LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

PIX: após superar outros métodos, Banco Central iguala o limite de transferências ao TED

03 de março de 2021 48

Atualização: (03/03/2021) - Por JS

O PIX se tornou um método de transferência de alta popularidade em poucos meses, tanto que conseguiu superar outras opções rapidamente, representando 78% das movimentações financeiras.

Isso fez com que o Banco Central tomasse a decisão, silenciosa, porém esperada, de aumentar o limite disponível para transferências quase instantâneas, igualando ao valor disponibilizado para TED, que possui uma variação de banco para banco, bem como o horário, algo que é definido pelas instituições financeiras individualmente.

Além dessa novidade, agora vai ser possível aplicar transferências PIX, no caso de compras, com base no limite total do cartão de débito. Segundo o Banco Central, a partir de 1 de abril, os clientes também poderão personalizar os limites de PIX dentro do app do banco, dando ainda mais segurança para o uso do método.

Post original: (21/01/21)

Lançado oficialmente pelo Banco Central na metade do mês de novembro de 2020, o PIX já pode ser considerado um sucesso entre os brasileiros. Isso porque dados do próprio BC e da Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP) revelaram que o PIX já representa 78% de todas as transações bancárias do Brasil.

Além da facilidade de acesso e da instantaneidade, o PIX também foi fortemente divulgado pelos próprios bancos, algo que acabou ampliando a popularidade do método de pagamentos. Carlos Netto, CEO da Matera, empresa de tecnologia do mercado financeiro, disse:

A expectativa do próprio BC era de que uma maior penetração no novo sistema só fosse acontecer no final deste ano, mas na verdade o processo de substituição acabou sendo muito rápido.

PIX supera DOC e TED nas transferências bancárias.

Atualmente, o valor médio transferido por meio do PIX é de R$ 700 e isso indica que o novo sistema de pagamentos ainda não foi amplamente adotado. Isso porque muita gente não sabe que o PIX pode ser usado para pagar contas do dia a dia.

Mesmo assim, dados revelados pelo Ibope divulgados pelo C6 Bank mostram que 60% das pessoas ouvidas já consideram o PIX superior aos métodos tradicionais, como TED e DOC.

Fazer um Pix já está sendo usado como sinônimo de dinheiro, o que é impressionante.

Com o rápido crescimento do PIX, o Banco Central já considera o sistema um verdadeiro sucesso. Contudo, ainda há quem defenda que seja cobrado algum tipo de imposto sob cada transação.


48

Comentários

PIX: após superar outros métodos, Banco Central iguala o limite de transferências ao TED
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020