LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Sony WH-XB700 oferece mais que um fone comum por longas horas | Análise / Review

12 de julho de 2019 6

No dia 19 de junho deste ano, a Sony realizou um evento para apresentar a sua nova linha de fones de ouvido Bluetooth no Brasil. Um desses modelos é o WH-XB700. Mesmo considerado o mais básico entre os supra-auriculares, ele chega com recursos relevantes ao consumidor.

A Sony enviou uma unidade do seu headphone ao TudoCelular para análise. Você pode conferir os detalhes a seguir:

Acessórios básicos

Em sua caixa, a Sony prioriza apenas o que é essencial ao consumidor deste tipo de fone. Ou seja, além do próprio acessório, você irá encontrar um plástico que contém um curto cabo USB-C para recarga – sem adaptador A/C para colocar na tomada –, e um cabo P2 para conexão sem precisar gastar a bateria interna.

Além disso, há dois tipos de manual: um tradicional, com instruções escritas – e sem o idioma português; e outro que apresenta o QR Code do aplicativo de gerenciamento de som da marca, acompanhado de figuras que ensinam a parear o headphone com celulares ou PCs.

Devido ao fato de o fone ser feito principalmente para a utilização por Bluetooth, o destaque da embalagem fica para o produto em si.

Todo o som que você pode ouvir

Em suas especificações técnicas, o Sony WH-XB700 promete um som que alcança entre as frequências de 20 Hz (mais graves) a 22.000 Hz (mais agudos). Neste ponto, o acessório consegue entregar todo o som que você consegue escutar. Isso porque a capacidade auditiva do ser humano gira em torno de 20 Hz até 20.000 Hz.

A expansão dos agudos no fone pode fornecer mais detalhes nas frequências “compatíveis” com o ouvido da pessoa, mas o destaque mesmo fica para os graves. O headphone possui essa característica reforçada pelo recurso Extra Bass, o qual ressalta essas frequências mais baixas. Ele fica bem perceptível quando você escuta alguma música. O som do contrabaixo se torna mais destacado no áudio e permite uma experiência aprimorada ao usuário.


O WH-XB700 também conta com uma impedância de 37 ohms. É importante entender que a característica consiste na pressão que evita o seu uso ser atrapalhado por determinados ruídos. Quanto maior o número, melhor será a definição do som – mas este perderá volume. Em média, fones com mais de 28 ohms podem proporcionar uma experiência melhor ao usuário – ou seja, o novo fone da Sony passou nesse quesito.

Caso este modelo em questão tivesse o recurso Noise Cancelling por Inteligência Artificial (AINC), seria possível baixar a impedância, para permitir um áudio mais alto sem aumentar a quantidade de ruídos. Exemplo disso é o seu “irmão” WH-CH700N, o qual possui impedância de 22 ohms, mas aprimorado com o AINC.


Outro ponto a ser destacado consiste no isolamento acústico do fone. Com ele, é possível ouvir o som em um volume bem elevado sem incomodar quem está do lado, pois ele fixa bem no ouvido e não deixa vazar o áudio entre suas almofadas. Além disso, nas chamadas, seu microfone embutido faz bem o trabalho.

Aplicativo para extrair o que há de melhor

Como já foi falado mais acima, a Sony fornece um QR Code para baixar o seu aplicativo dedicado aos fones. Ele possibilita o gerenciamento do som que o usuário escuta, quando o acessório está conectado a um smartphone.

Entre os recursos, estão o aumento ou a diminuição dos graves, a seleção de onde o usuário quer ouvir o som – esquerda, direita, trás e frente –, além de simular alguns cenários, como uma discoteca ou um palco ao ar livre. Por meio de mudanças no áudio, ele fornece uma sensação de estar em cada um desses ambientes.

Bateria para muitas horas longe da tomada

Aqui está um dos destaques mais positivos deste modelo. Com autonomia de fábrica de 30 horas, ele poderá render muito mais a depender do seu uso. No caso deste que vos tecla, a bateria do WH-XB700 durou nada menos que 70 horas e 45 minutos.

