LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Redmi Note 9T: um intermediário bem barato com 5G? | Hands-on em vídeo

12 de janeiro de 2021 24

Esse novo ano segue praticamente inalterado para a Xiaomi, lançando celular sem parar e agora investindo em modelos preparados para a conexão 5G. A linha Note 9 é famosa da Redmi, já são seis variantes no mercado.

Em parceria com o HDblog, trazemos para vocês as primeiras impressões do Redmi Note 9T, que traz todas as modas de 2020 para nós, como 5G, furo na tela e o intrigante chip Dimensity 800U da MediaTek. Vamos conferir.

Índice do hands-on

Design e construção

O Note 9T não passa muito longe do Redmi Note 9, Ele tem as mesmas dimensões, peso e mesmo tamanho de IPS de 6,53 polegadas.

Do Redmi Note 9 Pro 5G, ele herda o módulo de câmeras redondo e grande, um pouco protuberante, mas este tem tela de 120Hz e notch em furo no centro, enquanto que o Redmi Note 9T tem o furo no canto igual ao do Note 9.

Essa câmera tem um halo grande ao redor, característico de telas mais em conta, e as bordas são grandes ao redor da tela.

77.25 x 161.96 x 9.05 mm
6.53 polegadas - 2340x1080 px
76.8 x 165.4 x 9 mm
6.67 polegadas - 2400x1080 px
76.68 x 165.75 x 8.8 mm
6.67 polegadas - 2400x1080 px
77.2 x 162.3 x 8.9 mm
6.53 polegadas - 2340x1080 px
Ir para página de comparação

O leitor de impressões digitais é posicionado lateralmente, clicável e integrado ao botão liga/desliga. É confiável, preciso e mais rápido que os posicionados abaixo da tela.

A traseira, ambas em plástico, muda de um para outro. Tem um efeito holográfico, mas é brilhante e capta muitas marcas de dedo. Possui repelência a água e Gorilla Glass na tela FullHD+.

É uma variante com uma alma diferente, provavelmente a melhor entre as muitas, sendo também tecnologicamente a mais atualizada.

Desempenho

Ainda sem nenhum modelo oficial por aqui, o chipset MediaTek Dimensity 800U que integra o Note 9T é curioso, e substitui o Helio G85 dos anteriores. Junto a ele, 4 GB de RAM e armazenamento de 64 GB ou 128 GB. O Realme 7 5G tem esse chip, mas ainda não chegou ao Brasil.

É interessante vermos que as apostas no Dimensity 800U são justamente de duas empresas que estão atualmente em destaque por estarem entre as poucas capazes de garantir certas soluções a um custo baixo, abaixo de outras marcas mais conhecidas, ao menos lá fora.

É um chip que, até o momento, agradou, e por ter processo de produção mais eficaz, consegue também diminuir o consumo ao mesmo tempo em que tem mais capacidade de processamento.

No Note 9T, ele teve boa velocidade na execução das tarefas, seja navegação como jogos e aplicativos. Vamos esperar nossos testes padronizados para ver como ele se sai em números.

Até agora, parece uma boa otimização de software, embora ainda tenham alguns detalhes da MIUI 12 que a Xiaomi terá que consertar para que a experiência final seja realmente abrangente. Jogos são fluídos, com a possibilidade de poder jogar em qualidade máxima até mesmo títulos mais exigentes.

A qualidade de som não é muito alta, mas ainda adequada, e é ótimo que o combo conexão P2 com som estéreo esteja pegando embalo, mesmo nas faixas mais básicas. Nas conexões, seu destaque é obviamente a conexão 5G, além de ser dual SIM e ter slot dedicado para microSD. Além disso, conta com NFC, Bluetooth e WiFi 5.

Bateria

É possível que baterias de grande capacidade sejam agora um padrão para a maioria dos smartphones. Os fabricantes estão mais do que cientes da importância da autonomia e do carregamento rápido.

E aqui no Redmi Note 9T a bateria chega com decentes 5,000 mAh permitindo, em testes básicos preliminares, aproximadamente 48 horas de uso sem muita exigência. O carregador, entretanto, é de 18W na caixa, o que deve levar a umas duas horas na tomada. Seu rival de chip Realme 7 5G tem carregador de 30W, o Dart Charge.

Câmeras

No centro do conjunto fotográfico está o bastante utilizado sensor de imagem de 48 megapixels com abertura f/1,8. Como é previsível, aparenta fazer bem o seu trabalho em todas as condições, mas consegue dar o seu melhor durante o dia e em condições de pouca luz pode ser até melhor capturar sem o modo noturno, que reduz muito a qualidade e o rendimento.

O restante da configuração conta com duas câmeras acessórias de 2 megapixels, uma para a função Macro e outra de profundidade de campo que ajuda no desfoque. Pouco a dizer sobre ambas, a macro é muito simples, sem foco automático, e faz capturas básicas.

A câmera frontal tem 13 megapixels com abertura f/2.25 e tropeça com luzes fortes no cenário e também em condições de pouca luz. Para vídeos, grava em 4K a 30fps com nível de estabilização suficiente e autofoco rápido, sendo até melhor que seus parentes. Ainda assim, não será um destaque em detalhes.

Preço

Embora ainda não esteja disponível de forma oficial no Brasil e não tenha sido lançado pela Xiaomi na parceria com a DL, o Note 9T já está à venda em alguns outros países, por preços que começam em 229 euros (aproximadamente R$ 1.455) para a versão de 64 GB e 269 euros (aproximadamente R$ 1.710) para a versão de 128 GB.

Para os brasileiros é um valor bem em conta, ainda mais se tratando de um aparelho 5G, mas entre seus concorrentes internacionais, o preço poderia ser melhor.

Considerações finais

Por enquanto, podemos concluir que este é um celular com potencial, ainda mais pelo seu preço junto à conexão 5G. O chip da MediaTek ainda precisa passar por testes, mas aparentemente consegue entregar um processamento de ótimo custo benefício.

A Xiaomi festejou em novembro mais de 140 milhões de Redmi Notes vendidos de 2014 até hoje e, claro, a última geração tem contribuído de forma importante, com o campeão de bilheteria 9 Pro.

Além dos resultados objetivos, a família Redmi Note 9 centrou as necessidades dos usuários e propôs um bom mix de elementos, jogando com pequenas diferenças que levaram muitos às compras.

Você acha importante que um smartphone tenha 5G? Queremos saber sua opinião aí nos comentários! Fico por aqui e até a próxima!

O Redmi Note 9T ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.

24

Comentários

Redmi Note 9T: um intermediário bem barato com 5G? | Hands-on em vídeo

Galaxy Z Fold 2: dobrando melhor do que você esperava | Hands-on em vídeo

Moto G9 Plus vs Moto G8 Plus: uma nova geração realmente evolui? | Comparativo

Galaxy A20s vs A21s: vale trocar ou ir direto no mais novo? | Comparativo

Galaxy M31 vs LG K61: qual o melhor celular intermediário barato? | Comparativo