LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Desequilibra o mercado! Telefônica acompanha TIM e contesta fusão entre Nextel e Claro

12 de junho de 2019 7

Atualização (12/06/19) - Por DB

O grupo Telefônica, proprietário da Vivo, também se manifestou como parte interessada na venda da Nextel para a Claro. Com isso, teve o direito de se manifestar junto ao Cade (Conselho Administrativo da Atividade Econômica) sobre a fusão.

Para o grupo espanhol, existem três riscos que devem ser analisados pelo órgão antes de sua decisão final sobre a operação: market share, que ficaria favorável para a Claro, especialmente nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro - pensamento semelhante ao da TIM, que vê risco de duopólio - a infraestrutura de torres e concentração de espectro.

Sobre as torres, a operadora recomenda ao Cade a ampliação da investigação, consultando empresas que detêm essas estruturas. Segundo a Telefônica, a Claro, com a fusão, passa a ter uma quantidade elevada dessas torres nos estados já citados, o que pode provocar desbalanceamento comercial. Com relação aos espectros, a Telefônica não vê problemas de concorrências, mas entende que as frequências da Nextel estão subutilizadas, gerando mais vantagens para a Claro.

“Com a aquisição da Nextel Brasil pela Claro, esta operadora passaria, portanto, a ter uma quantidade ainda mais incrementada de espectro para ofertar serviços móveis, o que poderia criar distorções sobre a dinâmica competitiva do mercado de SMP.”

Grupo Telefónica, em manifestação ao Cade

Post original (11/06/19)

Fusão sob análise: Oi e TIM têm visões diferentes sobre a compra da Nextel pela Claro

A compra da Nextel pela Claro, que deve pagar US$ 905 milhões (aproximadamente R$ 3,45 bilhões) está sendo julgada pelo Cade, órgão que avalia fusões e aquisições no Brasil. A autarquia convidou algumas empresas interessadas nesse processo de fusão para se manifestar sobre o assunto. Curiosamente, duas operadoras tiveram posições distintas em suas manifestações.

No caso da TIM, fica a preocupação com a competitividade no mercado de telefonia móvel. Em sua manifestação, a operadora diz que, caso a fusão se concretize, a Claro manterá a primeira posição isolada no estado do Rio de Janeiro, por exemplo - 7,6 milhões de clientes, ou mais de 2 milhões de assinantes em relação ao segundo colocado e mais que o dobro de quem ocupa a terceira posição). Em são Paulo, a margem em relação à TIM - terceira colocada e em condições de competir com a Claro - aumenta.

A TIM ainda afirma que a fusão trará um aumento de concentração de disponibilidade de espectro nas mãos de uma única operador, o que pode ser um diferencial competitivo, já que a Claro teria capacidades superiores às outras operadoras sem a possibilidade de equilíbrio.


Grande parcela de mercado estará efetivamente concentrada entre somente 02 (duas) prestadoras (Claro e Vivo), as quais, de maneira combinada, controlariam quase 70% (setenta por cento) da participação de mercado em cada uma das citadas UFs, o que praticamente configura um cenário de duopólio em 02 (dois) dos 03 (três) Estados com maior população em todo o País.

TIM, em manifestação ao Cade

Por outro lado, a Oi não viu maiores problemas na fusão. Em sua manifestação, a operadora vê a compra como movimento natural do mercado, vendo a questão de espectro como possibilidade para a Claro ampliar sua oferta de serviços. A companhia, além de não se opor ao negócio, chega até mesmo a justificar sua existência.

A Oi vê o mercado de telefonia celular (SMP) caracterizado por barreiras de entrada de novos atores de ordens regulatória e financeira. Uma nova empresa teria custos de difícil recuperação para instalação de infraestrutura de rede. Além disso, vê como cara a entrada no mercado de telefonia móvel, já que frequências são adquiridas a partir de processos licitatórios competitivos.


Na perspectiva da Oi, a aquisição da Nextel pela Claro se justifica pela disponibilidade de espectro que a Nextel detém em importantes regiões do Brasil, como São Paulo. Isto possibilitará à Claro ampliar sua oferta de serviços – principalmente no mercado de SMP, além de consolidar seus ganhos de escala frente à tendência mundial para consolidação no mercado móvel em função dos altos custos envolvidos na implantação da tecnologia 5G e provimento de conteúdos de alto valor nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

Oi, em manifestação ao Cade

O argumento da Oi para ser parte interessada no processo é a sua preocupação com o mercado de Construção, Gestão e Operação de Infraestrutura de Telecomunicações, pois é cliente tanto da Claro quanto da Nextel.


7

Comentários

Desequilibra o mercado! Telefônica acompanha TIM e contesta fusão entre Nextel e Claro
  • Tudo recalque delas com inveja... Nem compra nem sai de cima. Carlos Slim manda lembranças.

      • Eu sou cliente da Nextel, espero que não mudem os planos após a fusão, e não fiquem me ligando empurrando planos/combos, etc.. Se estou na Nextel é pq gosto do plano que eu tenho.. Mas embora o roaming hoje seja feito pela Vivo, eu gostaria de poder usar o 4G da Claro após a fusão, pq a cobertura 4G da Nextel é de dar vergonha..

          • Sou cliente Nextel e hoje qdo não tenho cobertura oficial o roaming é pela vivo. Para mim é o melhor uma vez que onde trabalho só a vivo tem sinal (num subsolo). Com esta mudança provavelmente o roaming seria feito pela claro. Bom eu teria que mudar de operadora! Mas problema meu, né?

              • tomara que a tim pegue a oi e coloca aquela promoçao de 99 reais 50gb yotube netflix sem descontar franquia por um valor mais baixo, até deixando apenas 10gb mensal por 50 reais vai ser foda, revolucionaria, mas talvez nao faça por causa do beta

                  • Não sei porque a Tim está chiando já que eles estão em negociação para a compra da Oi

                    Android

                    Melhores smartphones: TOP 5 do TudoCelular para você | Junho 2019

                    Especiais

                    Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

                    Android

                    TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

                    Android

                    TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular