LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

YouTube e Netflix podem exigir suporte ao codec AV1 para exibição de futuros conteúdos

27 de janeiro de 2021 6

As indústrias do entretenimento e da tecnologia vem trabalhando em uma novidade que promete tornar conteúdos mais leves e até mesmo cortar alguns custos. Trata-se do codec AV1, novo algoritmo de compressão e descompressão de conteúdo desenvolvido pela Google, Microsoft, Amazon, Mozilla e outras empresas que fazem parte da chama Alliance for Open Media, estabelecida em 2015.

Além de otimizar o tamanho dos arquivos, o AV1, que rivaliza soluções famosas como o H.264 e o H.265 (HEVC), é totalmente gratuito e livre de royalties, diferente de seus concorrentes. Isso pode evitar problemas com licenciamento e possivelmente afetar os valores cobrados por conteúdo.

Quase seis anos depois de anunciado, o AV1 começa a ganhar popularidade, já sendo um item obrigatório de novos televisores com Android TV. No entanto, o codec ainda tem uma longa jornada para percorrer, considerando que no momento o chipset Dimensity 1000 da MediaTek é o único do mercado a contar com suporte à novidade. Nem mesmo o poderoso Snapdragon 888 é compatível com o recurso.

Esse cenário deve mudar em breve, se levarmos em conta recente declaração da Synaptics. Durante o lançamento de seu mais novo SoC, o VideoSmart VS640, a fabricante apontou compatibilidade de sua plataforma com o AV1, "um requerimento para futuro conteúdo no YouTube e no Netflix", como afirmou em seu release de imprensa.


De acordo com o site XDA Developers, rumores já indicavam que as duas plataformas de streaming passariam a exigir suporte ao novo codec, mas essa é a primeira vez que uma empresa cita isso claramente. Caso essa informação se confirme, as Android TVs não serão os únicos dispositivos obrigados a trazer compatibilidade com o AV1.

Ainda não se sabe que tipo de conteúdo exigira o recurso , mas especula-se que vídeos em 4K com HDR ou mesmo em 8K deverão estar entre eles. O certo é que as fabricantes não irão querer ser deixadas para trás, portanto espere mais TVs e outros aparelhos trazendo a capacidade de decodificar conteúdos em AV1 como um de seus recursos.


6

Comentários

YouTube e Netflix podem exigir suporte ao codec AV1 para exibição de futuros conteúdos
Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos

Economia e mercado

Vídeo gravado por passageiro mostra interior de aeronave após acidente no Japão; assista