LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Xiaomi 11T Pro vs Moto G200: qual celular chega mais perto de ser top de linha? | Comparativo

19 de fevereiro de 2022 39

Xiaomi 11T Pro e Moto G200 são celulares com uma característica em comum. Eles se confundem entre ser um top acessível ou um intermediário premium. Isso porque oferecem várias características de um flagship, mas economizam em alguns quesitos.

Ao colocar lado a lado o smartphone da chinesa e o da Motorola, qual deles vence como o melhor da dupla? A gente vai saber a resposta agora, no Comparativo do TudoCelular.

Índice do Comparativo

Design

Xiaomi 11T Pro

Primeiro falando sobre o design, encontramos dois dispositivos que optaram pelo notch em forma de furo na frente, além do leitor biométrico posicionado na lateral. A construção do chinês é mais premium, por ter moldura de alumínio e traseira de vidro. Já o da Motorola possui plástico em todo o seu corpo.

O 11T Pro também traz um bloco de câmeras mais chamativo, com fundo preto e lentes bem destacadas. O G200 não vem com um módulo saltado, para deixar a aparência mais discreta. Ele até é o mais leve, porém a diferença não vai ser tão sentida assim. Já o concorrente entrega um conjunto mais compacto.

Motorola Moto G200

A Xiaomi inseriu a certificação IP53 no seu modelo, para dar proteção contra poeira e respingos de água. A Motorola até deixou o seu design repelente a líquidos, mas não recomendamos deixar o aparelho perto de uma piscina, por exemplo.

Para completar, não temos expansão por cartão microSD em nenhum deles. Pelo menos, há Wi-Fi de sexta geração e NFC para pagamentos por aproximação neles.

O Xiaomi 11T Pro abre o placar por ter design e construção superiores.

Melhor construção

Xiaomi 11T Pro

Visual mais moderno

Xiaomi 11T Pro

Slot é híbrido ou dedicado?

Nenhum

Melhor certificação de resistência

Xiaomi 11T Pro

Melhor solução do notch

Nenhum

Melhor solução da biometria

Nenhum

Qual é mais leve e mais compacto?

Ambos

76.9 x 164.1 x 8.8 mm
6.67 polegadas - 2400x1080 px
75.6 x 168.1 x 8.9 mm
6.8 polegadas - 2460x1080 px
Ir para página de comparação

Multimídia e recursos

Tela


As duas telas fornecem resolução Full HD+. A do G200 pode até ser um pouco maior, só que ela é feita de IPS LCD. Comparada com o AMOLED do 11T Pro, a Motorola deixa a desejar no brilho máximo. Isso significa que o painel da chinesa se sai melhor no uso fora de casa, além de ter um ângulo de visão superior.

A dupla ao menos suporta HDR10, mas apenas a Xiaomi inseriu a tecnologia Dolby Vision, para melhorar a definição de filmes e séries em streaming. Ela ainda colocou o Gorilla Glass Victus, para dar aquela reforçada na proteção da tela.

Se tem uma vantagem para o Moto aqui, é a sua taxa de atualização de 144 Hz. Ela permite uma ótima fluidez nas animações do sistema e em jogos compatíveis. Mas convenhamos, o rival não fica muito atrás com seus 120 Hz.

O 11T Pro amplia o placar por ter mais benefícios aqui.

Tela maior

Moto G200

Brilho maior

Xiaomi 11T Pro

Melhor tecnologia de tela

Xiaomi 11T Pro

Melhor resolução de tela

Nenhum

Melhor proporção tela/corpo

Moto G200

Suporte a Dolby Vision

Xiaomi 11T Pro

Melhor proteção Gorilla Glass

Xiaomi 11T Pro

Tela de Hz elevada?

Moto G200

Som


No áudio, encontramos cenários completamente opostos aqui. De um lado, está o sistema estéreo com três alto-falantes do 11T Pro, aliado às otimizações da Harman Kardon. Do outro, aparece o som mono e sem grife do G200.

Dadas as características principais, fica bem claro que o celular da Xiaomi é o que vai te entregar uma potência maior, além de um equilíbrio satisfatório entre graves médios e agudos. Pelo menos, os dois contam com equalizador com suporte a Dolby Atmos.

Nenhum deles tem conector padrão para fones de ouvido. Mas a Motorola ainda manda o acessório na caixa, acompanhado de um adaptador de USB-C para P2, na tentativa de contornar as limitações da saída de som do seu aparelho.

