LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Processador Intel Rocket Lake-S de 11ª geração é encontrado e deve se manter em 14nm

22 de maio de 2020 13

Os famosos leakers TUM_APISAK e Rogame encontraram um novo processador da Intel nas listagens de testes do 3DMark. O chip, que deve fazer parte da 11ª geração Rocket Lake-S de CPUs para desktop, apresentava 6 núcleos e 12 threads com clock base de 3,5GHz e clock boost de 4,1GHz.

Detalhes sobre outras especificações do processador não foram revelados, mas sabe-se que teremos uma nova arquitetura para a CPU e para a GPU. Ainda assim, a linha Rocket Lake-S deve manter o processo de 14nm, que já se encontra em sua quarta geração. Com anos de processo e refinamento, é estranho ver clocks tão baixos nos testes vazados, especialmente quando consideramos que a recém-lançada 10ª geração Comet Lake pode atingir até 5,3GHz com o Core i9 10900K.

Os resultados em gráficos também não empolgam, com a 11ª geração sendo apenas 4% mais rápido em GPU quando comparado ao Core i5 10400, que ainda ganha por 8% em CPU. No entanto, vale lembrar que o chip encontra-se em fase de otimização, e sem dúvida veremos desempenho consideravelmente superior próximo ao lançamento.

Os processadores Intel Rocket Lake-S devem trazer socket LGA1200, sendo compatíveis com as placas-mãe da série 400. Além disso, finalmente veremos suporte à interface PCI-e 4.0, bem como maiores velocidades de RAM DDR4, as primeiras GPUs com arquitetura Xe e o novo protocolo Thunderbolt 4, entre outras novidades.

A Intel vem enfrentando forte concorrência por parte da AMD, e pode ter sua liderança seriamente abalada nos próximos meses. Para se ter uma ideia, a Xiaomi já confirmou que a nova geração de ultrabooks da linha RedmiBook fará uso de processadores Ryzen 4000. Até mesmo a Nvidia, grande rival da AMD no ramo de GPUs, optou por substituir os chips Xeon da Intel por processadores EPYC em seu novo sistema de IA DGX A100.


13

Comentários

Processador Intel Rocket Lake-S de 11ª geração é encontrado e deve se manter em 14nm
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 22.013 mortes em 347.398 casos confirmados | Relatório diário da Covid-19

Samsung

Dividindo com a TSMC! Samsung fabricará GPUs básicas de 7 nanômetros para a Nvidia

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Maio 2020

Tech

De Peste Antonina à Covid-19: pandemias que abalaram o mundo | Detetive TudoCelular