LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Desempenho do Razer Phone | Teste de velocidade oficial do TudoCelular

22 de dezembro de 2017 7

O Razer Phone é um smartphone desenvolvido para os gamers. Seu grande destaque está na tela de 120 Hz, o que promete melhor fluidez com o Android e jogos. Este painel adotado pela Razer permite que seu primeiro smartphone seja capaz de alcançar a marca de 120 quadros por segundo, indo além dos 60 fps que os demais smartphones Android estão limitados.

Será que o Razer Phone realmente é capaz de rodar jogos com melhor fluidez que outros aparelhos com Snapdragon 835? Ele vem equipado com 8 GB de RAM, o que não chega a ser novidade, mas permite que o usuário possa rodar vários apps e jogos ao mesmo tempo. Para o armazenamento interno temos apenas 64 GB, mas que pode ser expandido com cartão microSD.

Além de hardware robusto, o Razer Phone também traz alguns truques via software. Um dos destaques é o Game Booster, que permite travar jogos para uma determinada resolução ou taxa de quadros. Assim, o usuário pode forçar os jogos a rodarem a 120 fps ou ficarem limitados a 30 fps para economizar bateria.

Teste de velocidade

O nosso primeiro teste consiste em medir quanto tempo o Razer Phone leva para abrir uma dúzia de apps. Na lista selecionada temos os apps de Câmera, Galeria e Configurações enquanto outros foram baixados, como Facebook, WhatsApp, Chrome, Netflix, Spotify, Photoshop Mix, Pokémon Go e Asphalt 8.

A abertura foi realizada exatamente nesta ordem, contando o tempo a partir do momento em que o cronômetro foi iniciado e sendo feita uma marcação ao final do primeiro ciclo para vermos se a segunda etapa seria executada mais rapidamente, pois todos os apps e jogos teoricamente já estariam armazenados na RAM.

Na primeira rodada o Razer Phone levou 50 segundos para abrir todos os aplicativos. Na segunda rodada, o smartphone voltado para gamers precisou de apenas 17 segundos. Com exceção do app de câmera, os demais continuaram abertos nos 8 GB de RAM do aparelho. Todavia, há vários modelos com Snapdragon 835 com resultados melhores.

AnTuTu

O Razer Phone conquistou 170 mil pontos no benchmark AnTuTu, uma média alcançada pela maioria dos smartphones com Snapdragon 835. É normal que o Razer Phone tenha resultados variados, passando de 180 mil ou até menos ficando abaixo de 160 mil quando o aparelho está quente. De qualquer forma, o smartphone não demonstrou aquecimento preocupante quando o seu hardware é forçado ao máximo.

Geekbench

O segundo teste é com o Geekbench, um benchmark mais confiável que o AnTuTu por apresentar variações menos drásticas entre os resultados. Ele faz um teste mais preciso envolvendo apenas a CPU e a memória. O Snapdragon 835 consegue alcançar quase 2 mil pontos quando apenas um dos seus núcleos mais potentes é testado. Quando todos os núcleos entram em ação a pontuação passa dos 6 mil, um resultado também excelente. Há também um teste que envolve a GPU, chegando a 7,8 mil pontos neste caso.

3D Mark

O 3D Mark é em benchmark focado apenas no teste da GPU do smartphone. No caso aqui do Razer Phone temos a Adreno 540, presente em todos os aparelhos lançados com Snapdragon 835. A unidade gráfica é bastante potente e consegue alcançar 3.728 pontos no teste do Sling Shot Extreme, o mais pesado entre as opções oferecidas pelo benchmark. Nesta pontuação temos o resultado gráfico com 3.968 pontos e o teste de físicas com 3.077 pontos.

GFX Bench

Ainda em benchmarks gráficos temos o GFX Bench que realiza testes gráficos em três APIs diferentes: Open GL 2.0 ES, 3.0 ES e 3.1 ES. No teste do T-Rex, que usa a API gráfica mais antiga, o smartphone da Razer rodou o teste a 75 FPS em Quad HD. No teste do Manhattan, que usa a API gráfica 3.0, o smartphone conseguiu rodar a animação a 39 FPS na resolução nativa da tela. Enquanto no teste do Car Chase (Open GL 3.1 ES) tivemos 15 quadros por segundo.

Este benchmark também roda os mesmos testes emulando a resolução Full HD. Aqui, a taxa de quadros por segundo foi para 25 no Car Chase, 61 no Manhattan e 111 no T-Rex. Esta diferença deixa claro o peso que a resolução Quad HD gera sobre a Full HD. No geral, o desempenho foi similar ao de outros aparelhos com Snapdragon 835 e mesma resolução de tela.

Gamebench

Usamos a ferramenta Gamebench para medir a taxa de quadros por segundo em alguns jogos. Infelizmente, alguns títulos da Gameloft vêm travados para rodarem a 30 fps, como é o caso dos dois jogos de corrida testados. Injustice 2 também entra neste grupo, o que acaba limitando o potencial do aparelho.

FPS CPU GPU RAM
Asphalt 8 29 4% 51% 638 MB
Asphalt Xtreme 30 4% 36% 671 MB
Injustice 2 30 5% 46% 836 MB
Modern Combat 5 62 27% 61% 566 MB
Clash Royale 59 2% 61% 465 MB
Subway Surfers 60 10% 59% 416 MB

Os demais jogos entregam 60 fps no geral, com excelente fluidez no smartphone da Razer. Assim como visto em outros aparelhos com Snapdragon 835, a Adreno 540 tem fôlego de sobra para encarar qualquer jogo.

No entanto, mesmo configurando no Game Booster para que os jogos rodem a 120 fps, eles continuam presos à limitação imposta por cada desenvolvedor. Para tirar proveito da tela de 120 Hz do Razer Phone, é necessário buscar jogos otimizados para o aparelho ou que não tenham nenhuma limitação de taxa de quadros por segundo.


O Razer Phone vem com três jogos pré-instalados: Gear.Club, World of Tanks e Titalfall Assault. Estes títulos não possuem limitação máxima de taxa de quadros por segundo, permitindo tirar proveito da tela de 120 Hz do aparelho.

No título de corrida tivemos uma média de 87 fps. Em alguns momentos o jogo bate os 120 fps, mas em corridas com muitos carros a taxa de quadros por segundo chega a cair para menos de 60. Na batalha de tanques online tivemos uma média ainda mais baixa com 61 fps, enquanto no título de estratégia ficamos na faixa de 82 fps.

Conclusão

Para quem esperava rodar todos os jogos a 120 fps no Razer Phone, pode acabar ficando decepcionado com os resultados acima. O que fica claro é que o smartphone da empresa ainda precisa deixar evidente o seu diferencial. Por enquanto, ele é apenas um flagship robusto com som potente e que consegue entregar uma maior fluidez em uma quantidade limitada de apps.

A Razer vem buscando fechar parcerias com desenvolvedores para ter cada vez mais jogos rodando acima de 100 fps em seu smartphone. Enquanto isso, é inegável que o Razer Phone seja um aparelho interessante e que ofereça excelente desempenho, mas ele não está entre os mais rápidos que já passaram pelo TudoCelular. Mas isso não tira o mérito de ser uma ótima opção a ser considerada por aqueles que buscam importar um flagship diferenciado.

O Razer Phone ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.

7

Comentários

Desempenho do Razer Phone | Teste de velocidade oficial do TudoCelular

OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho