LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Justiça aprova isenção de imposto de importação para compras de até US$ 100

28 de março de 2024 51

Atualmente toda importação é sujeita a impostos no Brasil, mas a Turma Regional de Uniformização dos Juizados Especiais Federais da 4ª região (TRU/JEFs) decidiu que compras de até US$ 100 estão isentas de impostos se a entrega foi feita por empresas privadas.

A decisão foi emitida a partir de uma ação de um advogado contra a Fazenda Nacional ajuizada em 2020 após ser taxado em três compras internacionais realizadas em 2017 pela internet. O valor cobrado foi de R$ 498,76, embora todas as encomendas tenham notas fiscais inferiores a US$ 100. Na reclamação, o advogado pedia que a Fazenda devolvesse o valor dos impostos pagos.

A 2ª vara Federal de Curitiba reconheceu o direito do comprador em agosto de 2021, mas a União recorreu dizendo que o Decreto-Lei 1.804/1980, que isenta impostos, vale apenas para encomendas transportadas e entregues pelos correios, não por empresas privadas.


O recurso foi negado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRU) e o relator do caso, o juiz Andrei Pitten Velloso, reforçou a decisão da Justiça Federal de Curitiba de que a isenção de impostos vale para todas as encomendas internacionais de até US$ 100 em qualquer modalidade de entrega, seja ela via empresa privada ou pública.

A tese fixada pela TRU diz:

A diferenciação feita pela Instrução Normativa da Receita Federal nº 1.737/2017 e pela Portaria do Ministério da Fazenda nº 156/1999 entre encomendas remetidas por empresas privadas e pelos Correios para fins de aplicação da isenção estabelecida no Decreto-Lei nº 1.804/80 não encontra amparo legal ou constitucional - uma vez que ambas se caracterizam como remessas postais, de modo que deve ser aplicada a isenção do Imposto de Importação prevista no Decreto-Lei 1.804/1980, nas operações realizadas sob o regime de Remessa Expressa Internacional, envolvendo valores de até cem dólares estadunidenses.

Com esta decisão, os brasileiros agora podem apelar caso tenham compras internacionais na Shein, AliExpress, Amazon e outros sites taxadas. A decisão vale apenas para casos anteriores ao Remessa Conforme, mas também estabelece que compras entregues por qualquer transportadora está sujeira a regra que isenta impostos.

O limite máximo de US$ 50 estabelecido no Remessa Conforme para isenção de impostos em compras internacionais permanece inalterado, pois a lei da regra antiga foi substituída pela nova alíquota em 2023. Desta forma, a regra vale apenas para compras taxadas segundo a legislação anterior ao Remessa Conforme.


51

Comentários

Justiça aprova isenção de imposto de importação para compras de até US$ 100
Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos

Economia e mercado

Vídeo gravado por passageiro mostra interior de aeronave após acidente no Japão; assista