LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Pesquisadores desenvolvem "átomos gigantes" para uso na computação quântica

30 de julho de 2020 0

A computação como conhecemos atualmente é extremamente poderosa, sendo responsável por algumas das descobertas mais importantes da humanidade. Ainda assim, há um limite para o hardware atual, e pensando nisso, cientistas já trabalham na chamada computação quântica, que ao invés de apenas zeros e uns, utilizam um terceiro valor que simboliza zero e um simultaneamente, os qubits.

Grandes avanços vem sendo realizados na área, com o mais recente sendo o processador Sycamore da Google, que afirma ser capaz de resolver em horas problemas que seriam resolvidos em anos pela computação tradicional. No entanto, a tecnologia quântica ainda tem um longo caminho a percorrer, com instabilidades e outras limitações relacionadas ao uso dos átomos.

Hoje, porém, uma nova pesquisa publicada na revista Nature pode fazer com que computadores quânticos fiquem ainda mais próximos da realidade. Um grupo de cientistas do MIT foi capaz de desenvolver "átomos gigantes" que acabariam com as instabilidades e os erros ocorridos com os átomos naturais. Enquanto os qubits tradicionais tendem a perder informação em cadeias maiores, os artificiais permitem melhor fidelidade e controle na transmissão de informações.

Conforme explica o engenheiro do MIT Bharath Kannan, "Isso nos permite investigar experimentalmente um novo regime da física de difícil acesso com átomos naturais". Um bom exemplo do uso da computação quântica aprimorada com os átomos artificiais seria a pesquisa de medicamentos.

O novo átomo artificial, diferente dos átomos naturais, permitirá que as informações sejam transmitidas com melhor fidelidade e controle.

Ainda que não seja comprovada uma melhora no tempo de pesquisa, que costuma ser muito amplo devido à complexidade de moléculas dos remédios, o uso da nova tecnologia pode proporcionar novos ângulos para resolução dos problemas, que podem resultar em novas soluções.

Futuramente, quando atingir sua maturidade, a computação quântica pode eventualmente chegar ao mercado consumidor, considerando que já há pesquisas para que isso também ocorra. Nos EUA, por exemplo, já foi anunciada a implementação da primeira rede de internet quântica do país, destinada à transmissão de dados financeiros e do governo.


0

Comentários

Pesquisadores desenvolvem "átomos gigantes" para uso na computação quântica
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 94.660 mortes em 2.750.153 casos confirmados | Relatório diário

Android

Novo Tracker 2021: app e WiFi a bordo fazem diferença? | Análise / Review

Google

Nearby Share: "AirDrop do Google" começa a chegar aos usuários Android em versão beta

Apple

Agora tem widgets? iOS 14 e todas as suas novidades | Hands-on em vídeo