LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Inteligência artificial da Microsoft pode rastrear movimento dos olhos para controlar o mouse

24 de outubro de 2020 6

A Microsoft acaba de dar mais um passo para auxiliar as pessoas com dificuldades motoras a utilizar de forma mais simples e prática um computador. A empresa sediada em Redmond desenvolve uma tecnologia que utiliza um sistema de inteligência artificial para mapear o movimento dos olhos de uma pessoa para rastrear seus movimentos oculares e, com isso, simular o movimento de um mouse na tela.

Essa novidade pode ser bastante promissora para este grupo de pessoas que, hoje, dependem de soluções muitas que muitas vezes cobram preços exorbitantes em dispositivos mecânicos ou que, em outros casos, enfrentam dificuldades com as alternativas de software já existentes neste segmento e que podem apresentar falhas na identificação dos movimentos oculares.

O novo projeto da Microsoft é baseado no EyeGazer, desenvolvido pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts – o MIT.

É importante destacar que o projeto da Microsoft também se baseia em uma tecnologia já criada por ela anteriormente: o Eye Control, que permite que o Windows 10 simule o movimento de um mouse na tela guiado pelo movimento ocular. Além disso, o Eye Drive Library também oferece uma solução similar, mas para um joystick conectado ao PC.

Mas, de volta ao novo projeto da empresa, para rastrear o movimento ocular, a gigante tech mapeia a região frontal do rosto e os olhos e os separa em grades. Após isso, os resultados são comparados com modelos presentes em uma biblioteca. Com isso, o sistema consegue processar os pontos de direção do olhar em coordenadas.

Outro ponto importante do novo sistema de inteligência da Microsoft é que, comparado ao que foi desenvolvido pelo MIT, ele ainda promete um resultado ainda melhor para rastrear os movimentos. Isso porque, além de mapear os movimentos oculares, ele também capta eventuais alterações no posicionamento da cabeça e do tronco, algo que a solução do Instituto de Tecnologia de Massachusetts não é faz.

Os cientistas envolvidos no projeto ainda explicam que a solução proposta visa focar o monitoramento nos movimentos oculares, mas não deixam de mapear também as alterações na sobrancelha e na parte inferior da pálpebra: “Modelos trigonométricos que se concentram apenas na pupila e na íris não necessariamente captam esses detalhes e, por isso, esse é o ponto que o aprendizado aprofundado [da IA] pode explorar a fim de aprimorar a sua precisão.”

Outra vantagem do projeto da Microsoft é que a tecnologia pode ser aplicada por meio do uso de qualquer webcam. No entanto, segundo os pesquisadores, alguns obstáculos ainda precisam ser contornados para que eles possam começar a estudar o uso da novidade em um ambiente real.

Vale lembrar a Microsoft lançou, recentemente, no Brasil, outros dois apps que utilizam inteligência artificial para serviços de acessibilidade.


6

Comentários

Inteligência artificial da Microsoft pode rastrear movimento dos olhos para controlar o mouse
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 168.613 mortes em 6.020.164 casos confirmados | Relatório diário

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Setembro 2020

Apple

Agora tem widgets? iOS 14 e todas as suas novidades | Hands-on em vídeo

Tech

De Peste Antonina à Covid-19: pandemias que abalaram o mundo | Detetive TudoCelular