» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
581

Alcatel A3 Plus

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral
Introdução e acessórios

A Alcatel anunciou sorrateiramente o A3 Plus como uma versão otimizada do A3 apresentado no começo de 2017. O dispositivo trouxe como novidades uma tela maior e mais bateria, prometendo prover ao menos um dia de uso sem problemas, mas mantém as especificações de entrada, buscando assim agradar quem não quer ou pode gastar muito e deseja apenas acessar redes sociais e navegar na internet.

Temos uma caixa colorida com a imagem do A3 Plus na parte frontal, o nome do dispositivo e o logo da Alcatel, ficando na lateral esquerda e na parte traseira algumas informações importantes sobre ele, como tamanho da tela, resolução das câmeras, especificações técnicas, etc.

Abrindo, temos o A3 Plus logo de cara, que assim como vários outros modelos da Alcatel vem sem a capa traseira, permitindo acesso aos slots para dois chips nanoSIM e para um cartão microSD de até 32 GB. Abaixo dele, são encontrados os seguintes itens:

  • Diversos papéis, incluindo termos de garantia, guia rápido e certificados;
  • Capa traseira na cor preta (aparelho pode ser encontrado também em dourado);
  • Película protetora para a tela;
  • Carregador de tomada com cabo fixo e saída de 5V-1A;
  • Cabo USB-microUSB para transferir dados ou usar outros carregadores;
  • Fones de ouvido bem simples, com microfone embutido.
Design e construção

Por ser um aparelho de entrada, o A3 Plus não é construído em materiais mais nobres como metal ou vidro, tendo seu corpo feito inteiramente em plástico.

Isso de forma alguma faz o dispositivo da Alcatel ser feio ou passar uma sensação de que é simples demais, já que a empresa trabalhou bastante com texturas e tons mais sóbrios para criar um visual elegante para a faixa de preço, sendo ele similar a modelos mais caros da marca como o A7.

Infelizmente, quem busca um smartphone mais compacto não vai curtir muito o A3 Plus, já que por contar com uma tela de 5,5 polegadas com proporção 16:9 ele é bem grandinho, possuindo ainda generosas bordas ao redor do display.

Em dimensões, temos 152 mm de altura por 77 mm de largura e 8.3 mm de espessura, com um corpo de 157 gramas. Para efeito de comparação, o Galaxy J7 Neo que também possui tela de 5,5 polegadas tem dimensões de 152.4 x 78.6 x 7.6 mm, ou seja, o modelo da Alcatel é ligeiramente mais baixo e mais estreito, porém um pouco mais espesso.

Isso não deve ser problema para quem tem mãos grandes ou não liga de usar o aparelho com ambas as mãos, mas quem quer um aparelho menor é bom continuar procurando.

Como todo bom modelo de entrada o A3 Plus tem a tampa traseira removível, mas não é possível acessar a bateria, que está selada.

Você encontra dois slots para chips nano-SIM e um para um cartão microSD, o que é um alento para quem precisa usar dois números e quer mais armazenamento do que os cerca de 10GB disponíveis por padrão para seus apps e demais arquivos.

Na lateral direita do A3 Plus ficam seus botões de volume e energia, deixando o lado esquerdo completamente vazio. Na parte de baixo temos a porta microUSB, enquanto na lateral superior ficam a porta P2 para fones de ouvido e um microfone para cancelamento de ruído.

Olhando o aparelho por seu painel frontal, temos acima da tela a câmera de selfies, um alto-falante para chamadas, sensores, um LED para ajudar nas selfies noturnas e um LED branco para notificações, ficando abaixo do display o alto-falante para multimídia e o microfone principal.

Já na parte traseira temos apenas a câmera principal e um pequeno LED para flash, com a textura no plástico ajudando bastante na pegada.

O A3 Plus é um aparelho bonito e com construção bacana para a faixa de preço, sendo uma boa opção para quem quer um design diferenciado mas não quer ou pode gastar em modelos mais caros.

Tela e som

O A3 Plus entrega uma tela grande de 5,5 polegadas HD, um conjunto bem interessante para sua faixa de preço. Infelizmente, a qualidade da tela não é das melhores, seja com relação à sensibilidade ao toque ou na legibilidade em ambientes ensolarados, mas não dá para cobrar muito de um modelo vendido na casa dos R$ 500.

O grande problema do A3 Plus parece estar no vidro bastante reflexivo que protege o painel, além de não ser encontrado um brilho máximo suficiente para que seja confortável usá-lo em ambiente externo. Como ponto positivo, temos ao menos a possibilidade de customizar profundamente as cores exibidas, sendo usada a tecnologia MiraVision da MediaTek para permitir ajustes de temperatura de cor, saturação e muito mais.

