LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Anatel fará pronunciamento sobre serviço de voz do WhatsApp

15 de setembro de 2015 14

Nesta segunda-feira, 14, João Rezende, então presidente da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), voltou a afirmar que o uso do WhatsApp não é ilegal e que a agência deverá ser pronunciar em breve sobre a questão. "Temos que analisar se a utilização do número é concorrente", disse ele ao participar de audiência pública no Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional.

O WhatsApp, aplicativo mensageiro com mais de 900 milhões de usuários ativos mensalmente, vem sofrendo uma forte repressão das operadoras brasileiros que afirmam que o serviço de voz do aplicativo usa o número público (cedido pelas operadoras de telefonia) sem pagar nada por isso.

Aparentemente, Rezende está do lado do WhatsApp e acredita que o uso do aplicativo não é ilegal no país. "A Anatel vai dar seu posicionamento no momento certo. Mas toda vez que acessa dados ou voz, o indivíduo está pagando à operadora, há um custo para o usuário quando acessa esse serviço", completou.

Rezende também acredita que o uso de aplicativos mensageiros também é discutido em outros países, mas a questão não é a mesma do Brasil. "A equalização tributária não depende de regulação econômica" afirmou.

Para Rodrigo Abreu, presidente da TIM Participações, a concorrência com o WhatsApp deve existir. "Existem várias discussões, e a tônica sempre é de igualdade de condições de competição dentro do mesmo serviço", disse ele, que também acredita que existem questões a serem discutidas, mas que a análise está sendo feita pelo Sinditelebrasil e que "não existe uma posição específica de cada empresa."

No mês passado, o relato de que operadoras brasileiras estariam preparando uma petição contra o mensageiro foi divulgado, deixando até mesmo uma série de usuários preocupados com a utilização do mesmo para os próximos meses.


14

Comentários

Anatel fará pronunciamento sobre serviço de voz do WhatsApp
  • Eles tinham um serviço, ele se chamava MMS, carissimo e péssimo, o whatsapp usa basicamente o mesmo conceito de modo mais fluido, a Anatel quer ir contra a correnteza, quero ver ela tentar, se quebrarem o Whatsapp surgem outros 500 idênticos. Quando o Estado tenta por a mão no progresso, só faz merda.

      • Os caras oferecem um serviço caro e ruim. Quando aparecem alternativas já ficam todo ouriçados. Bando de incompetentes. Dalhe ligação por Whatsapp! Antes de se sentir no direito de querer cobrar qualquer coisa que melhorem e barateiem esse serviço ridículo de telefonia móvel no Brasil

          • Em vez de se preocuparem em melhorar os serviços no Brasil... Ficam nessa puta%#@...

              • Besteira as operadoras que se virem pra se adequar a essa realidade estamos falando de um pais que internet e arcaica querem cobrar alguma coisa do usuário melhorem seus serviços já pagamos muito caro por ligações e uso de um serviço ruim péssimo.

                  • Primeiro, o número não é da operadora. É seu, se não, não teria sentido ter a portabilidade numérica. Segundo: posso ligar pra qualquer pessoa fora da minha lista de contatos do Whatsapp? Posso ligar pra telefone fixo para qualquer lugar do mundo? Não? Então não é produto concorrente. Essa reclamação vai morrer por terra.

                      • Como disse o presidente da Anatel: Temos que analisar se a utilização do número é concorrente.

                        Pois a questão é que o numero não é seu, meu nem da operadora, eles pertencem a Anatel e são disponibilizados para uso pelas operadoras.

                        As operadoras para utilizarem o numero pagam uma taxa mensal de uso do mesmo a Anatel, seja em uso pré ou pós pago.

                        E é nisso que as operadoras estão baseando a o pedido de concorrência desigual, pois o Whatswapp utiliza a base numeros sem nenhum custo, ou seja as operadoras pagam e o Whatswapp não aceita pagar nada pela base.

                        • Concordo com o presidente da Anatel.

                            • "A Anatel vai dar seu posicionamento no momento certo. Mas toda vez que acessa dados ou voz, o indivíduo está pagando à operadora, há um custo para o usuário quando acessa esse serviço". - Correto.

                                • Uma dica, Brasil...

                                    • Ou seja......

                                        • Pura paranoia das operadoras afinal quase não se usa whatsapp pra fazer ligações, eh algum ou outro que usa e mesmo assim não compensa tanto. Ligações de operadoras eh muito barato pacote de dados custa mais caro. Estão lucrando e esses serviços que incentivam o uso de dados sem eles operadoras nem tinha tantos usuários

                                            • Nem existe o que discutir nessa questão, a reclamação das operadoras não tem base. Querem tirar o benefício de facilidades e recursos que a tecnologia proporciona pra não perder parte dos seus lucros astronômicos. Cada usuário paga por seu número e paga por sua franquia de dados, e deve poder usar como bem entender. Seja usando Whatsapp ou qualquer aplicativo, isso não é problema deles.

                                                • Creio da seguinte forma.
                                                  Se o problema que as operadoras vêem é na questão do número que é delas, simples faça que Watsapp, Telegram e Viber, etc usem LOGIN e SENHA en vez de autenticar pelo número telefonico. Resolvido o único problema palpavél que as magnatas que só aumentam valores e nada de aumentar pcte de DADOS, sabe fazer...

                                                    • Em último caso seria essa a solução, autenticar por qualquer outra forma, mas acho que nem isso as operadoras tem direito a alegar. Afinal nosso números são pessoais e cada um paga por ele. Assim como podemos usar nossos números para certificar operações com aplicativos de bancos por exemplo, entre outros.

                                                      Para aliviar a falta do WhatsApp, TIM remove custo de envio de SMS

                                                      Limite de banda larga: saiba o que NET, Tim, Vivo e Oi oferecem para clientes no Brasil

                                                      MWC 2016: toda a feira em quase 10 minutos e consideração final

                                                      São Paulo recebe ônibus com internet 4G. Testamos e o resultado foi ótimo