LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Registrar e
publicar
Usuário
Email
Senha

TIM nega que tenha derrubado ligações do plano Infinity propositalmente

09 de agosto de 2012 21

TIM logo

Baseado em um relatório emitido pela Anatel, o Ministério Público do Paraná abriu uma ação contra a TIM por derrubar propositalmente da ligações de usuários dos planos Infinity - onde os clientes são cobrados por ligação, e não por tempo de chamada.

Como era de se esperar, a TIM agora está contestando as conclusões tiradas deste relatório, e nega que a operadora venha derrubando ligações propositalmente.

A TIM nega veementemente qualquer hipótese de interromper as ligações. Isso não faz parte da gramática da empresa”, disse Mário Girasole à imprensa.

Girasole afirma que o relatório não considera fatores externos à queda de ligação, como se a bateria de um celular acaba no meio de uma chamada. A contestação pode até fazer algum sentido, já que a Anatel pesquisou especificamente ligação de longa duração, com a mais de 1 hora.

Contudo, o relatório também demonstra que as ligações do plano Infinity chegam a 4 vezes mais do que em outros planos. Portant, não é apenas o número total de chamadas derrubadas, e sim a sua proporção comparada a outros planos, que também sofrem com os mesmos "problemas externos" alegados por Girasole.

Mas se a prática for realmente comprovada, seria considerada crime, e a empresa poderia não apenas ser multada, mas também perder a outorga para atuar no Brasil. É claro que, para que isso realmente aconteça, um longo caminho deve ser percorrido no campo burocrático, e ainda assim essa seria uma medida drástica.


21

Comentários

Continue no Fórum » TIM nega que tenha derrubado ligações do plano Infinity propositalmente
Android

Desigualdade Social: CEO da Microsoft ganha 615 vezes o salário de seus funcionários

Android

Tablets nas Prisões: reabilitação e oportunismo

Especiais

Melhores smartphones de até R$ 500 | Guia Tudocelular.com

Segurança

Celulares nos presídios: conheça os números, soluções e problemas desta ligação