Em números, o aparelho da Alcatel foi capaz de alcançar o máximo de 485 lux com uma imagem branca sendo exibida, ficando com 6 lux em uma imagem preta. Já o brilho mínimo foi de 21 lux com imagem branca e 1 lux com imagem preta, demonstrando que ele não é um primor nem em ambiente externo nem em locais escuros.

Já na parte do áudio temos algo apenas Ok para o A3 Plus, sendo uma pena que a Alcatel decidiu incluir dois alto-falantes frontais mas não permitiu que ambos fossem usados para reprodução de som ao ouvir músicas ou assistir vídeos.

O volume máximo é até alto, mas algumas distorções são claras quando começamos a chegar perto de 100% da capacidade, além dos fones de ouvido disponíveis na caixa serem de baixa qualidade mesmo para um modelo de entrada.

Desempenho e jogos

O A3 Plus traz hardware extremamente básico, incluindo chipset da MediaTek, 1GB de RAM e 16GB de espaço interno.

Como era de se esperar, isto faz com que ele entregue uma performance bem aquém do que você terá em modelos mais caros, sendo voltado apenas para quem quer um smartphone para usar WhatsApp, Facebook e outros apps de mídias sociais, e ainda assim demandando um certo grau de paciência.

Na primeira volta já vimos que o aparelho não se sairia nada bem, sendo necessários quase 2 minutos e 43 segundos para que todos os apps fossem abertos e pudéssemos retornar ao cronômetro, algo que pesou principalmente nos dois jogos da lista. Como nada é tão ruim que não possa piorar, a segunda volta demorou ainda mais, demonstrando que os apps em segundo plano pesaram o desempenho e tornaram o aparelho ainda mais lento.

Com isso, tivemos uma segunda rodada de 2 minutos e 53 segundos, totalizando inesgotáveis 5 minutos e 36 segundos. Com isso, o modelo da Alcatel ficou à frente apenas de Pop 4 (também da Alcatel), LG X Style, Asus Zenfone 2 Laser e Quantum Muv, conforme pode ser visto em nosso ranking.


Se no uso do dia a dia você já não terá um desempenho de ponta, obviamente que isso acontece também nos jogos, sendo até possível rodar um ou outro título mais simples mas nada de achar que vai conseguir executar PUBG ou Injustice 2, por exemplo.

Para tirar a prova, usamos o GameBench para medir a estabilidade e fluidez ao executar alguns jogos, e os resultados você confere na tabela abaixo:

FPS RAM CPU GPU
Asphalt 8 15 267 MB 16% -
Modern Combat 5 22 285 MB 22% -
Injustice 2 - - - -
Vainglory 29 261 MB 16% -
Subway Surfers 37 233 MB 19% -
Clash Royale 25 256 MB 10% -
PUBG Mobile - - - -
Câmera

Eis que temos finalmente um ponto onde o A3 Plus se destaca em sua categoria. A câmera principal de 8 megapixels do aparelho consegue tirar fotos bem bacanas para a faixa de preço, surpreendendo em nosso comparativo ao superar modelos mais caros.

A câmera de selfies de 5 megapixels não é das melhores, mas também faz um bom trabalho em ambientes de boa iluminação e conta com um flash LED para ajudar em locais mais escuros.

O problema mesmo fica na gravação de vídeos, onde além de sofrer para lidar com registros em apenas 720p o A3 Plus ainda demonstra contar com microfones de baixa qualidade, entregando áudio baixo e abafado, isto para não falar na ausência quase que completa de estabilização.

Por isso, se você quer um bom modelo para fotos mas não pode gastar muito o A3 Plus é sim uma boa opção, mas não espere gravar vídeos muitos bons com o aparelho da Alcatel.

Bateria

O A3 Plus conta com uma bateria de 3.000 mAh, especificações básicas e tela grande HD, mas pelo visto o software adotado pela Alcatel não é capaz de gerenciar muito bem o conjunto, fazendo com que o aparelho tenha uma autonomia bem abaixo do desejado.

Usuários que não passam tanto tempo colados no smartphone podem até conseguir um dia inteiro longe da tomada, mas não espere jogar, tirar fotos e navegar na internet durante várias horas seguidas.

Além de não conseguir uma autonomia tão bacana, aguentando apenas 8 ciclos de nosso teste com cerca de 6 horas e meia de tela ativa, o A3 Plus ainda demora uma eternidade para ser carregado com o carregador entregue pela Alcatel em sua caixa, sendo necessário esperar mais de 3 horas e meia até que todos os 3.000 mAh sejam preenchidos.

Em resumo, conseguimos em nosso teste prático:

  • Foram necessárias 3 horas e 38 minutos para o carregador padrão encher totalmente a bateria do A3 Plus.
  • Com 1 hora de carga você consegue 30% da carga.
  • Após 13 horas e 15 minutos o aparelho apresentava 5% de carga, sendo o suficiente para correr até uma tomada.
  • Durante o teste o A3 Plus permaneceu com a tela ligada por 6 horas e 29 minutos.
  • Realizamos 8 ciclos de testes que incluíram:
    • 48 minutos de navegação no Chrome;
    • 240 minutos de WhatsApp, Spotify, Music Player, Video Player e YouTube (48 minutos cada);
    • 48 minutos de jogos (Pokémon Go, Subway Surfers, Injustice, Asphalt 8, Modern Combat 5 e Candy Crush Saga);
    • 48 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps (16 minutos cada);
    • 32 minutos de chamadas de voz;
  • O app que mais devorou bateria foi o Chrome;
  • O app que consumiu menos bateria foi o Pokémon Go
  • A temperatura ficou entre 30 e 42°C.

Sistema

A Alcatel adotou o Android 7.0 Nougat no A3 Plus, sendo essa uma versão relativamente nova e que ainda terá suporte por alguns bons anos.

A interface é limpa de uma forma geral, entregando visual próximo ao que temos no Android mais puro e poucos aplicativos pré-instalados, além de algumas funções com gestos que facilitam a vida do usuário.

Como destaques aqui temos a captura de tela facilitada, bastando arrastar de cima para baixo da tela com três dedos para que o print seja feito. Temos ainda uma central de temas para o caso do visual padrão não te agradar, e apps nativos para gerenciamento de arquivos e consumo multimídia.

Em ano de Copa do Mundo FIFA, é bom lembrar também que o A3 Plus conta com TV Digital, bastando usar um fone de ouvido como antena para captar o sinal.

Infelizmente, temos apenas sintonização no padrão one-seg de baixa qualidade, mas já deve ser suficiente para acompanhar os jogos em um momento de urgência.

Conclusão

O A3 Plus traz alguns bons diferenciais, mas seus pontos negativos podem acabar sendo um empecilho se considerarmos que com um investimento mínimo a mais você terá modelos já bem mais robustos como K10 Power, Moto E4 Plus e Galaxy J7 Neo.

Como destaques temos o visual bem trabalhado, slots separados para chips SIM e cartão microSD, TV Digital, e bom conjunto de câmeras.

Já no lado negativo podemos citar a bateria abaixo da média, desempenho ruim mesmo em tarefas mais básicas, e tela ruim para ambientes externos, sendo necessário colocar na balança quais as suas prioridades.

Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Apesar de bem barato, o A3 Plus tem pontos negativos que superam suas qualidades, principalmente falando sobre o desempenho e a bateria, que são fatores essenciais para uma boa experiência de uso. Se você vê nas câmeras como ponto mais importante, porém, ele é uma boa escolha.

Embalagem e características

A embalagem não é muito organizada e os acessórios são bem simples mesmo para um modelo de entrada, principalmente os fones de ouvido e o carregador, que conta com cabo fixo e baixa potência.

Comodidade

O A3 Plus não é exatamente compacto, tendo tela de 5,5 polegadas e bordas generosas. Ainda assim, ao menos o aparelho é leve e tem uma textura na capa traseira que ajuda na pegada.

Facilidade de uso

Interface da Alcatel é bem direta e conta com funções úteis para o dia a dia, mas temos muitas redundâncias com serviços da própria Google que acabam confundindo, incluindo uma área própria para atualização de apps.

Multimídia

O som com alto-falante frontal foi uma boa sacada e o áudio é alto, mas peca em qualidade. Unindo isso à tela que também não impressiona, temos uma experiência apenas Ok ao assistir vídeos, ouvir músicas e jogar.

Votação Geral

O A3 Plus peca em pontos básicos que acabam o derrubando, sendo um modelo que demanda muita paciência mesmo ao executar tarefas mais básicas e não tem uma bateria legal, além de entregar uma tela de qualidade abaixo da média. Os únicos pontos positivos acabam ficando para o design (que é subjetivo) e para as câmeras, o que acaba não compensando.

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Alcatel A3 Plus