LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Nova plataforma lançada pelo CNJ visa facilitar a doação de órgãos no país

03 de abril de 2024 0

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) lançou uma nova plataforma que tem o objetivo de facilitar a doação de órgãos no Brasil ao permitir que possíveis interessados possam registrar sua intenção de doar através do site “Aedo” ou pelo aplicativo para smartphones.

Essa plataforma ajudará o sistema de saúde a entender mais rapidamente a decisão do paciente que se inscrever, apesar da decisão de doação após morte encefálica continuar sendo da família do paciente.

Ao fazer o registro da intenção de doar órgãos, o Sistema Nacional de Transplantes estará ciente da decisão do paciente e poderá apresentar para a família na intenção de agilizar todo o processo que existe na doação de órgãos, que por sua vez pode demorar um pouco ao esperar a decisão dos familiares.

O ministro Luis Felipe Salomão, corregedor nacional de Justiça, explica que essa ideia pode ajudar a aumentar o número de transplantes no país que, de acordo com o Jornal Nacional, atingiu recorde em 2023.

Salomão destacou que conforme o número de espera na fila para transplante reduz, mais vidas serão salvas no Brasil, então é esperado que essa iniciativa seja muito bem vista para todos que desejam doar. O Ministério da Saúde e os cartórios colaboram nessa campanha. Veja abaixo o que disse o ministro:

Com essa campanha, nós vamos ter uma declaração inequívoca. Quem quiser doar vai poder de maneira rápida, simples, gratuita, deixar isso registrado — "eu quero ser um doador, eu quero salvar vidas" —, e a partir dali, uma consulta também muito rápida pelos órgãos de saúde para permitir a doação e o transplante de órgãos

Mesmo com um recorde registrado em 2023, o Brasil ainda possui cerca de 42 mil pessoas na fila esperando por um transplante. Dessas pessoas, 500 são crianças. Infelizmente, mesmo sendo um bom ano para os transplantes, cerca de três mil pessoas faleceram enquanto esperavam um doador.

O governo tem se mostrado ativo com as ajudas nessa luta e também em outras, como foi o caso das doações de computadores para escolas públicas no ano passado. Esperamos um retorno positivo dessas medidas em breve.

Veja também

0

Comentários

Nova plataforma lançada pelo CNJ visa facilitar a doação de órgãos no país
Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos

Economia e mercado

Vídeo gravado por passageiro mostra interior de aeronave após acidente no Japão; assista