LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Huawei anuncia projeto para lançar produtos sem peças e componentes dos EUA

04 de agosto de 2020 16

Depois de perder acesso aos serviços e aplicativos do Google e levar um duro golpe do governo Trump envolvendo a TSMC, a Huawei parece ter aprendido a conviver sem as tecnologias dos EUA. Isso porque a empresa está anunciado nesta semana o "projeto Nanniwan".

Por mais que a gigante chinesa possa continuar usando chips, softwares e outras peças dos EUA em seus notebooks, a direção da Huawei pretende fazer a migração para um caminho independente agora. Assim, a intenção é retirar toda a tecnologia estadunidense dos seus produtos.

Ao que tudo indica, a Huawei deve iniciar o projeto Nanniwan no mercado de notebooks e telas inteligentes. Isso porque a direção da empresa já deu indícios de que deve lançar em breve novos notebooks de alto desempenho.

A Huawei quer se tornar ainda mais independente das tecnologias dos EUA e pode abrir caminho para outras chinesas.

A transição da Huawei também deve levar a Honor para o mesmo caminho, uma vez que as companhias são irmãs. Claro que o uso de tecnologia não-estadunidense nos produtos Huawei pode gerar algum estranhamento no ocidente.

Mesmo assim, como a empresa tem focado no mercado chinês, esses dispositivos podem acabar fazendo muito sucesso na terra natal da companhia. Vale lembrar que a Huawei tem investido pesado no desenvolvimento de hardware e em breve deve produzir seus chips em parceria com a chinesa SMIC.

Apesar da pandemia, a Huawei cresceu no último trimestre. A receita da empresa chegou a 454 bilhões de yuans com crescimento de 13,1% em relação ao ano passado. A empresa também é líder no mercado de smartphones na China e isso ajudou a companhia a chegar ao topo no ranking global.


16

Comentários

Huawei anuncia projeto para lançar produtos sem peças e componentes dos EUA
  • Não é possível que não tenha uma cabeça pensante do lado do Trump que diga: eles vão se tornar mais forte/ só estamos atrasando as coisas pra eles/ estamos evitando pequenas ondas pra bater de frente com um onda enorme.

      • Os EUA estão dando um tiro no pé. Varias empresas no mundo estão perdendo receitas pq suas máquinas e softwares possuem tecnologia americana e, por conta disso, nao podem vender pra várias empresas chinesas.
        Acho q essa TSMC tinha como maior cliente a Huawei - 90% ia pra ela.
        Nos futuros mapas de risco, essas empresas de TI terão tecnologia diversa pra nao serem reféns da tecnologia americana.
        Empresas de outros setores farão o mesmo, pra evitar q suas empresas percam $ de repente por causa de caprichos políticos.

          • E o Trumpete segue ajudando os chineses a criarem fortes concorrentes, nas mais diversas áreas das tecnologias de aparelhos eletrônicos.
            Bem feito.

              • A denúncia do Terça livre, que essa empresa é fachada para um partido político chinês se comprovou no Brasil! Descobriram um espião chines no país para comprar subornar, ameaçar e matar quem atrapalhar a implantação do sistema no Brasil. A coisa é muito maior que uma site como este teria coragem de expor! Quem te c* tem medo.

                  • Terça livre? Kkkk. Um antro de babacas malucos sem credibilidade?

                      • Terça Livre?
                        Kkkkkkkkkkkkkkkkkk!

                          • A Huawei vai dominar tudo mesmo.
                            Ontem, o General Mourão falou que a Huawei está bem mais adiantada que a concorrência e que o Brasil vai permitir que ela instale seus equipamentos no Brasil.

                              • O que interessa é custo benefício...quem oferecer mais qualidade a um preço acessível leva...espionagem todos espionam...claro que tem que ter capacidade técnica para espionar e só alguns países o fazem com maestria. Rússia é o maior de todos nesse quesito, seguido da China, Reino unido, usa, etc

                              • Muito difícil os xing ling conseguir desenvolver um sistema operacional com o mesmo nível de Android e iOS, talvez consiga fazê-lo pra a China, mas para o mundo todo como uma concorrência, acho mto difícil

                                  • Na verdade é possível sim, mais o difícil mesmo é a aceitação no ocidente, e por isso as fabricantes orientais preferem o android, para vender mais a cada ano no mundo inteiro

                                      • Eu já acho possível sim. Mas no primeiro momento se domina as vendas de aparelhos (hardware) aí sim se implementa o S.O competente e funcional. Acho que estamos perto dessa fase já uma vez que várias chinesas lideram nas vendas globais e juntas então fariam um estrago em curto prazo...

                                      • É o caminho natural.
                                        A Huawei será a única empresa a deter a tecnologia em todos os campos da comunicação.
                                        Desde a antena de 5G até os smartphones, passando pela produção de chips e sistema operacional.

                                        Tech

                                        Coronavírus: Brasil chega a 137.272 mortes em 4.558.068 casos confirmados | Relatório diário

                                        Android

                                        Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Setembro 2020

                                        LG

                                        Moto G8 Plus vs LG K51S: mais câmeras fazem fotos melhores? | Comparativo

                                        Android

                                        Novo Tracker 2021: app e WiFi a bordo fazem diferença? | Análise / Review