LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Moto Z tem desempenho ainda mais limitado no Android Nougat | Atualizado

03 de janeiro de 2017 202

Atualização com declaração da Lenovo.

A Lenovo/Motorola desagradou muita gente ao anunciar que o Moto Z seria lançado com uma versão "capada" do Snapdragon 820 em diversos locais do mundo, ficando sua edição com todo o poder de fogo exclusiva para a Verizon. Ao que parece, contudo, a empresa não parou por aí, e decidiu limitar ainda mais o desempenho do aparelho após uma nova atualização para o Android 7.0 Nougat liberada no final de dezembro.

De acordo com o que vem sendo comentado por diversos usuários em fóruns especializados de todo o mundo, o Moto Z está simplesmente hibernando seus núcleos de alto desempenho após pouco tempo ligado, fazendo com que a potência do aparelho seja reduzida drasticamente. Para burlar o bloqueio é necessário reiniciar o dispositivo, porém pouco tempo depois os núcleos Cortex-A72 são novamente desligados.

Para se ter uma ideia do quão prejudicial isto é para o desempenho geral do Moto Z, nem mesmo testes de benchmark como o AnTuTu conseguem reativar os núcleos, fazendo com que a pontuação atingida baixe dos quase 125 mil marcados normalmente para algo próximo dos 90 mil pontos.

Confira abaixo algumas capturas de tela disponibilizadas no fórum oficial da Lenovo para o Moto Z, onde à esquerda temos o dispositivo antes da hibernação dos núcleos de alto desempenho.




Vale notar que este não parece ser um caso isolado ou um problema de fabricação, sendo algo incluído pela Lenovo (acidentalmente ou não) na última atualização liberada para o aparelho via OTA, o que significa que todos os dispositivos que tiveram o update instalado contarão com a limitação.

Infelizmente, até o momento não há qualquer meio de solucionar o problema permanentemente, sendo apenas recomendado evitar atualizar seu smartphone caso você não deseje que o desempenho de seu Moto Z seja "capado" ainda mais. A Lenovo ainda não se manifestou oficialmente sobre o ocorrido, porém a matéria será atualizada assim que um comunicado foi liberado pela fabricante.

E você, notou esta queda de desempenho em seu Moto Z? O que teria levado a Lenovo a tomar uma atitude tão drástica? Deixe-nos seu comentário abaixo!

Obrigado ao leitor Jackson Batista pela dica!

Atualização: A Lenovo enviou uma resposta sobre o assunto com a seguinte declaração:

A Moto informa que recebeu relatos isolados de problemas atribuídos ao upgrade para o Android N e está averiguando caso a caso. A companhia afirma ainda que está investigando o resultado fornecido pelo aplicativo citado e, assim que a análise for concluída, voltará a se posicionar.

Como pode ser visto, a companhia está tratando tudo como "relatos isolados", ainda que tenhamos flagrado um bom número de comentários em fóruns especializados (inclusive da própria Lenovo). Resta agora apenas esperarmos que tudo seja solucionado o mais rápido possível, algo que até o momento não possui previsão para acontecer.

O Motorola Moto Z está disponível na Americanas por R$ 3.569. Para ver as outras 5 ofertas clique aqui.
(atualizado em 26 de outubro de 2021, às 16:14)

202

Comentários

Moto Z tem desempenho ainda mais limitado no Android Nougat | Atualizado

Galaxy Z Fold 2: dobrando melhor do que você esperava | Hands-on em vídeo

Moto G9 Plus vs Moto G8 Plus: uma nova geração realmente evolui? | Comparativo

Galaxy A20s vs A21s: vale trocar ou ir direto no mais novo? | Comparativo

Galaxy M31 vs LG K61: qual o melhor celular intermediário barato? | Comparativo