LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Vai demorar: Microsoft quer preparar o mercado para a inovação antes do Surface Phone

30 de janeiro de 2017 262

A Microsoft afirmou recentemente que não vai apressar o lançamento do Surface Phone – ou Surface Pocket, ou seja lá o nome que a versão de bolso do Surface vai ganhar. A companhia segue firma na ideia da criação de uma nova categoria para os smartphones, e não quer apenas lançar um novo flagship para competir com iPhone ou a linha Galaxy S.

O CMO da empresa, Chris Capossela, já havia falado, em uma entrevista ao canal Windows Weekly, no final do ano passado, que o objetivo do produto não é apenas satisfazer os desejos dos fãs da marca.

É importante para nossos fãs entenderem… Nosso objetivo tem que ser não apenas construir outro dispositivo para competir com um dispositivo premium em alguma categoria. Tem que ter um ponto de vista diferente, e, esperamos, isso é criar uma nova categoria.

De acordo com o site Windows Central, a esperança da Microsoft é criar uma linha ultramobile. O celular Surface, chegando como um dispositivo móvel com Windows completo rodando em ARM seria um PC totalmente portátil, ao mesmo tempo que tem o desafio de ser um smartphone.

Apesar de não ser um smartphone competindo diretamente com smartphones das rivais, como um “dispositivo móvel final” transformador do jogo posicionado para redefinir mobile, ele vai indiretamente competir nesse espaço e precisa fazer o que smartphones fazem.

O calcanhar de Aquiles

Porém, a Microsoft sabe que não basta entrar no mercado com um dispositivo inovador e não ter muito a oferecer ao usuário. Ou seja, é preciso um esforço para superar um dos maiores obstáculos que a empresa enfrenta no mercado móvel: os aplicativos.

Existe uma previsão da Gartner de que, até 2020, 20% das empresas vão parar de investir em apps para trabalhar exclusivamente com inteligência artificial. O lado ruim é que ainda haverá 80% do mercado focado nos aplicativos, então não adianta ficar sentado esperando essa mudança. O Windows Central observa:

Apesar da maioria dos usuários de smartphones utilizarem apenas seis aplicativos 91% do tempo, a mentalidade da indústria ainda é focada em apps. Um telefone Surface vai precisar de aplicativos.

É aí que os conceitos de um Windows Mobile 2017 (improvável) ou 2018 com Windows completo em ARM (mesmo com apps Win32) enfrenta um problema. O “dispositivo móvel final” de Nadella não deve apenas supostamente mudar a sorte da Microsoft no setor móvel, combinado com um ecossistema avançado; ele deve mudar o jogo.

Como ele pode mudar o jogo sem desenvolvedores?

Aproximar PCs e smartphones

Para superar a inércia do modelo atual de aplicativos, a Microsoft precisa criar uma ponte entre os dias atuais, baseados totalmente no modelo de apps instalados nos dispositivos, e o futuro, com os recursos rodando via inteligência artificial.

O Windows Central aposta que a companhia vai tentar aproximar mais os PCs dos smartphones, antes de fazer o contrário. Ou seja, os computadores serão cada vez mais “portáteis”, no sentido de que poderão utilizar dados da rede móvel para se conectar.

Os usuários poderão comprar dados celulares pela Loja do Windows para manter esses PCs dependentes da Cortana sempre conectados. (…)

Navegar na internet e os investimentos da Microsoft na Cortana (em algumas regiões) são razões pelas quais os usuários podem desejar manter seus dispositivos conectados. Aplicativos podem ser outra razão.

É basicamente isso que a gigante de Redmond pretende ao trazer os processadores com tecnologia ARM para o ecossistema do Windows 10 completo. PCs móveis, funcionando 100% do tempo conectados à internet e com apps dependentes da rede.

Pode ser o primeiro passo para preparar o mercado para o Surface Phone. E aí, o que você acha? Dê o seu palpite aí nos comentários.


262

Comentários

Vai demorar: Microsoft quer preparar o mercado para a inovação antes do Surface Phone

Melhores smartphones dual-SIM | Guia do TudoCelular

Vai importar smartphone? Saiba se o celular funciona no Brasil antes de comprar

Galaxy S7, S6, iPhone SE, Lumia 950 e Xperia XA | Comparativo de câmeras do TudoCelular

Resultados: câmera do Galaxy S7 esmaga iPhone 6s, Xperia X, G5 SE e Lumia 950 | TudoCelular