LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

AMD Ryzen 4000: nova linha de CPUs com arquitetura Zen 3 vaza com até 16 núcleos; detalhes

14 de setembro de 2020 3

A AMD está em um de seus melhores momentos, como mostrou recentemente uma análise de vendas da varejista alemã MindFactory, na qual a linha de processadores Ryzen da fabricante foi a mais vendida dos últimos três meses, superando com folga os rivais da Intel. Fora isso, a empresa já trabalha com empenho em sua próxima geração de CPUs e GPUs, com lançamento confirmado para o mês de outubro.

A família AMD Ryzen 4000 já tem o uso da nova arquitetura Zen 3 confirmada, com processos de aumento de desempenho na casa dos dois dígitos, e agora novos detalhes dos futuros chips do time vermelho acabam de ser vazados, cortesia do leaker CyberCatPunk. Os documentos internos divulgados revelam que ajustes significativos devem ser feitos na estrutura dos processadores, reforçando as promessas da AMD.

A primeira grande novidade é a maneira como os núcleos serão organizados. Os chips AMD são compostos pelos CCD, as unidades que contam com os conjuntos de núcleos, cache e outros componentes. Cada CCD por sua vez possui como principal componente os CCXs, os complexos de núcleos, que como sugere o nome concentram os núcleos do processador. Na arquitetura Zen 2, utilizada pela atual linha Ryzen 3000 e 3000XT, cada CCD contém dois CCXs, de até 8 núcleos.

A grande diferença da Zen 3 é que cada CCD será composta de apenas um CCX, mas ainda mantendo os 8 núcleos. Na prática, isso quer dizer que a linha Ryzen 4000 deve manter os 16 núcleos e 32 threads em seu chip topo de linha. Outra mudança menor que também deve trazer impactos relevantes no desempenho é a organização do cache dos processadores, que se mantém em até 32MB, mas que agora é dividido para cada CCX, aumentando assim a memória disponível para cada núcleo.

A AMD promete saltos significativos de performance em sua arquitetura Zen 3, superando rivais no aumento de instruções por clock processadas.

E falando em memória, os controladores de RAM também são outro destaque, suportando agora até 512GB por canal, para um total de até 1TB DDR4 a 3200MHz. A plataforma também oferecerá suporte ao ECC, memórias com tecnologia que corrige automaticamente falhas na transmissão de dados, algo mais comum em chips para data center e servidores.

Com algumas mudanças significativas, ainda que conservadoras em pontos como a contagem de núcleos e a quantidade de cache, a nova linha Ryzen 4000 deve oferecer elevados ganhos de performance, e fortalecer a posição da AMD no mercado. Falta pouco para conhecermos os próximos processadores da companhia, que revelará a série em 8 de outubro.


3

Comentários

AMD Ryzen 4000: nova linha de CPUs com arquitetura Zen 3 vaza com até 16 núcleos; detalhes
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 136.895 mortes em 4.544.629 casos confirmados | Relatório diário

LG

Moto G8 Plus vs LG K51S: mais câmeras fazem fotos melhores? | Comparativo

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Agosto 2020

Android

Novo Tracker 2021: app e WiFi a bordo fazem diferença? | Análise / Review