LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Missão Verde-Oliva: Exército brasileiro quer investir R$ 4 milhões em jogo de tiro como America's Army

20 de junho de 2021 13

Enquanto exércitos ao redor do mundo iniciam testes com tanques de guerra autônomos, mísseis imparáveis e robôs assassinos, o Exército Brasileiro pretende desenvolver um videogame. A Forças Armada Nacional aprovou um orçamento de R$ 3,9 milhões com o objetivo de popularizar as forças militares do Brasil entre os jovens gamers.

O jogo, batizado com o título “Missão Verde-Oliva”, chamou atenção e atraiu críticas por ser um projeto relativamente caro em tempos de contenção de gastos governamentais e a ameaça do coronavírus. Até o momento detalhes sobre o enredo e data de lançamento do game não foram divulgados.

O projeto Missão Verde-Oliva é livremente inspirado em “America’s Army”, uma franquia de jogos de tiro em primeira pessoa desenvolvida pelo exército dos Estados Unidos em parceria com a Ubisoft e os estúdios da Sega em São Francisco, originalmente lançado em 2002 com três sequências apresentadas em 2003, 2009 e 2013.

America’s Army, em outros termos uma ferramenta de propaganda do Exército americano, já fez o governo desembolsar o equivalente a R$ 200 milhões. Esse tipo de investimento das Forças Armadas dos EUA não é incomum: frequentemente o Exército patrocina filmes, seriados de televisão e até eventos esportivos, uma prática que não é adotada pelo Exército brasileiro.

Com o jogo, as Forças Armadas Nacionais buscam ganhar popularidade entre mais de 76 milhões de consumidores que movimentam quase R$ 10 bilhões somente no Brasil: o público gamer. A ideia também engloba planos de atrair jovens para a integração ao Exército.

Imagens de America's Army, jogo no qual Missão Verde-Oliva pretende se inspirar. Imagens: Reprodução

A quantia de quase R$ 4 milhões pode parecer alta ao levarmos em consideração que se trata do dobro do investido pelo Ministério da Defesa no apoio à presença brasileira na Antártida e o mesmo valor do que foi aplicado em pesquisa aeroespacial durante 2020.

No entanto, o orçamento é relativamente baixo para o desenvolvimento de um jogo com boa qualidade gráfica e jogabilidade. É possível que o Exército busque parcerias com empresas estratégicas de defesa para a viabilização de patrocínio adequado.

O plano do Exército brasileiro é licitar uma empresa nacional de desenvolvimento de jogos até o fim de 2021. O valor separado para investimento neste ano é de R$ 875 mil.

O plano ainda prevê que mais R$ 1,4 milhão seja gasto no desenvolvimento em 2022 e outro R$ 1,1 milhão em 2023. A partir desse mesmo ano, o investimento subsequente cai para R$ 263 mil e reduz ainda mais para R$ 66 mil em 2024, R$ 58 mil em 2025 e R$ 55 mil, em 2026.

O que você achou dessa novidade? Jogará Missão Verde-Oliva se for realmente lançado?


13

Comentários

Missão Verde-Oliva: Exército brasileiro quer investir R$ 4 milhões em jogo de tiro como America's Army
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020