LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Microsoft anuncia Project Reunion para unificar programas e apps do Windows 10

19 de maio de 2020 11

Em maio vimos a Microsoft dizer que pretende levar o Windows 10X aos computadores com uma única tela, uma forma de tornar a plataforma mais popular e unificar o sistema com o Windows 10, já que são bem parecidos, praticamente irmãos. Agora que a Microsoft Build 2020 começou, temos mais novidades chegando, uma delas é o Project Reunion, que deve trazer uma grande revolução para desenvolvedores.

A Microsoft Build 2020 já chegou cheia de novidades como:

  • Azure Synapse Link com muitas melhorias para bancos de dados sem exigir mais desempenho deles;
  • Aprimoramentos no Microsoft Teams;
  • Fluid Framework com melhorias na interface e possibilidade de experimentar ele no Outlook e no Office.com;
  • Azure Machine Learning: com novas ferramentas Responsible ML e OSS para ajudar na implantação de modelos de IA;
  • Um supercomputador de IA criado dentro do Azure em parceria com a OpenAI, atualmente o mais poderoso do tipo no mundo;
  • Microsoft Cloud for Healthcare com recursos específicos para saúde e outras indústrias, que podem ser de grande ajuda em momentos de pandemia como atualmente;
  • Project Reunion: uma nova forma de desenvolver aplicativos e programas, integrando UWP e Win32 para que desenvolvedores tragam mais novidades em menos tempo para usuários.
Uma revolução no UWP e Win32

Como você deve ter notado, um dos mais interessantes é o Project Reunion, do qual falaremos mais a partir daqui, afinal, a Microsoft nunca escondeu o desejo de integrar todas as plataformas como computador, tablet e celular. O objetivo é aproximar os dois formatos para que haja um só: os aplicativos Windows, que é como a Microsoft vai chamá-los a partir de agora.


Rajesh Jha, vice-presidente executivo do Grupo de Experiências e Dispositivos da Microsoft, explicou a iniciativa dessa forma:

"A ideia por trás do Project Reunion é que ele permite que os desenvolvedores construam um aplicativo windows e direcionem todos os 1 bilhão de dispositivos Windows. Estamos reunindo o poder combinado do win32 e do UWP para que os desenvolvedores não precisem mais escolher porque estamos unificando essas APIs existentes e de alguma forma desvinculá-las do SO."

Segundo Kevin Gallo, diretor da plataforma de desenvolvedores do Windows na Microsoft, a ideia é reduzir ao máximo o nível das APIs integrando-as para ampliar a compatibilidade dos aplicativos, independente de qual versão do Windows 10 o usuário utilizar. Isso vai simplificar muito como os desenvolvedores criam aplicativos, pois bastará puxar essa API do NuGet e compilar o app, sem se preocupar com versões antigas do Windows 10.

Uma interface adaptável
WinUI 3

Outro ponto importante é o WinUI 3, que vai permitir que um aplicativo se adapte entre diferentes dispositivos com tamanhos de tela distintos.

Uma prévia do WebView2 também está sendo liberada hoje. Ela permitirá que desenvolvedores incluam WebView baseado no Chromium em seus aplicativos e ele também será totalmente compatível independente da versão do Windows 10 do dispositivo.

Um dos grandes saltos é que o Windows passe a distribuir aplicativos em nuvem, assim como já ocorre no iOS e Android por meio do Windows Virtual Desktop. Jha diz:

"Agora você está executando o Windows não só no Windows, mas no iOS, Android, Mac e Linux da nuvem. Nossa esperança com o Project Reunion é que possamos trabalhar com essa incrível comunidade nossa no Windows para acelerar ainda mais a inovação e novas experiências no Windows 10 para este primeiro bilhão de usuários e o próximo."

Por fim, no futuro, o Project Reunion deve oferecer uma experiência totalmente nova, onde aplicativos mais antigos não precisem ser reescritos para web, iOS ou Android, mas sim apenas facilitando o processo de modernização deles, que poderiam ser executados até mesmo na nuvem em diversos dispositivos, independente do sistema.


11

Comentários

Microsoft anuncia Project Reunion para unificar programas e apps do Windows 10
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 63.174 mortes em 1.539.081 casos confirmados | Relatório diário

Google

Nearby Share: "AirDrop do Google" começa a chegar aos usuários Android em versão beta

Apple

Agora tem widgets? iOS 14 e todas as suas novidades | Hands-on em vídeo

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Junho 2020