LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Detetive TudoCelular: entenda as diferenças entre as redes móveis 4G, 4G+ e 4,5G

13 de dezembro de 2018 51

Enquanto o 5G já é testado pelo mundo, o Brasil ainda tenta expandir a sua rede 4G por todos os estados e cidades do país. Com a liberação gradual da faixa dos 700 MHz, a rede LTE busca ganhar força ao longo das mais distantes localidades.

Conforme surgem mais frequências e tecnologias atreladas à chamada banda larga móvel, os serviços passam a receber outros nomes, como 4G+ e 4,5G. Para esclarecer o que cada um deles representa, a coluna Detetive TudoCelular resolveu explicar as diferenças entre essas nomenclaturas. Confira:

4G

Com maior eficiência de espectro – o que, na prática, permite mais dispositivos conectados sem qualquer dano à rede – e latência menor que os antecessores 2G e 3G, o 4G utiliza a tecnologia LTE para levar velocidades maiores de conexão móvel aos usuários.

No Brasil, a rede móvel de quarta geração começou a ser utilizada por meio das bandas 3 e 7 – faixas de 1.800 e 2.600 MHz, respectivamente. Conforme o sinal analógico de TV é desligado no país, a Anatel passa a liberar a banda 28 – 700 MHz – para permitir ainda mais rapidez à banda larga móvel.

4G+

Também chamado de LTE Advanced, o 4G+ consiste na utilização de mais de uma frequência simultaneamente, a fim de gerar mais estabilidade e velocidade de conexão. Ou seja, é possível combinar os 700 MHz com os espectros antigos de 1.800 ou 2.600 MHz ao mesmo tempo.

É importante ressaltar que, para utilizar o recurso, são necessários alguns requisitos. Entre eles, está a compatibilidade do celular. Além disso, a operadora precisa ativar a tecnologia na sua localidade – caso isso não ocorra, o usuário poderá navegar no 4G tradicional ou em outras redes.

4,5G

Com o passar do tempo, foi possível avançar ainda mais na combinação de faixas para o fornecimento da banda larga móvel, até chegar no 4,5G – ou LTE Advanced Pro. Esta categoria utiliza as três frequências para oferecer o serviço, a fim de alcançar um espectro total de 30 MHz, nos casos de operadoras com banda de 10 MHz.

Outras características consistem na tecnologia MIMO 4x4 – comunicação entre smartphone e operadora por meio de 4 antenas de transmissão e 4 de recepção – e na modulação 256 QAM – transmissão maior de dados simultâneos.

Qual a sua opinião sobre os serviços 4G no Brasil? Participe conosco!


51

Comentários

Detetive TudoCelular: entenda as diferenças entre as redes móveis 4G, 4G+ e 4,5G

Para aliviar a falta do WhatsApp, TIM remove custo de envio de SMS

Limite de banda larga: saiba o que NET, Tim, Vivo e Oi oferecem para clientes no Brasil

MWC 2016: toda a feira em quase 10 minutos e consideração final

São Paulo recebe ônibus com internet 4G. Testamos e o resultado foi ótimo