Com sobra, o modelo chinês pontua aqui.

Som é estéreo?

Xiaomi 11T Pro

Possui entrada P2?

Nenhum

Maior equilíbrio de frequências

Xiaomi 11T Pro

Potência sonora

Xiaomi 11T Pro

Vem fones de ouvido na caixa?

Moto G200

Sistema


Ambos os smartphones chegam com o Android 11 pré-instalado. O Moto somente tem uma atualização garantida, enquanto a Xiaomi promete três mudanças de Android e quatro anos de pacotes de segurança para o seu dispositivo. Eles são compatíveis com rede 5G e fornecem ótima fluidez, pela taxa fps alta que possuem.

Na parte de recursos, temos opções interessantes dos dois lados. No chinês, estão os atalhos na traseira para executar ao tocar duas ou três vezes nas costas do aparelho. Já o destaque por parte do G200 está no Ready For, que transforma o smartphone em um PC portátil, fora os tradicionais gestos com atalhos para ligar a lanterna ou abrir o app de câmera.

Se nas funções, fica tudo igual, a longevidade da Xiaomi desempata e deixa o 11T Pro ainda mais confortável no placar.

Sistema bem atualizado?

Ambos

Sistema será atualizado futuramente?

Xiaomi 11T Pro

Qual sistema ou personalização tem mais e melhores recursos?

Ambos

Faltam conexões? Sobram?

Nenhum

Software mais fluido

Ambos

Desempenho


Tanto a Xiaomi quanto a Motorola usaram a plataforma top de linha da Qualcomm em seus celulares. A diferença é que o G200 vem com a variante Plus do componente. Na prática, nenhum deles entrega o desempenho esperado. Só que o Moto ainda consegue ser em torno de dois segundos mais rápido, como exibiram os nossos testes.

Nos benchmarks, tivemos um empate técnico, com praticamente os mesmos resultados tanto no Geekbench como no AnTuTu. Os jogos também rodam liso neles, com qualidade gráfica máxima e taxa fps alta, conforme a compatibilidade do jogo.

Finalmente, o Moto G200 sai do zero no marcador.

Quem se sai melhor no teste de abertura?

Moto G200

Quem leva a melhor nos jogos mais exigentes?

Ambos

Quem tem os melhores números de benchmark?

Nenhum

Qual o processador mais atualizado?

Moto G200

Qual tem melhor equilíbrio de RAM/processador?

Moto G200

Qual tem mais armazenamento?

Nenhum

Bateria


Estes aparelhos vêm equipados com uma bateria tradicional de 5.000 mAh, para não decepcionar em autonomia. Isso significa que eles atingem a mesma duração, certo? Bom, não é bem assim. Os nossos testes padronizados registraram uma vantagem de quase duas horas para o 11T Pro.

E como se não bastasse o tempo maior longe da tomada, quando conectado a ela, o modelo da Xiaomi surpreende ao completar o processo em menos de 20 minutos. Isso graças ao adaptador de 120 W presente na caixa. Já o de 33 W do concorrente precisa de praticamente uma hora a mais até chegar nos 100%.

É mais um ponto fácil para o Xiaomi 11T Pro.

Qual tem mais bateria?

Nenhum

Qual recarrega mais rápido?

Xiaomi 11T Pro

Qual dura mais de acordo com o teste de bateria do TC?

Xiaomi 11T Pro

Tem carregamento sem fio?

Nenhum

Câmera

Temos aqui dois celulares com um conjunto triplo de câmeras, liderado por um sensor principal de 108 MP. Com ele, você terá fotos com ótima definição e nível de detalhes durante o dia. Mas não são perfeitas. As do 11T Pro tem oscilações na nitidez, com correção ao configurar para a resolução máxima, enquanto as do G200 exageram no contraste com o HDR. À noite, o modelo da Xiaomi conserva mais a qualidade que o da Motorola.

Na ultrawide, o rendimento cai em relação à principal, mas ainda assim as imagens geradas por ela não apresentam tantos ruídos. O problema são as capturas um pouco mais escuras da chinesa. Um diferencial desta lente mais aberta no Moto é o foco automático, que permite usar como macro também, com uma qualidade satisfatória. Já o concorrente tem câmera dedicada também com variação no foco, que permite até gerar um efeito de desfoque natural.

