LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Motoristas de transporte por aplicativo não poderão mais cobrar por uso do ar-condicionado no RJ

08 de janeiro de 2024 4

Em uma decisão publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (8), o governo do Rio de Janeiro proibiu a cobrança de valor adiciona para uso do ar-condicionado em viagens por aplicativo. Segundo a Secretaria de Defesa do Consumidor, essa prática adotada por alguns motoristas parceiros de plataformas como Uber e 99 é considerada abusiva.

O assunto se tornou uma polêmica durante a onda de calor que afetou o Brasil no final de 2023. Na ocasião, alguns clientes foram condicionados ao pagamento de um valor extra para uso do ar nos veículos, medida que resultou em uma ampla discussão — forçando, inclusive, as empresas a se posicionarem sobre a situação.

A Uber explica que qualquer negociação ou cobrança fora da plataforma é irregular e fere os termos de uso da conta e aplicativo, ou seja, é vedado um valor extra para uso do ar-condicionado. Apesar dessa resposta da companhia, muitos parceiros seguiram com a prática exigindo, em alguns casos, uma tarifa previamente estipulada para que o ar fosse ligado.

Cobrança por uso do ar-condicionado. | Imagem: Reprodução.

No estado do Rio de Janeiro, os veículos que atuarem com transporte de passageiros por aplicativo deverão rodar com o ar-condicionado ligado e operante sem qualquer custo adicional para o cliente. Os trabalhadores autônomos argumentam que isso aumenta o consumo de combustível e, consequentemente, a margem de lucro.

Em algumas situações, os motoristas afirmavam aos passageiros que o equipamento estava quebrado para não ligá-lo nos períodos de calor. O parecer publicado pela pasta impede que essa desculpa seja usada pelos condutores, pois determina que os carros que estiverem com o ar-condicionado inoperante devem deixar o aplicativo.

A decisão é válida apenas para o Rio de Janeiro. No caso do Aplicativo Táxi Rio, a Prefeitura explicou que a plataforma tem a determinação de deixar o ar-condicionado ligado nos táxis, cabendo ao passageiro escolher desligá-lo.

No ano passado, o Rio de Janeiro sofreu uma intensa e histórica onda de calor com a sensação térmica alcançando 50,5 ºC, segundo órgãos oficiais de monitoramento. Outros estados e cidades também sofreram com as altas temperaturas, porém a capital fluminense foi uma das mais afetadas.


4

Comentários

Motoristas de transporte por aplicativo não poderão mais cobrar por uso do ar-condicionado no RJ
  • Não entendo, fizeram mais uma lei , ao invés de ouvir os motoristas. Bom sei que somos extremamente desunidos. E isso infelizmente, só faz sermos ainda mais mau vistos e mau interpretados. Infelizmente a corda sempre arrebenta do lado mais fraco, somos a nova modalidade de escravos.

      • Uber só se fode queria ver uma mega paralisação, todo custo fica com o motorista, não deveria ligar mesmo ...corridas com valor defasados nenhuma seguradora que assegurar os veículos, corridas a preço de bananas ...pagando pra trabalhar absurdo ...ligar o ar condicionado o caramba ...que dia a prefeitura vai regulamentar 2 reais o Km ?? Corrida mínima 10 reais ...Terra de ninguém ..

        • Já o cara não liga o condicionador de ar..... 1 estrela na certa.

            Android

            Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

            Android

            Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

            Windows

            Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos

            Economia e mercado

            Vídeo gravado por passageiro mostra interior de aeronave após acidente no Japão; assista