LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Dados de usuários do Facebook "destruídos" pela Cambridge Analytica continuam circulando na web

29 de março de 2018 0

Todos sabemos que o Facebook está passando pela sua maior crise depois do escândalo envolvendo o uso de dados sigilosos de usuários da rede social pela Cambridge Analytica. A informação fez com que muitos usuários começassem uma campanha para deletar suas contas e despertou o debate sobre uma possível regulação da rede social.

Agora, aumentando ainda mais o escândalo, o Channel 4 News descobriu nesta semana que a Cambridge Analytica não apagou os dados que coletou dos usuários do Facebook. Como sabemos, anteriormente a agência havia afirmado que não tinha mais esses dados porque tinha deletado todos.

No entanto, o pessoal do Channel 4 News afirma que tiveram acesso a dados de 136 mil usuários que moram no estado do Colorado, Estados Unidos. De acordo com o que foi revelado, esse material conta com o perfil psicológico e de personalidade de cada pessoa, algo que foi mapeado pela Cambridge Analytica.


Como sabemos, esses dados foram fornecidos para a campanha vitoriosa de Donald Trump, sendo que eles foram essenciais para a criação de mensagens políticas quase personalizadas. Além disso, existe também a informação de que dados de usuários do estado do Oregon também estão circulando na web.

Para piorar ainda mais a solução, esses dados foram distribuídos por meio de sistemas de e-mail não-corporativos, fora da própria Cambridge Analytica. Perguntada sobre o assunto, a empresa continua afirmando:

nunca passamos nenhum dado da GSR para partes externas. Depois que o Facebook nos contatou em dezembro de 2015, excluímos todos os dados da GSR e tomamos as medidas apropriadas para garantir que quaisquer cópias dos dados fossem excluídas

Quando questionada sobre quem então teria vazado esses dados sigilosos, a Cambridge Analytica afirma que isso pode ter relação com ex-funcionários que a empresa já processou no passado:

vários ex-funcionários que haviam roubado dados e propriedade intelectual da empresa. Esses ex-funcionários assinaram um compromisso prometendo que haviam eliminado todo esse material

Com a divulgação desse vazamento, o vice-presidente e vice-conselheiro geral do Facebook se manifestou oficialmente sobre o assunto:

a Cambridge Analytica confirmou publicamente que não tem mais os dados, outros estão questionando isso, e estamos determinados a descobrir os fatos

Vale lembrar que o Facebook vem tentando consertar o problema implementando uma série de medidas que visam proteger seus usuários. Recentemente, nós mostramos que a rede social simplificou a sua página de configurações de privacidade. No entanto, isso não tem convencido os usuários que processaram a empresa.


0

Comentários

Dados de usuários do Facebook "destruídos" pela Cambridge Analytica continuam circulando na web
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 92.475 mortes em 2.662.485 casos confirmados | Relatório diário

Android

Novo Tracker 2021: app e WiFi a bordo fazem diferença? | Análise / Review

Google

Nearby Share: "AirDrop do Google" começa a chegar aos usuários Android em versão beta

Apple

Agora tem widgets? iOS 14 e todas as suas novidades | Hands-on em vídeo