LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Concorrência amiga! AMD fornece componentes para novo sistema de IA da NVIDIA

19 de maio de 2020 0

A AMD anunciou hoje, 19 de maio, que vai fornecer componentes para o novo sistema dedicado para inteligência artificial e funções de aprendizado de máquinas da NVIDIA. Em anúncio a empresa informou que os processadores AMD EPYC 7742 de segunda geração estarão presentes no sistema DGX-A100 da concorrente.

A empresa divulgou que cada DGX A100 terá uma matriz dupla de processadores AMD EPYC 7742 de segunda geração, oferecendo um total de 128 núcleos à uma frequência base de 2,25 GHz, podendo ser aumentada até, no máximo, 3,4 GHz.

Imagem: Reprodução

A segunda geração de processadores AMD EPYC é a primeira – e por enquanto única – arquitetura de servidor x86 que suporta PCIe 4.0, oferecendo até 128 faixas de I/O por processador, que entrega um desempenho melhor de computação e conectividade com outros dispositivos, como placas gráficas, por exemplo.

A segunda geração dos processadores AMD EPYC 7742 – assim como as GPUs AMD Radeon Instinct – também capacitam os dois supercomputadores exascale mais rápidos do mundo, o Frontier e o El Capitan.

Supercomputadores com processadores AMD EPYC

Além do DGX-A100, os processadores AMD EPYC equipam outros supercomputadores, que figuram entre os mais potentes do mundo. Confira a lista de alguns deles e suas utilidades para suas respectivas empresas:

  • HLRS ‘Hawk’: O Hawk aprimorará o trabalho de cientistas e engenheiros em seus trabalhos de pesquisa com fenômenos de maior volume e complexidade, suportando intensos fluxos de dados que combinam análise de grandes lotes de informações, aprendizado profundo e simulações virtuais. Hawk é um sistema HPE Apollo 9000 e está entre os supercomputadores mais rápidos do mundo
  • Big Red 200: A Universidade de Indiana adquiriu o supercomputador mais ágil do país e possui uma instituição educacional para apoiar os avanços em suas pesquisas em inteligência artificial, aprendizado de máquina, análise de dados e pesquisa médica e científica, chamada Big Red 200.
  • NEC SX-AURORA TSUBASA: O NEC SX-Aurora TSUBASA apoiará atividades de monitoramento, análise e previsão meteorológica, bem como os diferentes processos climatológicos estudados pelo serviço meteorológico alemão Deutscher Wetterdienst, fornecendo projeções mais sofisticadas e alertas mais precisos em caso de eventos ambientais graves.
  • Dell Expanse: . O sistema permitirá que dezenas de milhares de pesquisadores simplifiquem seus tempos de estudo em áreas como astronomia, dinâmica molecular, aprendizado de máquina e inteligência artificial.
  • Cray Archer 2: O supercomputador ARCHER2 será equipado com interconexão Slingshot da Cray, armazenamento ClusterStor de alto desempenho, plataforma de software Cray Shasta e processadores AMD EPYC de segunda geração, fornecendo até 11x o desempenho de seu antecessor, o sistema ARCHER. O ARCHER2 será o primeiro sistema Shasta anunciado na EMEA e o segundo sistema desse tipo no mundo usado para pesquisas acadêmicas.
  • Cray Vulcan: O Departamento de Armas Nucleares (AWE) do Reino Unido selecionou Cray e Hewlett Packard Enterprise (HPE) para apoiar a segurança e defesa do Reino Unido com o supercomputador Cray Shasta. O supercomputador Vulcan incorporará um supercomputador Shasta simples com um desempenho esperado de mais de sete petaflops.
  • JOLIOT-CURIE: GENCI e Atos anunciaram seu primeiro supercomputador operacional no mundo, que inclui os processadores AMD EPYC 7H12 de 2ª geração. O supercomputador Joliot-Curie é baseado na solução Atos BullSequana XH2000 e tem um desempenho sustentado comprovado até agora em mais de cinco petaflops. Em 2019, ficou em 59º lugar no ranking mundial de supercomputadores TOP100.
  • ATOS BULLSEQUANA XH2000 SUPERCOMPUTERS: Os novos sistemas multiplicarão o poder computacional da Météo-France em até cinco vezes, em comparação com a solução atual, permitindo que a organização alcance com mais eficiência um número considerável de descobertas científicas em previsão climática. Cada novo supercomputador é capaz de processar mais de 10 bilhões de operações por segundo e está entre os supercomputadores meteorológicos mais poderosos do mundo.
  • CRAY HPC11: O supercomputador HPC11 permitirá obter previsões meteorológicas mais precisas para operações globais da Força Aérea e Marinha dos Estados Unidos. Será um dos primeiros sistemas de supercomputadores com os processadores AMD EPYC de segunda geração para uso operacional em previsão climática.

0

Comentários

Concorrência amiga! AMD fornece componentes para novo sistema de IA da NVIDIA
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 59.594 mortes em 1.402.041 casos confirmados | Relatório diário

Google

Nearby Share: "AirDrop do Google" começa a chegar aos usuários Android em versão beta

Apple

Agora tem widgets? iOS 14 e todas as suas novidades | Hands-on em vídeo

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Junho 2020