Para completar, o G200 tem câmera de profundidade que apresenta poucos erros, mas tende a escurecer as fotos. O 11T Pro faz um trabalho decente no modo retrato, com acertos na maioria das vezes, mesmo sem uma lente dedicada.

Tivemos um grande equilíbrio, com vantagens importantes para cada lado. Um ponto para cada.

Melhor conjunto de câmera traseira

Ambos

Melhores fotos noturnas

Xiaomi 11T Pro

Conjunto mais versátil

Nenhum

Melhor ultrawide

Moto G200

Melhor teleobjetiva

Nenhum

Melhor macro

Ambos

Melhor profundidade

Ambos

Fotos tiradas com o Xiaomi 11T Pro

O 11T Pro e o Moto G200 são capazes de gravar vídeos em 8K, porém o chinês chega a 30 fps. Para ter uma fluidez maior, é necessário baixar para 4K e filmar a 60 fps. De qualquer maneira, você terá estabilização eletrônica mais eficiente no Xiaomi, sem contar o foco ágil dele. Já a captura de som é estéreo e com boa qualidade de ambos os lados.

Temos outro ponto para o modelo chinês.

Possui estabilização óptica?

Nenhum

Melhor estabilização eletrônica?

Xiaomi 11T Pro

Foco mais ágil

Xiaomi 11T Pro

Grava em 8K a 30 fps

Xiaomi 11T Pro

Grava em 4K a 60 fps?

Ambos

Melhor captação de áudio

Ambos

Melhor em vídeo

Xiaomi 11T Pro

Fotos tiradas com o Motorola Moto G200

Os dispositivos vêm equipados com uma câmera frontal de 16 megapixels. Mas o resultado fica bem distintos neles. Como o 11T Pro comprime quatro pixels em um e depois estica a selfie de volta para a resolução máxima, ao ampliar as imagens de cada aparelho, você verá nitidez inferior nele. Pelo menos, o modo retrato funciona bem nos dois. Só faltou filmagem em 4K na dupla.

Com uma pequena vantagem ao ampliar as fotos, o Moto pontua desta vez.

Melhor conjunto de câmera frontal

Nenhum

Câmera frontal grava em 4K?

Nenhum

Melhor selfie

Moto G200

Preço

Da dupla, apenas a Motorola lançou o seu celular no mercado brasileiro. Ele chegou no país pelo preço sugerido de R$ 5.000, o mesmo pelo qual encontramos o smartphone chinês no mercado nacional, por meio de importadores. Só que o G200 já está mais barato e hoje pode ser achado na faixa de R$ 3.500.

Pela diferença de valores e disponibilidade local, o Moto fecha o Comparativo com o último ponto.

Qual teve melhor preço de lançamento?

Moto G200

Qual tem melhor custo-benefício atual?

Moto G200

8.4 Hardware
6.6 Custo Benefício

Motorola Moto G200

Comparar Aviso de preço

Conclusão

Apesar de terem a mesma proposta de se confundirem entre intermediário premium e top barato, o celular da Xiaomi mostrou estar mais próximo de ser um flagship que o rival da Motorola. Ele tem uma construção premium, tela de alta qualidade, sistema sonoro estéreo e bateria de alta duração com carregamento muito rápido.

A favor da Motorola, temos apenas o desempenho mais veloz e as selfies com maior nitidez. Além disso, por ser o único a vir oficialmente para o Brasil, o G200 tem um custo-benefício que machuca menos o bolso do consumidor.

RESULTADO

Xiaomi 11T Pro: 7 PONTOS

  • Design e construção mais avançados
  • Tela de maior qualidade
  • Sistema sonoro estéreo
  • Software com maior longevidade
  • Bateria com maior autonomia e menos tempo de carregamento
  • Câmeras traseiras com melhores fotos à noite e sensor macro
  • Vídeos com melhor estabilização

Motorola Moto G200: 4 PONTOS

  • Desempenho mais rápido
  • Câmeras traseiras com melhor lente ultrawide
  • Selfies de maior qualidade
  • Preço menor e disponibilidade local

Acha que a distância entre eles é tão grande quanto o placar do duelo? O que mais gosta em cada um deles? Participe conosco!

(atualizado em 24 de maio de 2024, às 16:54)

39

Comentários

Xiaomi 11T Pro vs Moto G200: qual celular chega mais perto de ser top de linha? | Comparativo
Economia e mercado

Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos