LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Analistas acreditam em fortes vendas do BlackBerry Z10, mesmo com estoque baixo

06 de fevereiro de 2013 4

A RIM BlackBerry está contente com o andamento das vendas do primeiro smartphone BlackBerry 10 do mercado, o BlackBerry Z10. Não somente a marca canadense está sorrindo, mas também o mercado - já que está difícil encontrar algum aparelho nas lojas, uma estratégia de baixo envio de aparelhos que é bastante conhecida pelo Google e pela Apple.

BlackBerry Z10
BlackBerry Z10

"Ontem foi nosso melhor primeiro dia de vendas em um lançamento de smartphone BlackBerry no Canadá. De fato, foi um marco muito importante, pois registramos um aumento de mais de 50% quando comparado a qualquer outro lançamento em nossa história no Canadá”, disse Thorsten Heins, presidente e CEO da BlackBerry. “No Reino Unido vimos triplicado o nosso melhor desempenho, comparado a outras primeira semana de vendas de smartphone BlackBerry"

Além da própria empresa, analistas estão animados com as fortes vendas no Reino Unido e no Canadá. De acordo com Mark Sue, analista que trabalha para a consultoria RBC Capital, de todas as 40 lojas canadenses que acompanha, quase todas tiveram o estoque eliminado já no final do primeiro dia de vendas dos smartphones.

Porém, há um lado não tão bacana desta notícia. Sue ouviu que a maioria das lojas não continham inventários muito grandes de smartphones esperando novos compradores. Com estoque pequenos, fica fácil vender muito - é algo semelhante ao que acontece com as baixas entregas de iPhones em lojas do mundo todo.

O analista ouviu de lojistas que foram entregues entre 20 e 30 aparelhos para a pré-venda e mais 10 gadgets para quem passasse pela loja e comprasse na hora. No Reino Unido, o site uSwitch (site que compara preços de aparelhos, semelhante ao Buscapé no Brasil) lista o BlackBerry Z10 como quarto smartphone mais procurado, perdendo para o iPhone 5, Galaxy S3 e iPhone 4S, mas mais procurado do que o Nexus 4.

Outros analistas, como Michael Walkley do Canaccord Genuity, comentam o mesmo sobre grande procura por conta de baixo estoque. Walkley vai além e afirma que ouviu de lojistas que foram entregues apenas 15 unidades por varejo. [Phone Arena]

O BlackBerry Z10 ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.

4

Comentários

Analistas acreditam em fortes vendas do BlackBerry Z10, mesmo com estoque baixo
  • Eu acho que agora ela vai poder voltar ao mercado,aqueles modelos com teclado fisico e a tela minuscula estavam matando.

    Sinceramente eu não consigui nunca digitar a vontade naqueles teclados, era um sofrimento.

    Quanto mais concorrentes no mercado com produtos diferenciados melhor.

      • Apesar de tudo, eu acho que esses novos aparelhos da Blackbarry vão ser um sucesso.

          • Duvido que vingue por muito tempo. Sinceramente, esperava algo bom da RIM (agora, BlackBerry), mas me decepcionei com seus problemas.



            Câmera ruim; baixa resistência (digitem no Youtube "Blackberry Z10 Drop Test" e vejam o desastre); falta de inovação, fone de ouvido medíocre (tanto que nem o citaram na apresentação).



            Será preciso muito mais do que legado para reconquistar definitivamente o mercado. É necessário qualidade em todos os detalhes.

              • Parece que alguém vai se recuperar

                  Especiais

                  Nada de Black Fraude! Conheça a nova ferramenta de histórico de preços do TudoCelular

                  Tech

                  Melhores baterias externas para seu smartphone | Guia do Tudo Celular

                  Android

                  Melhores smartphones dual-SIM | Guia do Tudo Celular

                  Android

                  Vai importar smartphone? Saiba se o celular funciona no Brasil antes de comprar