizer de forma alguma que a companhia não faça — muito — dinheiro a partir dos Xbox One e Series X|S.

Tipicamente, a Microsoft e a Sony — com o PlayStation 4, PS5 e afins — subsidiam hardwares no começo do ciclo de vida das novas gerações de consoles e, com o passar do tempo, os custos dos componentes utilizados nos modelos tendem a diminuir. É uma espécie de investimento, como explica um porta-voz da Microsoft em entrevista à The Verge:

O mercado de jogos é lucrativo e com alto crescimento para a Microsoft. O modelo de negócios dos consoles é tradicionalmente um subsídio para hardwares. As empresas vendem consoles com prejuízo para atraírem consumidores. Os lucros são gerados em venda de jogos e assinaturas de serviços online.

Pois é, isso explica a dinâmica de funcionamento da empresa com a implementação do Xbox Game Pass, bem como o Xbox Game Streaming. Além, é claro, dos mecanismos de atração de mais desenvolvedores para a plataforma do console, diminuindo a porcentagem dos ganhos em cima dos jogos feitos para PCs e, provavelmente, dos desenvolvidos para o Xbox também.


Esse modelo de negócios é bastante similar com o aplicado pela Sony, com o PS Plus. A exceção é a Nintendo. Nos documentos apresentados pela Microsoft para o julgamento do caso Epic x Apple no tribunal, o hardware dos consoles é prejuízo para a própria empresa e também para a Sony, mas é lucro para a fabricante do popular Switch.

A Microsoft está bastante aliada à Epic no processo contra a Apple. A desenvolvedora de jogos quer que a gigante de Cupertino diminua a porcentagem de 30% de ganhos sobre o Fortnite, mas a Apple argumenta que o corte na receita deve ser mantido, uma vez que a Microsoft e a Sony têm o mesmo corte.

O que você acha desse modelo de negócios? Qual sua opinião sobre a disputa de ganhos das companhias de tecnologia? Conte nos comentários!


10

Comentários

Microsoft diz ter prejuízo com produção do Xbox, mas o console ainda assim gera lucro
Economia e mercado

Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos