LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Pesquisa do Sebrae aponta crescimento de 56% das maquininhas de cartão em microempresas

25 de junho de 2021 4

O uso de maquininhas de cartões magnéticos em micro e pequenas empresas passou de 39% em 2016 para 56% em 2021. É o que aponta uma pesquisa feita pelo Sebrae.

O crescimento de 17% dos dispositivos nos últimos cinco anos representa também o avanço dos cartões de crédito e débito no Brasil, o que faz com que os comerciantes busquem se adequar a essa possibilidade de pagamento.

A pesquisa entrevistou 3.520 pessoas e os principais pontos para o crescimento são a “satisfação dos clientes” e o “aumento das vendas”, além de segurança, redução da inadimplência, maior tempo para controle do caixa e o aumento do faturamento.

O número de maquininhas em um mesmo estabelecimento também subiu de 27% para 41% em 2021.

“Os empreendedores sabem que precisam se adequar às exigências dos consumidores e acompanhar as tendências de mercado. Cada vez menos as pessoas usam dinheiro em espécie ou cheque e não oferecer esse serviço pode significar algumas vendas perdidas”, disse o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

Concorrência no mercado das maquininhas

O mercado de maquininhas é bem competitivo e as empresas buscam oferecer vantagens para os comerciantes em busca de fidelização. Na hora de escolher o equipamento, 76% disseram que o diferencial para a decisão é o preço, o mais barato sempre vence.

A chegada de novas operadoras e marcas no setor, que priorizam oferecer preços melhores com a mesma qualidade de produtos superiores, corroboram esse número. A Cielo, uma das gigantes do setor, perdeu espaço no setor. Em 2016, a empresa era responsável por 51% dos equipamentos. Hoje, a marca responde apenas por 19% dos dispositivos utilizados.

Outros dados

Entre os locais que não utilizam a maquininha, 1/3 prefere usar outra forma de pagamento, como boletos e cheques. Desses, quase 20% alegam um volume baixo de vendas que não supri o uso do equipamento.

A conexão com a internet continua sendo o maior problema enfrentado pelos lojistas (45%) e a taxa de manutenção o maior motivo para deixar de usar a maquininha (45%). A redução de taxas foi a maior sugestão de melhoria (73%).

Você prefere pagar com o cartão ou no dinheiro? Deixa aí sua opinião nos comentários!


4

Comentários

Pesquisa do Sebrae aponta crescimento de 56% das maquininhas de cartão em microempresas
  • sumup.com.br/consultor/BrunoCarvalho

      • Se quer uma maquininha que está na frente de todas com as melhores taxas do mercado! Sim, eu disse as melhores taxas do mercado! Acesse esse link e tenhas preços exclusivos
        %uD83D%uDC47%uD83C%uDFFC%uD83D%uDC47%uD83C%uDFFC%u D83D%uDC47%uD83C%uDFFC

          • Tem uma maquininha muito boa chamada Ton. Atualmente ela é a que tem as menores taxas para pessoa física. Quem quiser comprar com 5% de desconto, só entrar no link ou digitar o cupom de desconto 67C724D1-5BE3-4F26-9B90-7CEB21B9E928 no site da Ton

            Android

            Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

            Android

            Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

            Windows

            Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos

            Economia e mercado

            Vídeo gravado por passageiro mostra interior de aeronave após acidente no Japão; assista