Isso em um padrão entre básico e moderado, com prioridade na utilização para ouvir músicas quando pareado no notebook, com menos tempo de chamadas e reprodução de áudio em smartphone.

O período alcançado em uma carga mostra que o cálculo feito pela Sony deve considerar um uso mais intenso do seu produto. Ou seja, mesmo que você seja um usuário mais frequente do acessório, ele não te deixará na mão por bastante tempo.

A companhia ainda promete 90 minutos em apenas 10 de carga e estipula que o tempo total para encher a bateria demora em torno de 4 horas. O TudoCelular fez o teste de bateria para saber quanto demora exatamente esse processo. O fone precisou de 3 horas e 34 minutos para chegar ao 100%, como é possível conferir nas imagens abaixo (ele termina de carregar quando a luz vermelha se apaga):

Diferencial nas assistentes de voz

Um dos diferenciais do WH-XB700 é a presença de assistentes virtuais integradas, como o Google Assistente e a Amazon Alexa. Com funcionamento apenas quando conectado a um smartphone, o acessório fornece uma experiência distinta da encontrada no próprio celular.

Isso ocorre devido à característica principal do fone, que é estar presente sem precisar de cabo no seu ouvido. Assim, ele funciona como se fosse um Google Home, ao te dar as principais informações por meio de áudio – sem precisar desbloquear o seu aparelho. O produto também possui o botão “Custom”, que possibilita ativar a assistente sem precisar dizer um comando específico primeiro – como “Ok, Google”.

Design simples e material em plástico

Este tópico mostra o ponto fraco do produto: seu design. Ao tirá-lo da embalagem, o consumidor pode perceber uma certa fragilidade no material do fone, composto basicamente por plástico, e ter a sensação de pouca qualidade no WH-XB700 – apesar de as demais características mostrarem totalmente o contrário.

O courino presente nas almofadas também deixa uma dúvida no usuário quanto à sua durabilidade. Principalmente porque esse é um material o qual pode sofrer um desgaste com o tempo e apresentar de pequenas rachaduras até grandes rasgos. Por isso, é importante ter um cuidado maior no tratamento do fone – tanto em evitar quedas quanto no próprio manuseio.

Seu corpo não é dos maiores – portanto, cabe facilmente em uma mochila –, mas também não possui características que podem torná-lo mais compacto, como a possibilidade de dobrar suas hastes. Elas apenas podem girar para ficar paralelas – e assim, ter aparência mais fina.

Para completar, o fone pode ser conectado rapidamente a um smartphone por meio da tecnologia NFC, presente na parte posterior do lado esquerdo do produto e destacado com o símbolo do recurso. Apenas ao encostar o celular – que precisa ser compatível também –, o fone já é pareado e pode ser utilizado no smartphone.

Considerações finais

O Sony WH-XB700 foi lançado apenas na loja própria da marca no site oficial ou como marketplace em outras varejistas, por um preço de R$ 699 – você pode encontrar ofertas dele e de concorrentes abaixo do texto. O valor é elevado para um fone de ouvido, mas tenha em mente que – caso você esteja disposto a pagar o valor sugerido – ele não vai te decepcionar no que oferece.

No entanto, por um custo semelhante, um consumidor não tão exigente poderá encontrar opções mais atrativas no mercado, tanto de marcas concorrentes quanto da própria Sony. Já para usuários que querem ter mais recursos, um exemplo é o próprio WH-CH700N, que é vendido por R$ 100 a mais, mas conta com o Noise Cancelling e formato oval no apoio dos ouvidos.

Portanto, essa é uma escolha que depende da preferência e do quanto a pessoa está disposta a gastar em um fone de ouvido. Caso o WH-XB700 seja a opção escolhida, certamente não irá gerar um arrependimento pela compra.


6

Comentários

Sony WH-XB700 oferece mais que um fone comum por longas horas | Análise / Review
Android

Melhores smartphones: TOP 5 do TudoCelular para você | Julho 2019

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular