LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Prazo máximo para limitar o PIX noturno a R$ 1 mil é anunciado pelo Banco Central

24 de setembro de 2021 35

Atualização (24/09/2021) - por DT

Banco Central (BC) estipulou um prazo máximo para o início das restrições para transações noturnas via PIX. Com isso, as instituições financeiras têm até o dia 4 de outubro para ativar o limite de R$ 1 mil por operação, que vai valer entre 20h e 6h.

O prazo máximo para a implementação da medida foi informado pelo BC na quinta-feira (23). No último mês de agosto, a autarquia federal anunciou que o sistema de pagamentos e transferências instantâneas PIX teria um limite para transferências durante a noite.

De acordo com o Banco Central, a medida vem para tentar diminuir os índices de criminalidade envolvendo o PIX. As autoridades têm registrado frequentemente casos de roubos e sequestros de pessoas em que os criminosos obrigam as vítimas a transferir dinheiro pelo sistema.

As transferências via TED, DOC, pagamentos de boletos e compras com cartões de débitos também vão operar de acordo com essa nova quantia. Os clientes vão poder alterar o limite através dos canais de atendimento dos bancos após o dia 4 de outubro.


As instituições financeiras ainda vão ser obrigadas pelo BC a criarem um registro diário e mensal das ocorrências de fraude nos serviços de pagamento a partir do dia 16 de novembro. A lista também deve informar quais as medidas que foram adotadas para a solução dos problemas.

Qual a sua opinião sobre limitar a quantia de saque do PIX? Conta pra gente nos comentários logo abaixo!

O PIX, sistema de transferência instantânea do Banco Central, tem feito sucesso desde seu lançamento em novembro de 2020. No primeiro dia de funcionamento, mais de 1.500 transações foram feitas.

Agora, o método de pagamento já é capaz de acumular mais de 40,5 milhões em apenas 24h. No entanto, a novidade também trouxe mais complicações no que tange a criminalidade: são muitos os golpes aplicados, sejam eles virtuais ou mesmo presenciais. Recentemente, golpistas estavam cobrando por transferências falsas que teriam sido feitas despropositadamente.

Diante desse cenário, o Banco Central anunciou nesta sexta-feira (27) que vai impor um limite de R$ 1.000 para transferências bancárias usando PIX feitas entre 20h e 6h.

Muitos assaltantes e sequestradores têm usado o sistema de transferências bancárias instantâneas do BC para roubar as vítimas.

O objetivo do limite é reduzir o número crescente de crimes praticados por meio da ferramenta. Muitos assaltantes e sequestradores têm usado o sistema de transferências bancárias instantâneas do BC para roubar as vítimas.

Além dessa medida, o Banco Central vai oferecer aos clientes a possibilidade de estabelecer limites transacionais diferentes para os períodos diurno e noturno, permitindo limites ainda menores durante a noite.

Há ainda outra estratégia em desenvolvimento: o BC ainda pretende permitir que os usuários do PIX retenham uma transação por 30 minutos durante o dia ou por 60 minutos durante a noite para a análise de risco da operação.

Você costuma usar o PIX? O que achou dessa iniciativa do Banco Central sobre a plataforma?


35

Comentários

Prazo máximo para limitar o PIX noturno a R$ 1 mil é anunciado pelo Banco Central
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas