LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Asteroide perigoso para a Terra é um raríssimo sistema binário

13 de julho de 2018 9

Em dezembro do ano passado, pesquisadores do Observatório Oukaimeden, de Marrocos, descobriram o asteroide YE5 2017, que logo foi incluído na lista dos objetos perigosos para a Terra. Agora, após uma nova aproximação, os astrônomos descobriram que ele não é exatamente o que antes parecia ser - na verdade, trata-se de um objeto binário.

Isso significa que são duas rochas orbitando entre si, e cada uma delas tem origem e composição diferentes. Esse tipo de sistema é normalmente visto como um único objeto, caso o observador não "se aproxime" o suficiente.

Ele está no PHA (Potentially Hazardous Asteroids, ou Asteroides Potencialmente Perigosos, em português). Trata-se de uma lista de objetos que representam uma ameaça potencial para nós, terrestres.

Se um corpo celeste estiver nesse catálogo, significa que ele se aproximou da Terra a uma distância de pelo menos oito milhões de quilômetros, é grande o suficiente para não se desintegrar na atmosfera e é capaz de causar uma catástrofe pelo menos a nível regional. Pois é, este é o caso do YE5 2017.

Em junho deste ano, ele se aproximou outra vez do nosso planeta, a uma distância de 6 milhões de quilômetros. Isso deu aos pesquisadores a oportunidade de olhar mais de perto, com o Radar do Sistema Solar Goldstone (GSSR) da NASA, na Califórnia, e o radiotelescópio de Arecibo, em Porto Rico.

Com um disparo de feixes de ondas de rádio na direção do asteroide, os pesquisadores tiveram mais informações sobre sua forma e tamanho. No vídeo abaixo, você verá as imagens coletadas e uma concepção criada por um artista.

Formado por duas metades de tamanho e massa relativamente iguais, o asteroide é muito maior do que se imaginava, com 900 metros de diâmetro para cada uma de suas metades. As duas rochas completam uma volta ao redor uma da outra em cerca de 20 a 24 horas.

Contando com o YE5 2017, foram descobertos apenas quatro asteroides binários como este - com cada parte de tamanho e massa semelhantes. Ou seja, trata-se de uma descoberta bastante rara. Outra característica peculiar é que suas metades são formadas por tipos de rochas diferentes.

De acordo com a NASA, essa descoberta fornece aos cientistas uma importante oportunidade para compreender melhor os diferentes tipos de sistemas binários. Espera-se que seja possível estudar a densidade dos objetos que formam o YE5 2017, o que deve melhorar a compreensão de sua composição e estrutura interna, e de como eles se formaram.

Embora existam asteroides perigosos para a Terra, a NASA parece bem atenta para lidar com esse tipo de ameaça. No mês passado, a agência conseguiu flagrar o trajeto de um desses pedregulhos horas antes do impacto na atmosfera terrestre. Claro, ele não oferecia nenhum risco e se desintegrou na atmosfera, mas a detecção mostra que, caso necessário, seria possível executar o plano para salvar a Terra de um impacto desastroso.


9

Comentários

Asteroide perigoso para a Terra é um raríssimo sistema binário
Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones intermediários com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones intermediários com melhor autonomia | Guia do TudoCelular