LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Black Friday 2022: lojas brasileiras recebem quase 10 mil queixas de consumidores no Reclame Aqui

26 de novembro de 2022 6

A Black Friday de 2022 ainda está rolando no país e deve trazer descontos em diferentes categorias de produtos até a Cyber Monday, e com o aumento no volume de compras, cresce o número de reclamações de consumidores. O Reclame Aqui divulgou na noite da sexta-feira (26) dados que revelam um balanço sobre o dia das promoções

O site registrou 9.319 reclamações desde o “esquenta” da Black Friday na quarta-feira (24) até a noite da última sexta-feira (26). No decorrer dos três dias, 17,96% das queixas eram classificadas como “propaganda enganosa”, mas o Reclame Aqui destaca que os brasileiros também reclamaram de promoções falsas e cancelamentos indevidos.

(Imagem: Reclame Aqui)

Um fenômeno esperado pode ser visto no ranking de empresas com maior número de reclamações durante a Black Friday de 2022. Três das dez varejistas listadas — Magazine Luiza (1º lugar), Americanas (6º lugar) e KaBuM! (7º lugar) — possuem a certificação “RA1000”, que atesta a melhor classificação no sistema do Reclame Aqui.

(Imagem: Reclame Aqui)

De acordo com uma pesquisa conduzida pelo Instituto Reclame Aqui, os 58,6% dos consumidores preferiram utilizar cartão de crédito no pagamento de suas compras, superando o Pix (24,6%), que ficou em 2º lugar entre os métodos mais utilizados.

Esse fenômeno pode ter ocorrido devido à possibilidade de parcelamento com o cartão de crédito, uma vez que o Pix somente é válido em transações à vista. Curiosamente, produtos de valores mais baixos representaram maior procura que itens mais caros entre os brasileiros durante a Black Friday de 2022.

“O Pix atendeu aqueles consumidores que compraram ofertas com valores mais baixos. Já o cartão de crédito supriu a necessidade de quem comprou mercadorias de valor elevado, com necessidade de parcelamentos mais longos”, explica Edu Neves, CEO do Reclame Aqui.

Copa do Mundo desacelera a Black Friday

A Black Friday não estava bem-vista pelos brasileiros há alguns anos devido às fraudes cometidas por varejistas com descontos falsos e outros riscos ao direito do consumidor, mas um dos maiores fatores que levaram à redução no volume de compras durante os três dias analisados foi a estreia do Brasil na Copa do Mundo FIFA 2022.

Por mais que varejistas como a KaBuM! tenham arriscado combinar ambos os grandes eventos, a atenção dos brasileiros era somente o campeonato. Nas reclamações, o número de consumidores neste ano chegou a superar 2021 em pouco mais de 7% à noite da sexta-feira, mas o “esquenta” acabou sendo muito mais morno em 2022.

O jogo do Brasil atrapalhou a estratégia das empresas na Black Friday, afetou o interesse dos consumidores na data, fez o acesso ao site do Reclame AQUI oscilar, que, no fim, se estabilizou na sexta-feira. Ao longo do dia oficial, os níveis de acessos e reclamações se aproximaram daqueles registrados na promoção de 2021.

Edu Neves
CEO do Reclame Aqui

O Especial TudoCelular para a Black Friday ainda está no ar. Caso você esteja interessado em adquirir um novo celular — um dos produtos mais cotados —, não deixe de utilizar nosso campo de busca para pesquisar o modelo desejado, e em seguida, clique em sua etiqueta de preço para verificar o gráfico da evolução de seu valor ao longo dos últimos meses.

Você adquiriu algum produto durante a Black Friday de 2022? Comente!

Veja mais!

O Samsung Galaxy S22 está disponível na Girafa por R$ 3.469 e na Extra por R$ 3.999. O custo-benefício é médio e esse é o melhor modelo nessa faixa de preço. Para ver as outras 141 ofertas clique aqui.
(atualizado em 04 de fevereiro de 2023, às 23:32)

6

Comentários

Black Friday 2022: lojas brasileiras recebem quase 10 mil queixas de consumidores no Reclame Aqui
  • Realmente a Blackfriday Brasileira é horrivel, todos os produtos que acompanhei nenhum teve alteração de preços, os poucos que vi com alteração de preços significativa não era de relevancia ou grande importância pra mim.
    E usar a copa como desculpa pelas vendas fracas é um absurdo.

      • Nenhuma surpresa

          • Nenhuma novidade, acompanhei os valores do Galaxy M23 5G e o preço promocional era o mesmo de meses atrás, não baixou um centavo em nenhuma loja, fora as promoções:
            De: 1999
            Por: 999
            Sendo que nunca na história custou 1999
            Admiro e aproveito muito a Black Friday chinesa, até a Amazon só baixa o preço realmente na Prime Day

              • Errado, esta desculpa de usar a copa, não tem nada a ver com a copa, se tivesse tido jogo do Brasil no dia, ai eu até falaria sobre isso, mas é como comentei com um amigo, o povo percebeu que os lojistas inflam os preços dos produtos 1 mês antes, para depois praticar o preço real e dizendo que isso foi desconto, aliais, eu acho que o Procon e o Ministério Público Federal deveria criar ferramentas de monitoramento, um aplicativo que faz um apanhado geral dos preços dos produtos durante 1 ano inteiro, para verificar se o desconto foi real ou não.

                  • E surpreende um total de 0 pessoas

                      • n valer comprar nada...

                          Android

                          Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

                          Android

                          Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

                          Economia e mercado

                          Motorola lança primeira conta digital do mundo integrada a um smartphone

                          Asus

                          ASUS lança novo celular gamer ROG Phone 5s e 5s Pro no Brasil; confira os preços