LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Que azar! Redatora de moda perde 33 mil fotos carregando o seu iPhone de forma errada

24 de maio de 2017 212

Quem já acabou perdendo os seus dados salvos - seja no seu smartphone ou em mídias externas - já sabe que tentar recuperar os arquivos perdidos pode se tornar um verdadeiro pesadelo para quem não têm o costume rotineiro de fazer um backup completo de vez em quando.

Se perder aquela coleção de fotos especial já é ruim para os usuários comuns, imagina para uma profissional que trabalha com moda. Infelizmente foi exatamente o que aconteceu com a redatora Brianna Arps. Depois de carregar o seu iPhone 6 de forma errada por diversas vezes, Arps acabou perdendo toda o seu acervo de 33 mil fotos salvas no aparelho. Um verdadeiro caso de azar que poderia ser evitado com métodos relativamente simples.

Quando questionada sobre como costumava usar o seu aparelho, Brianna revelou que usava o seu smartphone até que o mesmo desligasse por completo por falta de carga na bateria: "Não costumo carregar o meu telefone, vou usando até que a bateria esteja bem, bem baixa." Esse tipo de prática acaba reduzindo bastante a vida útil do componente, mesmo em aparelhos mais caros com os iPhones.

Na noite do dia 18 de fevereiro deste ano o inevitável aconteceu, depois de desligar com menos de 3% de carga o iPhone 6 foi recarregado e utilizado até o fim de sua autonomia de bateria várias vezes: "Isso aconteceu por cerca de cinco vezes. Desligando e ligando [...]." Como já era de se esperar, o aparelho simplesmente "morreu" durante a sexta tentativa de carregamento.

Depois de estar certa de que algo estava errado, Brianna acabou procedendo com o processo de 'hard reset' por engano na tentativa de reviver o aparelho pelo menos para recuperar suas fotos. Para o alívio inicial, o display ligou exibindo o tradicional ícone do iTunes, indicando que o dispositivo tinha reiniciado no modo de recuperação. Porém, depois de plugar o gagdet no seu computador e reinstalar o iOS, Brianna notou que o estrago já tinha sido feito - toda o seu arquivo pessoal de imagens tinha sido deletado do dispositivo.


Como já era de se esperar em um caso desses, Arps nem ficou preocupada por ter perdido toda sua lista de contatos, o grande "desastre" foi perder arquivos imprescindíveis para o seu trabalho. Além de suas fotos profissionais, milhares de selfies e momentos memoráveis foram simplesmente apagados. Aí você deve estar se perguntando, não é só restaurar o backup através do iTunes? Aí é que está, Brianna não tinha um backup reserva salvo em sua máquina.

O que a Apple tem a dizer

Questionada sobre o caso, a Maçã isolou duas causas principais:

  • Os arquivos salvos no aparelho teriam sido corrompidos graças a prática de deixar a carga acabar e recarregar várias vezes por dias;
  • Ou um superaquecimento da bateria - causado pelo mesmo motivo citado anteriormente - pode ter ocasionado o boot em modo de segurança. O que acabou apagando todos os dados do gadget sem a intervenção da dona do aparelho.
Prevenção é o melhor remédio

Quer evitar que isso aconteça com você? Então fique de olho em como costuma carregar o seu aparelho, o melhor a fazer são recargas pontuais mesmo com bateria de sobra. De qualquer maneira, não custa seguir essas dicas abaixo:

  1. Evite deixar que a carga acabe por completo antes de ligar o seu smartphone na tomada. Começar a recarregar o seu gadget com 10% de energia ou mais é sempre uma boa ideia.
  2. Procure não deixar o aparelho conectado depois de atingir 100% de carga. Alguns dispositivos possuem proteção para essa prática, porém alguns aparelhos podem continuar sobrecarregando a bateria gerando aquecimento extra e reduzindo a vida útil do componente.
  3. Tente utilizar somente o carregador e o cabo originais que vieram na caixa do seu aparelho. Caso algum destes acessórios tenha estragado, o melhor a se fazer é procurar por peças de reposição de qualidade. Afinal de conta, o barato pode acabar saindo bem caro.
  4. Por fim, é sempre bom deixar o seu dispositivo móvel em repouso durante o carregamento. Usar o aparelho para tarefas pesadas enquanto o mesmo carrega ocasiona o mesmo problema citado na dica número 3.

Não custa destacar que o melhor a se fazer quando a carga já está acabando é plugar logo o smartphone na tomada. Tentar continuar usando o aparelho para baixar apps ou tirar fotos pode levar ao mesmo incidente que acometeu o iPhone de Brianna. Nunca se sabe quando o software do seu dispositivo vai resolver parar de funcionar ou simplesmente corromper os dados do dispositivo sem qualquer aviso prévio.

Porém, o concelho principal tanto para os profissionais como para os usuários comuns é: invista em alguma solução de backup, nem que seja uma rotina manual para ter os seus dados sempre em segurança. No caso do iOS é bem simples manter todos os arquivos do iPhone a salvo, o iTunes conta até com uma opção que faz isso automaticamente.

Outra opção é optar por alguma solução na nuvem como medida extra de segurança, o Google Fotos, por exemplo, oferece backup ilimitado de imagens. Dá pra ver que opções de proteção não faltam, sendo assim, se está no mesmo barco de Arps comece a se prevenir desde já antes que o pior aconteça.

Já passou, ou conhece alguém que teve algum incidente parecido? Conta pra gente nos comentários.

O Apple iPhone 6 está disponível na Americanas por R$ 1.700. Para ver as outras 36 ofertas clique aqui.
(atualizado em 22 de março de 2019, às 23:54)

212

Comentários

Que azar! Redatora de moda perde 33 mil fotos carregando o seu iPhone de forma errada

Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho

10 melhores smartphones top de linha para fotos e vídeos | Guia do TudoCelular

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Conheça o iPhone X | Vídeo do TudoCelular